Publicidade

Cuiabá, Quinta-feira 24/09/2020

Mundo - A | + A

acusado 15.01.2020 | 14h53

Ex-ministro da Bolívia é detido por suposta corrupção

Facebook Print google plus

Chico Ferreira

Chico Ferreira

O ex-ministro de Governo da Bolívia Carlos Romero foi detido e levado para a sede do Ministério Público (MP) do país nessa terça-feira (14) para prestar declarações sobre suposto envolvimento em um caso de corrupção na Unidade Executora de Luta Integral contra o Narcotráfico (Uelicn). Ele é acusado pelos delitos de não cumprimento de deveres e tráfico de influência.

 

Leia também - Brasileiros estão entre presos por defecar em ruínas de Machu Picchu

 

Romero estava internado, por desidratação severa, em um hospital em La Paz, desde o dia 10 de janeiro. Ontem, após receber alta, foi detido e levado para prestar depoimento. Na semana passada, ao chegar ao hospital, ele afirmou que estava sendo perseguido por "grupos de choque" que haviam tentado sequestrá-lo.

 

"Eles me sequestraram na minha casa, sou um perseguido político, atualmente sou um símbolo de perseguição política, não tenho garantias", afirmou na ocasião.

 

Ontem, ao chegar à sede do MP, o ex-ministro disse que "isso é injusto porque de denunciante passei a denunciado e tomarei as medidas legais".

 

Morales defende ex-ministro
No Twitter, o ex-presidente Evo Morales defendeu o ex-ministro. "Sob o comando de Carlos Romero, denunciamos em nosso governo atos de corrupção na Unidade Executora de Luta Integral contra o Narcotráfico (Uelicn), e agora descobrimos que somos os acusados. O que o regime de fato de Áñez [Jeanine Áñez, presidente da Bolívia] quer não é justiça, é vingança e impunidade".

 

Romero foi denunciado pela deputada Rosemary Sandoval e, por duas vezes, não compareceu para prestar declarações sobre o caso. A deputada acusa Romero e mais cinco pessoas de se beneficiarem indevidamente por conta dos cargos, além de uso indevido de influências, negociações incompatíveis com o exercício de funções públicas, resoluções contrárias à Constituição e descumprimento de deveres.

 

Os atos de corrupção se referem a irregularidades nos processos de licitação para a manutenção das aeronaves Hercules C-130 da Força-Tarefa Black Devils e dos helicópteros da Força-Tarefa Diablos Negros. Romero é acusado de favorecer a empresa Horizontal Aviation Company Bolivia SRL, responsável pela manutenção das aeronaves. Ele espera julgamento e passou a noite de ontem na sede da Força Especial de Luta contra o Crime.

Voltar Imprimir

Publicidade

Comentários

Enquete

Onze candidatos disputam o Senado, você acha que o número amplia o leque de propostas ou mostra a desunião da classe política?

Parcial

Edição digital

Quinta-feira, 24/09/2020

imagem
imagem
imagem
imagem
imagem
imagem

Publicidade

btn-4

Indicadores

Milho Disponível R$ 20,75 0,73%

Algodão R$ 95,42 0,14%

Boi a Vista R$ 131,30 0,00%

Soja Disponível R$ 71,10 0,14%

Publicidade

Classi fácil
btn-loja-virtual

Publicidade

Mais lidas

Publicidade

O Grupo Gazeta reúne veículos de comunicação em Mato Grosso. Foi fundado em 1990 com o lançamento de A Gazeta, jornal de maior circulação e influência no Estado. Integram o Grupo as emissoras Gazeta FM, FM Alta Floresta, FM Barra do Garças, FM Poxoréu, Cultura FM, Vila Real FM, TV Vila Real 10.1, TV Pantanal 22.1, o Instituto de Pesquisa Gazeta Dados, Gráfica Millenium e o Portal Gazeta Digital.

Copyright© 2020 - Gazeta Digital - Todos os direitos reservados Logo Trinix Internet

É proibida a reprodução do conteúdo desta página em qualquer meio de comunicação, eletrônico ou impresso, sem a devida citação da fonte.