Publicidade

Cuiabá, Sexta-feira 13/12/2019

Polícia - A | + A

operação 404 01.11.2019 | 16h15

Preso por pirataria em VG é flagrado com lista de 1,5 mil clientes

Facebook Print google plus
Ana Flávia Corrêa

anaflavia@gazetadigital.com.br

Otmar de Oliveira

Otmar de Oliveira

Prejuízo dado às empresas de canais por assinatura com a existência de sites ilegais é superior a R$ 9 bilhões, de acordo com o delegado Eduardo Botelho, da Gerência de Combate a Crimes de Alta Tecnologia (Gecat).

 

Leia também - Filha de procuradora é detida com maconha e pasta base em Cuiabá

 

Dois homens de Várzea Grande são suspeitos de venderem pacotes de canais por assinatura sem a autorização dos proprietários. Um foi detido nesta sexta-feira (1), no bairro Jardim Maringá I, em decorrência da Operação 404. O outro não foi localizado.

 

Com o suspeito, foi encontrado um computador e um aparelho celular com a lista de 1,5 mil nomes de clientes. Eles podem responder por receptação. 

 

“O contrato com uma televisão por assinatura convencional tem em média o valor de R$ 250 mensais. O suspeito cobrava R$ 12 para disponibilizar os mesmos canais aos clientes que contratavam seus serviços”, explicou o delegado.

 

Operação foi deflagrada pelo Ministério da Justiça e Segurança Pública em 12 estados do país, com o objetivo de reduzir a presença de sites de downloads e aplicativos ilegais que abastecem a rede com filmes e séries.

 

Ao todo, foram 30 mandados de busca e apreensão, além da suspensão de 210 sites e 100 aplicativos de streaming ilegal. As investigações continuam para identificar pessoas que adquiriram o pacote ilícito de canais.

 

Além de Mato Grosso, operação foi realizada em Amazonas, Bahia, Espírito Santo, Goiás, Minas Gerais, Rio Grande do Norte, Rio Grande do Sul, Paraíba, Pernambuco, Santa Catarina e São Paulo.

 

Nome da operação é alusão ao número do protocolo HTTP de erro, indicando que uma página da web não foi encontrada. (Com informações da assessoria). 

 

Voltar Imprimir

Publicidade

Comentários

Enquete

Qual sua opinião sobre a propaganda partidária em rádio e TV?

Parcial

Edição digital

Sexta-feira, 13/12/2019

imagem
imagem
imagem
imagem
imagem
imagem

Publicidade

btn-4

Indicadores

Milho Disponível R$ 22,10 -10,16%

Algodão R$ 93,57 0,71%

Boi a Vista R$ 135,50 0,00%

Soja Disponível R$ 69,30 -0,29%

Publicidade

Classi fácil
btn-loja-virtual

Publicidade

Mais lidas

Publicidade

O Grupo Gazeta reúne veículos de comunicação em Mato Grosso. Foi fundado em 1990 com o lançamento de A Gazeta, jornal de maior circulação e influência no Estado. Integram o Grupo as emissoras Gazeta FM, FM Alta Floresta, FM Barra do Garças, FM Poxoréu, Cultura FM, Vila Real FM, TV Vila Real, o Instituto de Pesquisa Gazeta Dados, Gráfica Millenium e o Portal Gazeta Digital.

Copyright© 2019 - Gazeta Digital - Todos os direitos reservados Logo Trinix Internet

É proibida a reprodução do conteúdo desta página em qualquer meio de comunicação, eletrônico ou impresso, sem a devida citação da fonte.