Publicidade

Cuiabá, Quarta-feira 12/08/2020

Polícia - A | + A

flagrado com maconha 05.06.2020 | 17h08

Preso com tornozeleira desligada, acusado tenta subornar PMs e diz ter R$ 1,5 milhão

Facebook Print google plus

PMMT

PMMT

Polícia Militar prendeu dois homens com porções de maconha e munição calibre 765, no bairro Água Vermelha, em Várzea Grande, durante a madrugada desta sexta-feira (5).

 

Levados para a delegacia, um dos suspeitos tentou subornar os militares dizendo que possuí R$ 1,5 milhão oriundos da explosão de caixas eletrônico para não ir preso. Ele ainda usou o nome do irmão.

 

Por volta de 1h da madrugada, policiais faziam rondas pela rua O, quando avistaram um dos suspeitos falando ao celular embaixo de uma árvore em atitude suspeita. O homem foi abordado e com ele foi encontrada uma chave de um carro que não estava no local.

 

Os policiais desconfiaram do suspeito, que aparentava nervosismo e pediu a ele que levasse a equipe até o veículo. A polícia foi até a rua Boa Vista e localizou o carro VW Polo. Debaixo do banco do motorista do automóvel foi encontrado 5 porções de maconha.

 

Foi verificado pelos policiais que o homem havia dado o nome do irmão e que estava com uma tornozeleira eletrônica desligada desde o dia 24 de abril, ele foi preso em flagrante por tráfico de drogas.

 

Durante a ocorrência, outro suspeito saiu na porta de uma residência e ao se deparar com os policiais, tentou fugir. O homem foi detido, com ele foram apreendidos uma porção de maconha e uma munição calibre 765. Os dois suspeitos foram conduzidos à delegacia.

 

Durante a confecção do boletim de ocorrência na Central de Flagrantes, o suspeito que deu o nome do irmão, tentou subornar a equipe da PM, declarando que tem R$ 1,5 milhão, dinheiro de furtos a caixas eletrônicos de uma agência bancária no bairro CPA e outra no município de Poconé.  O homem disse ainda que “pagaria qualquer um para que não fosse preso e que iria dar trabalho à Polícia Militar”.  (Com informações da assessoria) 

 

A Polícia Judiciária Civil vai investigar o caso.

 

Serviço

A sociedade pode contribuir com as ações da Polícia Militar de qualquer cidade do Estado, pelo 190 ou, sem precisar se identificar, por meio do disque-denúncia 0800.65.3939. Nesse número, sem custo de ligação, qualquer cidadão pode informar situações suspeitas ou crimes.

Voltar Imprimir

Publicidade

Comentários

Enquete

Toda a polêmica envolvendo a morte da adolescente é por dúvida se o tiro foi acidental?

Parcial

Edição digital

Quarta-feira, 12/08/2020

imagem
imagem
imagem
imagem
imagem
imagem

Publicidade

btn-4

Indicadores

Milho Disponível R$ 21,20 0,95%

Algodão R$ 92,26 -0,16%

Boi a Vista R$ 128,33 0,65%

Soja Disponível R$ 65,40 0,15%

Publicidade

Classi fácil
btn-loja-virtual

Publicidade

Mais lidas

Publicidade

O Grupo Gazeta reúne veículos de comunicação em Mato Grosso. Foi fundado em 1990 com o lançamento de A Gazeta, jornal de maior circulação e influência no Estado. Integram o Grupo as emissoras Gazeta FM, FM Alta Floresta, FM Barra do Garças, FM Poxoréu, Cultura FM, Vila Real FM, TV Vila Real 10.1, TV Pantanal 22.1, o Instituto de Pesquisa Gazeta Dados, Gráfica Millenium e o Portal Gazeta Digital.

Copyright© 2020 - Gazeta Digital - Todos os direitos reservados Logo Trinix Internet

É proibida a reprodução do conteúdo desta página em qualquer meio de comunicação, eletrônico ou impresso, sem a devida citação da fonte.