Publicidade

Cuiabá, Sábado 19/10/2019

Polícia - A | + A

PREMEDITADO 09.05.2019 | 10h33

Polícia Civil prende dois envolvidos em roubo de frigorífico em Várzea Grande

Facebook Print google plus

Investigações são realizadas pela Derf/VG

Dois suspeitos de integrar uma associação criminosa envolvida no roubo de um frigorífico foram presos pela Polícia Civil, na quarta-feira (08), durante trabalho investigativo da Delegacia Especializada de Roubos e Furtos de Várzea Grande (Derf-VG).

 

O assalto, planejado por um funcionário, tinha o objetivo de roubar o pagamento do mês e a valiosa “Pedra do Rim do Boi”, avaliada em mais de R$ 200 o grama.

 

Leia também - Homem é preso após invadir duas casas em Cuiabá

 

O funcionário da empresa, Marllon Vinicius Leite da Rosa, 22, e seu comparsa, Luiz Henrique Fidélis de Figueiredo, 24, foram autuados em flagrante pelos crimes de roubo majorado pelo concurso de pessoas e pelo emprego de arma de fogo e associação criminosa armada. 

 

Um terceiro suspeito também foi identificado e está foragido.

 

Os suspeitos foram identificados pela equipe da Derf-VG como envolvidos no roubo do frigorífico, ocorrido na noite de segunda-feira (06), no bairro Souza Lima em Várzea Grande.

 

Na ocasião, cinco homens armados invadiram o estabelecimento e após renderem os funcionários, subtraíram diversos objetos da empresa e das vítimas.

 

Assim que foram acionados do roubo, os policiais da Derf-VG iniciaram as diligências conseguindo identificar os autores do crime.

 

Segundo as investigações, Marllon, por ser funcionário da empresa tinha informações privilegiadas sobre a rotina, funcionamento e segurança do local .

 

De acordo com a delegada, Elaine Fernandes da Silva, no dia do crime, os funcionários localizaram em um dos cortes a chamada “Pedra do Rim do Boi”, a qual o preço de mercado é avaliado em aproximadamente R$ 200 o grama.

 

O funcionário Marllon por atuar no abate do gado, tinha essa informação.

 

Durante a ação, os criminosos foram extremamente violentos, agindo com ameaças e chegando a agredir as vítimas com coronhadas na cabeça.

 

Acreditando que o bem valioso ainda estava no local, ao entrarem no estabelecimento, os assaltantes exigiram o cofre e a “pedra”, demonstrando que tinham conhecimento do que acontecia na empresa.

 

“Além do pagamento, os criminosos queriam roubar a pedra que foi encontrada naquele dia. A pedra do calculo biliar bovino, tem o valor econômico altíssimo, sendo usada na fabricação de medicamentos e muito valorizada no oriente médio”, disse a delegada.

 

Na manhã seguinte, Marllon faltou ao trabalho, fato que levantou suspeitas, uma vez que o suspeito não compareceu nem mesmo para receber o pagamento.

 

Dando continuidade as diligências, os investigadores foram até a casa do suspeito, que tentou fugir ao perceber a presença dos policiais, porém acabou detido.

 

Em análise no aparelho celular do investigado, foi verificado que ele apagou todas as conversas por mensagens, porém havia uma chamada de vídeo para seu comparsa Luiz Henrique.

 

Com a informação de que Luiz Henrique estava em uma residência em Cuiabá, os policiais foram até o endereço, onde realizaram a sua prisão.

 

Durante a abordagem o suspeito também tentou fugir porém foi detido pelos policiais.

 

No celular dele foram encontradas várias conversas com o terceiro comparsa (já identificado), que com detalhes sobre o roubo e que sobre a ação da Polícia.

 

Diante das evidências, os suspeitos foram conduzidos a Derf-VG, onde após serem interrogados foi lavrado o flagrante.

 

As investigações estão em andamento para identificar e prender os demais envolvidos no crime.

 

Voltar Imprimir

Publicidade

Comentários

Jornal do Meio Dia - JM

Jornal do Meio Dia - JM

GD

GD

Enquete

O governo tem um ministro condenado, três denunciados e dois investigados. Está na hora de fazer trocas?

Parcial

Edição digital

Sábado, 19/10/2019

imagem
imagem
imagem
imagem
imagem
imagem

Publicidade

btn-4

Indicadores

Milho Disponível R$ 19,45 0,26%

Algodão R$ 89,87 -0,54%

Boi a Vista R$ 129,83 -0,13%

Soja Disponível R$ 66,30 0,00%

Publicidade

Classi fácil
btn-loja-virtual

Publicidade

Mais lidas

Publicidade

O Grupo Gazeta reúne veículos de comunicação em Mato Grosso. Foi fundado em 1990 com o lançamento de A Gazeta, jornal de maior circulação e influência no Estado. Integram o Grupo as emissoras Gazeta FM, FM Alta Floresta, FM Barra do Garças, FM Poxoréu, Cultura FM, Vila Real FM, TV Vila Real, o Instituto de Pesquisa Gazeta Dados, Gráfica Millenium e o Portal Gazeta Digital.

Copyright© 2019 - Gazeta Digital - Todos os direitos reservados Logo Trinix Internet

É proibida a reprodução do conteúdo desta página em qualquer meio de comunicação, eletrônico ou impresso, sem a devida citação da fonte.