Publicidade

Cuiabá, Sexta-feira 29/05/2020

Mundo - A | + A

fraude 21.05.2020 | 10h39

Ministro da Saúde da Bolívia é preso por superfaturar equipamentos respiratórios

Facebook Print google plus

Divulgação

Divulgação

O ministro da Saúde da Bolívia, Marcelo Navajas, foi preso nesta quarta-feira (20) por suposta fraude de irregularidades na compra de respiradores para o tratamento de pacientes de coronavírus no país.

 

Navajas foi afastado do cargo pela presidente interina, Jeanine Añez, e é a quinta pessoa a ser investigada pela compra de equipamentos superfaturados da Espanha. Ele está detido no escritório da Força Especial de Combate ao Crime (FELCC) em La Paz.

 

Leia também - EUA destinam verba de R$ 17 mi para ajudar o Brasil no combate à covid-19

 

Segundo o jornal La Razon, o ministro disse que a compra de 170 respiradores de uma empresa espanhola foi “transparente”.

 

O governo pagou US$ 27.683, cerca de R$ 157 mil, por cada respirador, sendo que o preço de fábrica do equipamento é de US$ 7.194, cerca de R$ 40 mil.

 

Na terça-feira (19), o responsável pela Direção Jurídica do Ministério da Saúde, Fernando Valenzuela, e o diretor geral da Agência de Infraestrutura de Saúde e Equipamento Médico, Giovani Pacheco, foram presos, segundo o La Razon.

 

Pela manhã de hoje, dois assessores do Banco Interamericano de Desenvolvimento (BID), que aprovaram “sem objeção” a compra dos respiradores também foram presos.

 

O governo da Bolívia disse que vai congelar o pagamento da outra metade dos respiradores comprados e paralisar a distribuição do equipamento.

Voltar Imprimir

Publicidade

Comentários

Enquete

A constante troca de ministros pelo presidente Jair Bolsonaro compromete a sua gestão?

Parcial

Edição digital

Sexta-feira, 29/05/2020

imagem
imagem
imagem
imagem
imagem
imagem

Publicidade

btn-4

Indicadores

Milho Disponível R$ 22,20 -3,90%

Algodão R$ 115,19 1,09%

Boi a Vista R$ 131,64 -1,27%

Soja Disponível R$ 66,00 0,61%

Publicidade

Classi fácil
btn-loja-virtual

Publicidade

Mais lidas

Publicidade

O Grupo Gazeta reúne veículos de comunicação em Mato Grosso. Foi fundado em 1990 com o lançamento de A Gazeta, jornal de maior circulação e influência no Estado. Integram o Grupo as emissoras Gazeta FM, FM Alta Floresta, FM Barra do Garças, FM Poxoréu, Cultura FM, Vila Real FM, TV Vila Real 10.1, TV Pantanal 22.1, o Instituto de Pesquisa Gazeta Dados, Gráfica Millenium e o Portal Gazeta Digital.

Copyright© 2020 - Gazeta Digital - Todos os direitos reservados Logo Trinix Internet

É proibida a reprodução do conteúdo desta página em qualquer meio de comunicação, eletrônico ou impresso, sem a devida citação da fonte.