Publicidade

Cuiabá, Sábado 08/08/2020

Mundo - A | + A

impacto econômico 10.07.2020 | 10h50

Na pandemia, África pode ter mais 49,2 milhões de pessoas na pobreza extrema

Facebook Print google plus

Dai Kurokawa

Dai Kurokawa

O impacto econômico da pandemia da covid-19, a doença provocada pelo novo coronavírus, pode empurrar 49,2 milhões de pessoas à pobreza extrema na África, segundo cálculos do AfDB (Banco de Desenvolvimento Africano).

 

De acordo com a instituição, as pessoas que vivem com menos de US$ 1,90 por dia, que se enquadram nessa faixa crítica, poderiam chegar a 453,4 milhões de pessoas em 2020, no melhor cenário.

 

Leia também - Enchentes no Japão deixam cidades completamente cobertas de lama

 

Na situação mais crítica prevista pelo AfDB, a quantidade poderia ser de 462,7 milhões.

 

Antes da propagação do novo coronavírus, já havia uma expectativa de alta no número de africanos vivendo na pobreza extrema, que segundo o Banco de Desenvolvimento poderia chegar a 425 milhões.

 

Segundo as previsões, a Nigéria e a República Democrática do Congo serão os dois países em que a população será mais afetada economicamente pela pandemia da covid-19.

 

Previsões otimistas
O AfDB indica que, se houver boa gestão da crise sanitária, com redução da curva e reabertura da economia, a economia da África, como um todo, pode crescer em 2021 em 3%, após uma queda de 3,4% prevista no pior cenário para este ano.

 

As expectativas, no entanto, são mais otimistas que a do Banco Mundial, que aponta para uma retração neste ano no continente entre 2,1% e 5,1%. O FMI (Fundo Monetário Internacional), por exemplo, considera que a crise econômica e de saúde africana será "sem precedentes".

 

Ainda de acordo com as previsões da AfDB, os setores de turismo, transporte e entretenimento terão maior dificuldade para se recuperar.

 

Hoje, a África superou a barreira de 500 mil casos de infecção pelo novo coronavírus, sendo que quase 216 mil se concentram apenas na África do Sul.

 

Voltar Imprimir

Publicidade

Comentários

Enquete

Após a reabertura dos shoppings, você voltou a frequentar como antes da pandemia?

Parcial

Edição digital

Sexta-feira, 07/08/2020

imagem
imagem
imagem
imagem
imagem
imagem

Publicidade

btn-4

Indicadores

Milho Disponível R$ 21,70 -0,46%

Algodão R$ 93,05 -0,02%

Boi a Vista R$ 134,75 0,49%

Soja Disponível R$ 69,70 -0,99%

Publicidade

Classi fácil
btn-loja-virtual

Publicidade

Mais lidas

Publicidade

O Grupo Gazeta reúne veículos de comunicação em Mato Grosso. Foi fundado em 1990 com o lançamento de A Gazeta, jornal de maior circulação e influência no Estado. Integram o Grupo as emissoras Gazeta FM, FM Alta Floresta, FM Barra do Garças, FM Poxoréu, Cultura FM, Vila Real FM, TV Vila Real 10.1, TV Pantanal 22.1, o Instituto de Pesquisa Gazeta Dados, Gráfica Millenium e o Portal Gazeta Digital.

Copyright© 2020 - Gazeta Digital - Todos os direitos reservados Logo Trinix Internet

É proibida a reprodução do conteúdo desta página em qualquer meio de comunicação, eletrônico ou impresso, sem a devida citação da fonte.