Publicidade

Cuiabá, Domingo 20/10/2019

Polícia - A | + A

novas contratações 17.09.2019 | 13h31

Casos de violência doméstica e sexual não são investigados por falta de exame

Facebook Print google plus

Chico Ferreira

Chico Ferreira

Casos de violência doméstica e sexual deixam de ser investigados por falta de médico legista para realizar exames nas vítimas. Não há o número exato de casos que acabam no boletim de ocorrência por falta de provas matérias, porém são comuns em cidades como Colniza, onde não há o profissional para realizar o procedimento.

 

Leia também -  Estado vai pagar R$ 577 por necropsia no interior a médicos credenciados

 

Como informou o diretor-geral da Politec Rubens Okada, o credenciamento de médicos legistas para 17 cidades de Mato Grosso visa amenizar o sofrimento de familiares de vítimas que aguardam liberação de corpo e que precisam viajar quilômetros por estradas precárias para serem examinadas e comprovada a violência.

 

“Colniza está a 200 quilômetros da sede em Juína. São horas e horas de viagem por estradas precárias para fazer o exame e depois voltar. Muitas vezes a vítima acaba desistindo de realizar esse tipo de exame, o que prejudica a percepção penal. Não tendo a prova material, a condenação também vai ser mais difícil por ausência de provas”, declara o diretor.

 

Questionado, o diretor da Politec afirmou que não há balanço de quantas denúncias de Maria da Penha e violência sexual são feitas, porém não são investigadas por conta da falta de exame. A falta de apuração desses casos existe, principalmente nas cidades menores.

 

“Infelizmente não temos esses dados. Mas a gente sabe que acontece, sim, da vítima ir na delegacia, faz a ocorrência, mas, até pela dificuldade de deslocamento, ela acaba desistindo de fazer esse exame de corpo de delito. E denúncia acaba ‘morrendo’ só no boletim de ocorrência, não prospera”, explica Okada.

 

O governo de Mato Grosso lançou nesta segunda-feira (16) o edital para credenciamento de médico legista em 17 cidades. O profissional irá prestar serviços para a Politec e recebera valor por cada atendimento feito.

Voltar Imprimir

Publicidade

Comentários

Jornal do Meio Dia - JM

Jornal do Meio Dia - JM

GD

GD

Enquete

Qual será o resultado das discussões sobre fake news no Congresso Nacional?

Parcial

Edição digital

Domingo, 20/10/2019

imagem
imagem
imagem
imagem
imagem
imagem

Publicidade

btn-4

Indicadores

Milho Disponível R$ 24,50 -0,61%

Algodão R$ 92,77 -0,26%

Boi a Vista R$ 133,50 0,00%

Soja Disponível R$ 67,70 -0,73%

Publicidade

Classi fácil
btn-loja-virtual

Publicidade

Mais lidas

Publicidade

O Grupo Gazeta reúne veículos de comunicação em Mato Grosso. Foi fundado em 1990 com o lançamento de A Gazeta, jornal de maior circulação e influência no Estado. Integram o Grupo as emissoras Gazeta FM, FM Alta Floresta, FM Barra do Garças, FM Poxoréu, Cultura FM, Vila Real FM, TV Vila Real, o Instituto de Pesquisa Gazeta Dados, Gráfica Millenium e o Portal Gazeta Digital.

Copyright© 2019 - Gazeta Digital - Todos os direitos reservados Logo Trinix Internet

É proibida a reprodução do conteúdo desta página em qualquer meio de comunicação, eletrônico ou impresso, sem a devida citação da fonte.