Publicidade

Cuiabá, Quinta-feira 06/08/2020

Polícia - A | + A

buscas e apreensão 23.04.2020 | 17h30

Em vídeo, membros do CV mandam 'punir' mulher com agressões e cabelo raspado

Facebook Print google plus

Reprodução

Reprodução

Dez mandados judiciais contra integrantes do Comando Vermelho foram cumpridos pela Polícia Civil, em uma operação da Gerência de Combate ao Crime Organizado (GCCO), deflagrada na manhã desta quinta-feira (23), em Cuiabá.

 

Os envolvidos são apontados como mandantes e executores de um “salve”, aplicado em uma mulher, moradora do bairro Jonas Pinheiro II, em Cuiabá. Os suspeitos foram indiciados pelos crimes organização criminosa, lesão corporal, ameaça e constrangimento ilegal.

 

Leia também - Veja vídeo - PM negocia, solta reféns e prende dois bandidos

 

Ao todo foram cumpridas 5 ordens judiciais de buscas e apreensão domiciliar, 4 mandados de intimação para instalação de tornozeleira eletrônica e um mandado de prisão preventiva (contra um homem, de 40 anos), expedidos pela 7ª Vara Criminal da Comarca de Cuiabá.

 

O crime ocorreu no dia 24 de fevereiro deste ano, ganhando grande repercussão após os vídeos terem circulados pelas redes sociais. As imagens gravadas por aparelhos celulares registraram uma série de agressões contra a vítima, moradora do bairro.

 

Nos vídeos, gravados pelos próprios criminosos, 3 mulheres aparecem agredindo violentamente a vítima com vários golpes em todo o corpo e na região da cabeça. As agressoras imobilizaram a vítima e com uso de tesouras e outros instrumentos cortaram todo o cabelo da mulher, deixando-a com várias lesões corporais e com a cabeça praticamente raspada.

 

Em determinado momento, aparece nas imagens um quarto suspeito acelerando uma roçadeira próximo à cabeça da vítima, totalmente subjugada, com o objetivo de aterroriza-la ainda mais.

 

A ação foi registrada pelo mandante do crime, que a todo tempo reforçava que o ato foi cometido em nome da facção criminosa que integram. O crime seria motivado em razão da vítima supostamente ter se envolvido com um homem casado, conduta que não seria admitida entre os integrantes da organização.

 

Após uma série de diligências, as equipes de investigadores da GCCO conseguiram identificar todos os envolvidos no fato, que tiveram as ordens judiciais representadas pela Polícia Civil. Os envolvidos serão indiciados pelos delitos de organização criminosa, lesão corporal, ameaça e constrangimento ilegal.

 

As investigações continuam para dar cumprimento aos outros mandados decretados em desfavor de alguns envolvidos que ainda não foram localizados. (Com informações da assessoria)

 

Veja vídeo

Vídeo

Voltar Imprimir

Publicidade

Comentários

Enquete

Após a reabertura dos shoppings, você voltou a frequentar como antes da pandemia?

Parcial

Edição digital

Quinta-feira, 06/08/2020

imagem
imagem
imagem
imagem
imagem
imagem

Publicidade

btn-4

Indicadores

Milho Disponível R$ 19,30 0,00%

Algodão R$ 91,47 -0,31%

Boi a Vista R$ 129,75 -0,57%

Soja Disponível R$ 68,50 -1,23%

Publicidade

Classi fácil
btn-loja-virtual

Publicidade

Mais lidas

Publicidade

O Grupo Gazeta reúne veículos de comunicação em Mato Grosso. Foi fundado em 1990 com o lançamento de A Gazeta, jornal de maior circulação e influência no Estado. Integram o Grupo as emissoras Gazeta FM, FM Alta Floresta, FM Barra do Garças, FM Poxoréu, Cultura FM, Vila Real FM, TV Vila Real 10.1, TV Pantanal 22.1, o Instituto de Pesquisa Gazeta Dados, Gráfica Millenium e o Portal Gazeta Digital.

Copyright© 2020 - Gazeta Digital - Todos os direitos reservados Logo Trinix Internet

É proibida a reprodução do conteúdo desta página em qualquer meio de comunicação, eletrônico ou impresso, sem a devida citação da fonte.