Publicidade

Cuiabá, Sexta-feira 07/08/2020

Polícia - A | + A

deixou com medo de blitz 15.07.2020 | 16h41

Menor levou armas para exibir para familiares da namorada

Facebook Print google plus

Reprodução

Reprodução

A adolescente de 14 anos, que atirou na amiga, Isabele Guimarães Ramos, disse em depoimento na Delegacia Especializada de Homicidios e Proteção à Pessoa (DHPP), na última terça-feira (14), que seu namorado, de 16 anos, levou duas armas para mostrar aos seus familiares, pois todos praticavam tiro esportivo. Ele pediu ainda para deixar o case com as armas em sua casa, por medo de ser pego em uma blitz.


Ao ser ouvida pela polícia, a adolescente disse que o namorado foi até a sua casa por volta de 15h e levou duas armas de fogo, sem avisar previamente.

 

Em seguida, ele exibiu as armas – pistola Imbel calibre 380 e Tanfoglio Open - para quem estava no ambiente, relatando que conquistou dois campeonatos com elas. A adolescente também pegou a arma, e não reparou se estava carregada.

 

Após exibir para amigos e familiares da adolescente, ele pediu para o empresário Marcelo Martins Cestari, se podia guardar as armas no local, com medo de ser pego numa blitz na volta.

 

Marcelo concordou e solicitou que alguém guardasse a arma no closet, sendo que a filha se prontificou a fazê-lo. Ela observou que neste momento a amiga, Isabele, subiu as escadas em direção ao seu quarto e foi atrás dela. Em seguida, o disparo aconteceu, enquanto Isabele estava no banheiro e a menor deixou o case cair, ao bater na porta. 

 

Leia também - Adolescente diz que pode ter apertado o gatilho ao guardar arma no case

 

O homicídio ocorreu na noite de domingo (12), no condomínio Alphaville Cuiabá. A adolescente apresentou a versão na Delegacia de Homicídios e Proteção à Pessoa. Revelou que, pouco antes do fato, bateu à porta do banheiro da suíte onde estavam para chamar Bel, quando a caixa com as 2 armas caiu. O projétil entrou pela narina e atravessou a cabeça da vítima. Poucas horas antes do depoimento, Bel foi sepultada em Cuiabá.

Voltar Imprimir

Publicidade

Comentários

Natan de Queiroz - 21/07/2020

Todos os comentários aqui levantam questões sereias! Toda pessoa que manuseia armas sabe a diferença de peso entre uma arma municiada ou não, o pesso é discrepante, e outra, se fosse pelo menos uma pistola Tauros, essa sim dispara por qualquer coisa!

cidão - 15/07/2020

Conversa fiada sou ex-militar do exército essa história esta mal-contada, se ela pratica tiro tinha noção como poderia acontecer isso, e o cara campeão de tiro cometer um erro desses. E o pai iresponsavel deixar um bando de menores ficar com armas no quarto quem pratica tiro sabe disso,alem do mais no brasil é proibido menores pegar em armas ou praticar tiros! eles querem é proteger alguém,eu espero que imprensa nos mantenha informado disso por estamos no século 21.

2 comentários

1 de 1

Enquete

Após a reabertura dos shoppings, você voltou a frequentar como antes da pandemia?

Parcial

Edição digital

Sexta-feira, 07/08/2020

imagem
imagem
imagem
imagem
imagem
imagem

Publicidade

btn-4

Indicadores

Milho Disponível R$ 19,20 -2,54%

Algodão R$ 92,04 0,24%

Boi a Vista R$ 135,28 -0,35%

Soja Disponível R$ 67,50 -0,30%

Publicidade

Classi fácil
btn-loja-virtual

Publicidade

Mais lidas

Publicidade

O Grupo Gazeta reúne veículos de comunicação em Mato Grosso. Foi fundado em 1990 com o lançamento de A Gazeta, jornal de maior circulação e influência no Estado. Integram o Grupo as emissoras Gazeta FM, FM Alta Floresta, FM Barra do Garças, FM Poxoréu, Cultura FM, Vila Real FM, TV Vila Real 10.1, TV Pantanal 22.1, o Instituto de Pesquisa Gazeta Dados, Gráfica Millenium e o Portal Gazeta Digital.

Copyright© 2020 - Gazeta Digital - Todos os direitos reservados Logo Trinix Internet

É proibida a reprodução do conteúdo desta página em qualquer meio de comunicação, eletrônico ou impresso, sem a devida citação da fonte.