Publicidade

Cuiabá, Terça-feira 01/12/2020

Polícia - A | + A

EM BANCO 31.10.2019 | 07h20

Mortos pela PM são suspeitos de latrocínio de empresário em Cuiabá

Facebook Print google plus

Divulgação

Divulgação

Polícia está investigando se os 5 mortos em confronto no final da tarde de quarta-feira (30), na Estrada do Manso, estavam envolvidos no latrocínio que vitimou o empresário Carlos Lock, 62, no começo do mês de outubro, na porta de um banco localizado na Fernando Corrêa da Costa.

 

A informação partiu de uma denúncia anônima. Acontece que, antes da perseguição, a equipes da Ronda Ostensiva Tático Móvel (Rotam) estavam em rondas na região do 3º Batalhão quando receberam uma denúncia sobre a quadrilha.

 

Leia também - Empresário baleado em roubo no Itaú morre em hospital

 

Conforme apurado, a pessoa estava bastante amedrontada e não quis se identificar, consta no boletim de ocorrência. Foi relatado que o grupo estava prestes a realizar um arrastão na região de chácaras no Manso e que eles estavam envolvidos no latrocínio do empresário Carlos Locks, em 1º de outubro.

 

A vítima foi baleada na porta do banco quando chegava com uma maleta de dinheiro. Foi socorrido, ficou internado, mas não resistiu e morreu dias depois.

 

Polícia Civil, por meio da Delegacia Especializada de Homicídio e Proteção à Pessoa (DHPP), deve investigar a denúncia. 

 

TROCA DE TIROS

 

A denúncia relatou ainda que os suspeitos estavam divididos em dois carros, sendo um vermelho e o outro Gol branco. Duas equipes da Rotam foram para o local e encontraram um dos carros próximo de um campo de golfe.

 

Os ocupantes não respeitaram os sinais de parada e empreenderam fuga. Só pararam na lateral da estrada, quando 3 suspeitos desembarcaram já com armas em punho e começaram a atirar contra os policiais. Os policiais revidaram.

 

Momento em que o outro veículo passou pela ocorrência e foi seguido por outra equipe, iniciando uma nova troca de tiros. No segundo carro estavam dois suspeitos. Todos os suspeitos foram alvejados.

 

 Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (Samu) foi acionado, mas os policiais acabaram trazendo os baleados na viatura para o Pronto-Socorro de Cuiabá.

 

Três morreram ainda no local e outros dois foram socorridos pelo Samu ainda com vida. No entanto, não resistiram aos ferimentos e acabaram morrendo. 

 

Polícia divulgou apenas as iniciais dos mortos. No entanto, um deles fazia uso de tornozeleira eletrônica e, conforme apurado pela reportagem, foi identificado como Francisco Júnior de Carvalho, de 32 anos.

Voltar Imprimir

Publicidade

Comentários

Marcos Justos - 31/10/2019

Parabéns a nossa Gloriosa PM de MATO GROSSO. É Isso que a Sociedade espera, atuação com eficiência por parte da Pm. Revidando a Altura. Nada de atirar livros em bandido.

1 comentários

1 de 1

Enquete

Com o resultado da eleição, você acredita em uma Cuiabá melhor a partir de 2021

Parcial

Edição digital

Terça-feira, 01/12/2020

imagem
imagem
imagem
imagem
imagem
imagem

Publicidade

btn-4

Indicadores

Milho Disponível R$ 61,00 -0,81%

Algodão R$ 127,44 0,81%

Boi à vista R$ 252,99 0,02%

Soja Disponível R$ 154,00 -3,75%

Publicidade

Classi fácil
btn-loja-virtual

Publicidade

Mais lidas

Publicidade

O Grupo Gazeta reúne veículos de comunicação em Mato Grosso. Foi fundado em 1990 com o lançamento de A Gazeta, jornal de maior circulação e influência no Estado. Integram o Grupo as emissoras Gazeta FM, FM Alta Floresta, FM Barra do Garças, FM Poxoréu, Cultura FM, Vila Real FM, TV Vila Real 10.1, TV Pantanal 22.1, o Instituto de Pesquisa Gazeta Dados, Gráfica Millenium e o Portal Gazeta Digital.

Copyright© 2020 - Gazeta Digital - Todos os direitos reservados Logo Trinix Internet

É proibida a reprodução do conteúdo desta página em qualquer meio de comunicação, eletrônico ou impresso, sem a devida citação da fonte.