Publicidade

Cuiabá, Sexta-feira 18/09/2020

Polícia - A | + A

MUNIÇÃO NÃO LETAL 10.08.2020 | 10h36

Preso por ameaçar Emanuel Pinheiro tenta fugir e acaba baleado no Capão Grande

Facebook Print google plus

Mayke Toscano/Secom

Mayke Toscano/Secom

Gustavo Lima Franco, 29, preso após agredir servidor da Prefeitura de Cuiabá usando um machado e ameaçar invadir a casa do prefeito Emanuel Pinheiro (MDB) no sábado (8), foi atingido por disparos de armas de borracha dos policiais penais da Cadeia Pública do Capão, após tentar fugir do ato de prisão no domingo (9). Apesar disso, ele conseguiu alvará de soltura e ganhou liberdade horas depois do fato.

 

Consta no boletim de ocorrência que 5 policiais penais faziam o acompanhamento dos presos para o Centro de Detenção Provisória, no Capão Grande, em Várzea Grande. Entre eles, estava Gustavo. Seu advogado afirmou que apresentaria seu diploma de curso superior para transferi-lo para o Centro de Custódia de Cuiabá (CCC).

 

Leia também - Homem é xingado de 'macaco' e atropelado pelo seu vizinho

 

Sendo assim, Gustavo passou a apresentar resistência e disse que não seria revistado. Que devido à sua escolaridade, não queria ficar no local e, ao desobedecer os policiais, acabou tentando fugir da unidade pelo portão principal. Para conter o homem, foi necessário realizar disparos de arma não letal.

 

Só depois do terceiro disparo, que atingiu sua perna, Gustavo caiu no solo. Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (Samu) foi acionado e acompanhou o preso em uma unidade de saúde. 

 

Liberdade

Em nota, a Secretaria de Estado de Segurança Pública (Sesp) confirmou o fato. "Homem preso acusado de agredir um servidor da Prefeitura de Cuiabá e tentar agredir o prefeito, Emanuel Pinheiro, atentou também contra os policiais da Cadeia Pública de Várzea Grande (Capão Grande), neste domingo (9). Ele tentou resistir aos procedimentos de revista quando ingressou na unidade, no sábado (8), alegando ter nível superior, mas foi informado que todos os detidos devem ser revistados", diz trecho da publicação.

 

Após ser atingido pelas balas de borracha nas pernas, "O Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (Samu) foi acionado e os policiais penais o acompanharam até o Pronto Socorro, onde foram prestados os atendimentos necessários".

 

Por fim, a pasta afirmou que Gustavo já está em liberdade. "A Sesp informa ainda que o suspeito saiu da unidade neste domingo, em cumprimento de alvará expedido pela Justiça". 

 

Denunciado por agressão

Após a prisão em flagrante no sábado (8), veio à tona outro episódio de agressão envolvendo Gustavo. Dessa vez, registrado na agência do Banco do Brasil na quinta-feira (6), após ele dar um soco na cara de um servidor da unidade e fugir do local, quebrando o vidro da porta giratória.

 

Confusão ocorreu após Franco se mostrar descontente com o prazo de cancelamento de um cartão. Ele se exaltou, bateu no servidor e danificou a agência, fugindo em seguida. Caso foi registrado e ele estava sendo procurado pela polícia.

Voltar Imprimir

Publicidade

Comentários

Enquete

Denúncias de mulheres contra agressores demoram vir à tona por conta de posição social?

Parcial

Edição digital

Sexta-feira, 18/09/2020

imagem
imagem
imagem
imagem
imagem
imagem
imagem

Publicidade

btn-4

Indicadores

Milho Disponível R$ 21,60 -0,92%

Algodão R$ 91,33 1,01%

Boi a Vista R$ 135,83 0,00%

Soja Disponível R$ 65,20 0,08%

Publicidade

Classi fácil
btn-loja-virtual

Publicidade

Mais lidas

Publicidade

O Grupo Gazeta reúne veículos de comunicação em Mato Grosso. Foi fundado em 1990 com o lançamento de A Gazeta, jornal de maior circulação e influência no Estado. Integram o Grupo as emissoras Gazeta FM, FM Alta Floresta, FM Barra do Garças, FM Poxoréu, Cultura FM, Vila Real FM, TV Vila Real 10.1, TV Pantanal 22.1, o Instituto de Pesquisa Gazeta Dados, Gráfica Millenium e o Portal Gazeta Digital.

Copyright© 2020 - Gazeta Digital - Todos os direitos reservados Logo Trinix Internet

É proibida a reprodução do conteúdo desta página em qualquer meio de comunicação, eletrônico ou impresso, sem a devida citação da fonte.