Publicidade

Cuiabá, Segunda-feira 28/09/2020

Polícia - A | + A

QUEBROU A PORTA DE VIDRO 09.08.2020 | 10h08

Homem que agrediu servidor e ameaçou prefeito de Cuiabá era procurado por agredir servidor do Banco do Brasil

Facebook Print google plus

Christiano Antonucci/Secom

Christiano Antonucci/Secom

Gustavo Lima Franco, 29, preso na noite de sábado (8), após agredir um servidor da prefeitura ao ser flagrado tentando arrombar a porta da prefeitura regional Leste de Cuiabá, no Jardim das Américas e ameaçar a vida do prefeito Emanuel Pinheiro usando um machado, foi denunciado na última quinta-feira (6), após dar um soco no rosto de um servidor do Banco do Brasil. No ato, ele ainda quebrou a porta de vidro da agência bancária do Paiaguás. 

 

Boletim de ocorrência foi registrado pela Polícia Militar, por volta das 14h do dia 6. Segundo o gerente da agência, Gustavo esteve na unidade pedindo para encerrar o seu cartão de crédito. Ao explicar que teria que aguardar 48 horas, o agressor não gostou e ficou agressivo.

 

Leia também - Usando machado, homem tenta invadir prefeitura, agride funcionário e ameaça Emanuel Pinheiro

 

Segundo a vítima, ele começou a se comportar de maneira exaltada e desferiu um soco do lado esquerdo do servidor. PM foi acionada e ao deixar o local, Gustavo ainda quebrou um vidro da porta giratória e fugiu.

 

Em rondas, ele não foi localizado naquele dia. O caso foi registrado na Central de Flagrantes.

 

Nova agressão

Dessa vez, em um novo episódio de agressão, registrado na noite de sábado (8), no Jardim das Américas, Gustavo foi preso pela PM após ameaçar e agredir um servidor da prefeitura Regional Leste. Ele foi flagrado tentando arrombar a porta do órgão.

 

Ao ser questionado da atitude, foi para cima do servidor, danificando ainda a motocicleta dele. Mas, o que o agressor queria mesmo era ‘entregar um presente’ ao prefeito Emanuel Pinheiro. Com um machado em mãos, foi andando até a casa do chefe do executivo, mas foi alcançado pelos policiais e preso.  

 

Ameaçou vereador de morte

Histórico criminal do agressor só em 2020 não para por aí. Em fevereiro, foi denunciado por ameaçar e incitar a morte o vereador de Cuiabá, Toninho de Souza, em uma postagem em rede social.

 

“Deixa eu perguntar, vocês já se acostumaram com a possibilidade de morte do Toninho de Souza? Pois provavelmente em uma manifestação, se o povo perder o controle, pode acabar de forma bem cruel”, dizia trecho da publicação.

 

Nas redes sociais, ele se mostra oposição ao prefeito Pinheiro. Além disso, compartilha mensagens em tom ameaçador. Foi contra a cassação do vereador Abílio Júnior e esteve em manifestações na Casa de Leis de Cuiabá.

 

Prefeito repudia violência e pede investigação, veja a nota na íntegra:

"O prefeito de Cuiabá, Emanuel Pinheiro, repudia atos de violência e que contrariem a liberdade de expressão e divergências políticas. O chefe do executivo reforça sua confiança nas autoridades policiais para apuração dos fatos para que se identifique a autoria dos atos que afrontam a democracia, sua família e sua segurança.

 

Na noite de sábado (8/8), um homem, que já havia sido detido por ameaçar autoridades políticas, agrediu um segurança lotado na Regional Leste (que fica no bairro Jardim das Américas), quebrou a porta da unidade pública com um machado e se deslocava para casa do prefeito, mas acabou preso pela Polícia Militar. Posteriormente, ele encaminhado até à Delegacia da Polícia Civil.  O segurança agredido, de 42 anos, prestou queixa e foi submetido a exame de corpo de delito."

Voltar Imprimir

Publicidade

Comentários

Enquete

Na sua opinião, por que tantos candidatos milionários querem entrar na política?

Parcial

Edição digital

Segunda-feira, 28/09/2020

imagem
imagem
imagem
imagem
imagem
imagem

Publicidade

btn-4

Indicadores

Milho Disponível R$ 21,50 -0,46%

Algodão R$ 93,09 -1,00%

Boi a Vista R$ 135,00 0,00%

Soja Disponível R$ 75,50 0,00%

Publicidade

Classi fácil
btn-loja-virtual

Publicidade

Mais lidas

Publicidade

O Grupo Gazeta reúne veículos de comunicação em Mato Grosso. Foi fundado em 1990 com o lançamento de A Gazeta, jornal de maior circulação e influência no Estado. Integram o Grupo as emissoras Gazeta FM, FM Alta Floresta, FM Barra do Garças, FM Poxoréu, Cultura FM, Vila Real FM, TV Vila Real 10.1, TV Pantanal 22.1, o Instituto de Pesquisa Gazeta Dados, Gráfica Millenium e o Portal Gazeta Digital.

Copyright© 2020 - Gazeta Digital - Todos os direitos reservados Logo Trinix Internet

É proibida a reprodução do conteúdo desta página em qualquer meio de comunicação, eletrônico ou impresso, sem a devida citação da fonte.