Publicidade

Cuiabá, Sexta-feira 07/08/2020

Mundo - A | + A

combate à pandemia 08.07.2020 | 09h20

Desinfecção de casas é tentativa de frear pandemia do novo coronavírus na Bolívia

Facebook Print google plus

Juan Carlos Torrejón

 Juan Carlos Torrejón

Casa por casa, os bairros de Santa Cruz, a cidade boliviana mais atingida pelo covid-19, tiveram suas casas e ruas desinfetadas gratuitamente graças ao trabalho do Grupo Voluntário de Proteção à Vida. Em seus trajes de proteção vermelhos, eles espalham um produto à base de amônia, feito por especialistas em química, para prevenir infecções na cidade, a maior da Bolívia

 

A região de Santa Cruz, com pouco mais de 3 milhões de habitantes dos quase 11 milhões da Bolívia, acumula mais da metade das infecções no país, com 21.752 dos 39.297 positivos confirmados. Tem também o maior número de mortes por coronavírus, com 573 de um total de 1.434, segundo dados oficiais. Na foto, aglomeração de pessoas no centro de Santa Cruz no primeiro dia de flexibilização da quarentena na cidade

 

Leia também - 'A solidão me protege', diz único morador de cidade, sobre pandemia de coronavírus

 

O objetivo do trabalho de desinfeção é evitar o contágio, principalmente, em bairros distantes de Santa Cruz, uma cidade que experimentou um rápido crescimento da pandemia. O grupo também pulveriza jardins e pomares com o produto químico

 

"Com o megafone na mão, pedimos a colaboração dos vizinhos", explica uma das voluntárias, Diana Rojas. Suas visitas são coordenadas por representantes do bairro, para que os doze voluntários tenham acesso às casas, onde andam pelos ambientes com uma mochila de fumigação nas costas e um pulverizador na mão.

 

Além de desinfetar, ajudam os vizinhos quando descobrem alguns pacientes com coronavírus e chegam a encontrar pessoas mortas com sintomas da doença. "Encontramos várias pessoas infectadas e também mortas", diz a voluntária sobre sua experiência no grupo

 

Essas experiências, durante seu trabalho de solidariedade, levaram a ações além da desinfecção, como ajudar os vizinhos que se recuperaram após a cura da covid-19 a doar plasma hiperimune, muito procurado na Bolívia após ser autorizado como tratamento experimental para pacientes com coronavírus no país.A autorização gerou uma demanda importante por esse produto no país, com uma chuva de mensagens nas redes sociais em busca de doadores, a ponto de o Parlamento boliviano estar processando uma lei para regulamentar especificamente essas doações

 

O trabalho de voluntários com diferentes auxílios representa uma contribuição valiosa em cidades bolivianas como Santa Cruz, que acumula relatos de centros de saúde em colapso e auxílios sociais que levam tempo para chegar a uma parte da população

Voltar Imprimir

Publicidade

Comentários

Enquete

Após a reabertura dos shoppings, você voltou a frequentar como antes da pandemia?

Parcial

Edição digital

Sexta-feira, 07/08/2020

imagem
imagem
imagem
imagem
imagem
imagem

Publicidade

btn-4

Indicadores

Milho Disponível R$ 19,08 -0,88%

Algodão R$ 94,21 -0,52%

Boi a Vista R$ 132,13 -2,85%

Soja Disponível R$ 65,90 -0,60%

Publicidade

Classi fácil
btn-loja-virtual

Publicidade

Mais lidas

Publicidade

O Grupo Gazeta reúne veículos de comunicação em Mato Grosso. Foi fundado em 1990 com o lançamento de A Gazeta, jornal de maior circulação e influência no Estado. Integram o Grupo as emissoras Gazeta FM, FM Alta Floresta, FM Barra do Garças, FM Poxoréu, Cultura FM, Vila Real FM, TV Vila Real 10.1, TV Pantanal 22.1, o Instituto de Pesquisa Gazeta Dados, Gráfica Millenium e o Portal Gazeta Digital.

Copyright© 2020 - Gazeta Digital - Todos os direitos reservados Logo Trinix Internet

É proibida a reprodução do conteúdo desta página em qualquer meio de comunicação, eletrônico ou impresso, sem a devida citação da fonte.