Publicidade

Cuiabá, Quinta-feira 22/10/2020

Polícia - A | + A

10 anos desaparecida 11.09.2020 | 07h31

Com 50% do terreno escavado, polícia continua busca por restos mortais de Sara

Facebook Print google plus

$imgCred

$imgCred

Desde as primeiras horas da manhã de quinta-feira (10), a Polícia Civil e Perícia Oficial e Identificação Técnica (Politec) de Sorriso (420 km ao norte de Cuiabá) trabalham para localizar os restos mortais de Sara Vitória Fogaça Paim, desaparecida desde 2010. Cerca de 50% do terreno foi escavado, mas os restos mortais da menina ainda não foram encontrados. Os trabalhos serão retomados nesta sexta-feira (12).


De acordo com o delegado André Ribeiro, 50% do terreno já foi escavado. O autor do crime apontou o terreno como o local onde teria enterrado Sara. “As escavações continuam, praticamente 50% do terreno já foi escavado, não há qualquer sinal e indício de onde possam os restos mortais da menina. Por enquanto, não há nenhum sinal”.

 

Leia também - Polícia e perícia realizam escavações em busca dos restos mortais de Sara Fogaça


Atualmente, 10 anos depois do crime, o local já está com várias edificações. Mas, o terreno apontado pelo investigado está sem construção. “Polícia solicitou do proprietário da área informações sobre obras de limpeza no local, uma vez que já se passaram 10 anos e a terra pode ter sido removida”, informou a assessoria da Polícia Civil.


Confissão do crime
Antônio Ramos Escobar trabalhava como pedreiro em uma construção, quando por volta das 16h de 1º de junho de 2010 viu Sara na rua voltando para casa. Ele ofereceu ‘carona’ para ela de bicicleta e a levou para o local onde trabalhava.


Na obra, estuprou a menina, que não parava de chorar. Em seguida, ela foi estrangulada e morreu por asfixia.O corpo de Sara foi colocado em um saco de estopa e enterrado no terreno alvo das buscas.


Antônio era suspeito do crime, já que na época, sumiu da cidade de forma repentina, abandonando até a esposa, que chegou a registrar um boletim de ocorrência relatando seu ‘desaparecimento’.


Ele estava morando em Mato Grosso do Sul até dias atrás, mas retornou para Sorriso. Após confessar o crime, ele disse que “tirou um peso das costas”, lembrou o delegado.

Voltar Imprimir

Publicidade

Comentários

Enquete

Como você avalia a ausência de um candidato convidado para debater com adversários?

Parcial

Edição digital

Quinta-feira, 22/10/2020

imagem
imagem
imagem
imagem
imagem
imagem

Publicidade

btn-4

Indicadores

Milho Disponível R$ 57,50 1,77%

Algodão R$ 118,67 3,64%

Boi a Vista R$ 242,24 0,00%

Soja Disponível R$ 156,30 0,35%

Publicidade

Classi fácil
btn-loja-virtual

Publicidade

Mais lidas

Publicidade

O Grupo Gazeta reúne veículos de comunicação em Mato Grosso. Foi fundado em 1990 com o lançamento de A Gazeta, jornal de maior circulação e influência no Estado. Integram o Grupo as emissoras Gazeta FM, FM Alta Floresta, FM Barra do Garças, FM Poxoréu, Cultura FM, Vila Real FM, TV Vila Real 10.1, TV Pantanal 22.1, o Instituto de Pesquisa Gazeta Dados, Gráfica Millenium e o Portal Gazeta Digital.

Copyright© 2020 - Gazeta Digital - Todos os direitos reservados Logo Trinix Internet

É proibida a reprodução do conteúdo desta página em qualquer meio de comunicação, eletrônico ou impresso, sem a devida citação da fonte.