Publicidade

Cuiabá, Sábado 07/12/2019

Polícia - A | + A

estratégia errada 06.11.2019 | 18h03

Preso em SP ex-PM condenado a 100 anos fugitivo da Rotam

Facebook Print google plus
Ana Flávia Corrêa

anaflavia@gazetadigital.com.br

Otmar de Oliveira/Montagem

Otmar de Oliveira/Montagem

Foragido há um mês, o ex-cabo do Batalhão de Ronda Ostensiva Tático Metropolitana (Rotam), Helbert de França Silva, 41, foi detido no início da tarde desta quarta-feira (6) na cidade de Diadema, em São Paulo. Ele é acusado de envolvimento em um grupo criminoso que cometeu diversos homicídios em Mato Grosso.

 

Ele estava detido no Batalhão da Rotam, condenado a mais de 100 anos de prisão, quando fugiu no dia 6 de outubro. Prisão foi possível por meio de ação conjunta entre Polícias Militares de São Paulo e Mato Grosso. 

 

No momento da prisão, Helbert estava na casa de um parente junto com a sua mulher. Os dois estavam de malas prontas e levantaram suspeitas de que poderiam estar fugindo para outro local.

 

Denúncia de que o ex-cabo teria deixado Mato Grosso em um carro locado ampliou possibilidades de buscas e permitiu monitoramento por sistemas de controle de circulação de veículos em rodovias. 

 

Após cruzamento de dados, a diretoria de inteligência da polícia chegou a conclusão de que o foragido poderia estar no estado de São Paulo, especificamente em Diadema. Polícia do estado, então, foi acionada. 

 

Crimes   

 

De acordo com as investigações do Ministério Público Estadual (MPE), o grupo 'Os Mercenários' era formado por aproximadamente 6 policiais, além de civis, que se associaram em estrutura ordenada e caracterizada pela divisão de tarefas. Eles tinham como objetivo obter, direta ou indiretamente, vantagens de qualquer natureza, mediante a prática de infrações penais. 

 

Integrantes do grupo possuíam aparato para cometer crimes, como armamento sofisticado, rádio amador, silenciador de tiros e diversos carros e motocicletas com placas frias. Estima-se que dezenas de pessoas tenham sido vítimas do grupo.

Voltar Imprimir

Publicidade

Comentários

Enquete

Racismo, fake news e ganância são alguns dos sambas-enredo deste ano. O Carnaval deve ser politizado?

Parcial

Edição digital

Sábado, 07/12/2019

imagem
imagem
imagem
imagem
imagem
imagem

Publicidade

btn-4

Indicadores

Milho Disponível R$ 20,20 -0,25%

Algodão R$ 90,78 -0,32%

Boi a Vista R$ 132,65 0,06%

Soja Disponível R$ 66,50 0,76%

Publicidade

Classi fácil
btn-loja-virtual

Publicidade

Mais lidas

Publicidade

O Grupo Gazeta reúne veículos de comunicação em Mato Grosso. Foi fundado em 1990 com o lançamento de A Gazeta, jornal de maior circulação e influência no Estado. Integram o Grupo as emissoras Gazeta FM, FM Alta Floresta, FM Barra do Garças, FM Poxoréu, Cultura FM, Vila Real FM, TV Vila Real, o Instituto de Pesquisa Gazeta Dados, Gráfica Millenium e o Portal Gazeta Digital.

Copyright© 2019 - Gazeta Digital - Todos os direitos reservados Logo Trinix Internet

É proibida a reprodução do conteúdo desta página em qualquer meio de comunicação, eletrônico ou impresso, sem a devida citação da fonte.