Publicidade

Cuiabá, Terça-feira 15/10/2019

Polícia - A | + A

DENTRO DO BANHEIRO 04.07.2019 | 11h20

Agente prisional é presa após deixar pacotes com celulares na PCE

Facebook Print google plus

Chico Ferreira

Chico Ferreira

Agente penitenciária de 36 anos foi presa, na noite de quarta-feira (3), após ser flagrada deixando dois sacos com celulares dentro de um banheiro, localizado no raio 3 da Penitenciária Central do Estado (PCE).

 

De acordo com o boletim de ocorrência, ela estava acompanhando a tranca das celas, quando a suspeita teve uma atitude anormal, tanto é que na escala de trabalho, a função dela não seria de acompanhar o procedimento. 

 

Leia também - Jovem é presa ao tentar entrar na PCE com droga na genitália

 

Após uma varredura, 2 pacotes foram encontrados ao lado de um vaso sanitário, sendo um com 3 telefones celulares e outro com 2. 

 

Ao , a Secretaria de Estado de Segurança Pública (Sesp) confirmou que a agente foi detida.

 

“Após verificar pelo circuito de câmeras que a agente se encontrava em área diferente da que estava escalada, a equipe plantonista entrou no refeitório e encontrou duas sacolas contendo cinco aparelhos celulare”, informou a Sesp.

 

A servidora passará por audiência de custódia nesta quinta-feira (4), no Fórum de Cuiabá.

 

Operação Assepcia 

 

O ex-diretor da Penitenciária Central do Estado (PCE), Revétrio Francisco da Costa, e o ex-diretor-adjunto, Reginaldo Alves dos Santos e 3 policiais militares foram presos dia 18 do mês passado pela Gerência de Combate ao Crime Organizado (GCCO).

 

 

Eles são suspeitos de facilitar a entrada de celulares na PCE, já que no dia 06 de maio, agentes penitenciários descobriram uma geladeira com 80 celulares escondidos dentro dos compartimentos. 

 

Leia também - Vídeo mostra reunião de servidores, policiais e líder do CV

 

Também foram presos os policiais militares Ricardo de Souza Carvalhes de Oliveira, subtenente da Ronda Ostensiva Móvel Tática (Rotam), Cleber de Souza Ferreira, tenente do 3º Batalhão da PM, e Denizel Moreira dos Santos, cabo da Rotam.

 

No decorrer das investigações, foi apontado com os diretores e militares estavam envolvidos com o dois presos, sendo eles Cesar dos Santos, vulgo “Petróleo”, e Luciano Mariano da Silva, conhecido como “Marreta”.

 

Os 2 são apontados como membros e lideranças do Comando Vermelho em Mato Grosso.

 

Imagens de câmeras de segurança mostraram, que no dia em que os celulares foram encontrados no freezer, a direção e os militares se reuniram com Peróleo em uma sala, por cerca de 1h.

 

Denúncia do MPE

 

O Ministério Público do Estado (MPE), por meio do Grupo de Atuação Especial Contra o Crime Organizado (Gaeco), ofereceu nesta quarta-feira (3) denúncia contra dois líderes do Comando Vermelho, 3 policiais militares e dois agentes penitenciários que atuavam como diretores da PCE. 

 

Ao grupo foram imputados 4 atos criminosos. Os 7 denunciados vão responder por integrar, financiar e promover organização criminosa e também por introdução de celulares em presídios; cinco deles pelo crime de corrupção ativa; e dois por corrupção passiva.

Voltar Imprimir

Publicidade

Comentários

Jornal do Meio Dia - JM

Jornal do Meio Dia - JM

GD

GD

Enquete

Ter um diploma leva a uma maior remuneração?

Parcial

Edição digital

Terça-feira, 15/10/2019

imagem
imagem
imagem
imagem
imagem
imagem

Publicidade

btn-4

Indicadores

Milho Disponível R$ 20,20 -1,70%

Algodão R$ 90,52 -0,23%

Boi a Vista R$ 132,50 1,15%

Soja Disponível R$ 66,55 0,08%

Publicidade

Classi fácil
btn-loja-virtual

Publicidade

Mais lidas

Publicidade

O Grupo Gazeta reúne veículos de comunicação em Mato Grosso. Foi fundado em 1990 com o lançamento de A Gazeta, jornal de maior circulação e influência no Estado. Integram o Grupo as emissoras Gazeta FM, FM Alta Floresta, FM Barra do Garças, FM Poxoréu, Cultura FM, Vila Real FM, TV Vila Real, o Instituto de Pesquisa Gazeta Dados, Gráfica Millenium e o Portal Gazeta Digital.

Copyright© 2019 - Gazeta Digital - Todos os direitos reservados Logo Trinix Internet

É proibida a reprodução do conteúdo desta página em qualquer meio de comunicação, eletrônico ou impresso, sem a devida citação da fonte.