Publicidade

Cuiabá, Domingo 12/07/2020

Polícia - A | + A

DURANTE APURAÇÃO 29.05.2020 | 09h46

Envolvidos na morte de soldado são afastados das ruas, informa PM

Facebook Print google plus

João Vieira

João Vieira

Polícia Militar afastou, de forma preliminar, os policiais envolvidos na ocorrência que resultou na morte do soldado Ricardo Ferreira de Azevedo, 36, na noite de quinta-feira (28), em Cuiabá. Eles vão desenvolver atividades internas enquanto o fato é apurado pela Corregedoria da corporação. Azevedo foi morto com um tiro disparado por um tenente da Força Tática.

 

De acordo com a nota divulgada pela assessoria de imprensa, a PM lamentou o episódio que resultou em uma ‘perda trágica e precoce’. Além disso, informam ‘o afastamento preliminar dos envolvidos para atividades internas’, enquanto o caso é apurado pela Polícia Judiciária Militar, na Corregedoria.

 

Leia também - Tenente mata soldado da PM durante abordagem em Cuiabá

 

“A PM está dando atenção e assistência aos familiares do soldado Azevedo”, diz trecho da nota. Azevedo era lotado no serviço de inteligência e trabalhava na coleta de informações sobre tráfico/uso de drogas, roubo, furtos e outros crimes na região do Centro de Cuiabá.

 

Conforme a assessoria, no momento do incidente, ele estava com sua equipe auxiliando uma ocorrência do batalhão da Ronda Ostensiva Tática Móvel (Rotam), que procurava por suspeitos de terem cometido um crime, identificando um dos suspeitos no pátio do posto de combustível no começo da avenida do CPA.

 

Força Tática vê cena e entra na ação

Como já noticiado pelo , a equipe da Força Tática foi informada via rádio de que as equipes montavam um cerco no Centro e seguiram para avenida do CPA. Na esquina, perto do posto, flagraram o soltado Azevedo – que estava descaracterizado – junto com outro policial em uma motocicleta.

 

Azevedo estava com arma em punho, apontada para um suspeito, que estava em posição de rendição. Equipe da Força Tática ao perceber a ação, pensou que se tratava de um roubo e entrou na cena. Tenente teria ordenado para que ele abaixasse a arma, como isso não aconteceu disparou um tiro contra o soldado.

 

Só depois disso, ele e o outro policial se identificado como militares da inteligência. Socorrido na viatura, foi encaminhado para o Hospital Municipal de Cuiabá, onde chegou a entrar no centro cirúrgico, mas não resistiu e morreu em seguida.

Voltar Imprimir

Publicidade

Comentários

Francisco Trabalhador - 30/05/2020

INCRÍVEL QUE O DESPREPARO CONTINUA EXISTINDO NA CORPORAÇÃO.

Celso l. Roxa - 29/05/2020

Tenho comigo, não só eu como muitas pessoas pensam assim, oitenta por cento dos policias são despreparados do Brasil todo, os policias da ROTAM FORCA TATICA, eles se acham, são os caras quando estão naquelas viaturas, não todos pra tudo sempre te uma exceção, maus preparados, isso porque fazem treinamentos para está lá, atiram primeiro para depois perguntar, esse policias tem que ser expulso da corporação, pra servir de exemplo para os demais para acontecer de novo, matar um inocente um pai de família, isso é uma vergonha.

2 comentários

1 de 1

Enquete

Você acredita na eficácia das barreiras sanitárias implantadas em Cuiabá?

Parcial

Edição digital

Domingo, 12/07/2020

imagem
imagem
imagem
imagem
imagem
imagem

Publicidade

btn-4

Indicadores

Milho Disponível R$ 18,90 -1,05%

Algodão R$ 91,78 0,12%

Boi a Vista R$ 137,33 0,68%

Soja Disponível R$ 66,50 -0,15%

Publicidade

Classi fácil
btn-loja-virtual

Publicidade

Mais lidas

Publicidade

O Grupo Gazeta reúne veículos de comunicação em Mato Grosso. Foi fundado em 1990 com o lançamento de A Gazeta, jornal de maior circulação e influência no Estado. Integram o Grupo as emissoras Gazeta FM, FM Alta Floresta, FM Barra do Garças, FM Poxoréu, Cultura FM, Vila Real FM, TV Vila Real 10.1, TV Pantanal 22.1, o Instituto de Pesquisa Gazeta Dados, Gráfica Millenium e o Portal Gazeta Digital.

Copyright© 2020 - Gazeta Digital - Todos os direitos reservados Logo Trinix Internet

É proibida a reprodução do conteúdo desta página em qualquer meio de comunicação, eletrônico ou impresso, sem a devida citação da fonte.