Publicidade

Cuiabá, Sábado 14/12/2019

Polícia - A | + A

assassino cruel 07.09.2019 | 12h07

Suspeito de matar namorado e sogro roubou arma de avó da vítima

Facebook Print google plus

Reprodução/João Vieira

Reprodução/João Vieira

A primeira Promotoria de Justiça Criminal de Chapada dos Guimarães, do Ministério Público Estadual (MPE), informou neste sábado (7) que está acompanhando as investigações do duplo homicídio e uma tentativa por violência doméstica ocorrido na última quinta-feira (5), às 19h30, na comunidade de Lagoinha.

O acusado de matar a namorada de apenas 17 anos e o pai da jovem, Luiz Felipe da Silva Alves, 24, está foragido. Ele ainda atirou contra a sogra, que está internada em estado grave no Pronto-Socorro de Várzea Grande. O suspeito tem um mandato prisão aberto por estupro cometido em outra cidade. Desde sexta-feira, a polícia está em buscas contínuas para prender o suspeito.

 

Leia também - Exame genético confirma coautoria de viúvo na morte da mulher


A adolescente A.G.S.B e seu pai morreram no local do crime. A  mãe, segundo a promotora de Justiça Solange Linhares, encontra-se em estado grave. De acordo com as informações, o suspeito subtraiu a arma da família do avô da namorada para cometer os crimes. 


Conforme a promotora de Justiça, os fatos relacionados ao crime chegaram ao conhecimento da polícia no dia 26 de agosto, quando a jovem e a sua mãe registraram boletim de ocorrência por ameaça e estupro. No mesmo dia, várias providências foram adotadas mas, infelizmente, não foram suficientes para evitar as mortes.

Tragédia anunciada 

A adolescente A.G.S.B, que até 2018  vivia com a vó no município de Juara (a 754 Km de Chapada dos Guimarães),  sofreu, em menos de um ano de namoro, a primeira ameaça do seu namorado e principal suspeito do crime, Luiz Felipe da Silva Alves. Desde o início do relacionamento, conforme consta em seu depoimento à Polícia Civil, o namorado dizia  que não gostava de ser contrariado e a primeira comprovação veio após ela ter se recusado a manter relação sexual.


Assustada, a jovem relata que tentou terminar o namoro, mas ele não aceitou,  disse que estava fora de si e que isso não aconteceria mais. Mesmo com medo, ela conta que não conseguiu por fim a relação. No dia 24 de agosto, dois dias antes de seu aniversário, seus pais estavam preparando a comemoração quando ela disse que foi até a casa do namorado e ele não a deixou sair com sua irmã, levando-a a um quarto e novamente com um revólver forçou-a a manter relação sexual.

Ao voltar para a casa dos pais, onde já estava acontecendo a festa, A.G.S.B disse ter contato para uma amiga o ocorrido que a orientou a falar para a sua mãe. Após tomar conhecimento dos fatos, a mãe da vítima, Cristiane da Silva Belém, decidiu registrar o boletim de ocorrência na delegacia de Chapada dos Guimarães. (Com informações da assessoria)

Voltar Imprimir

Publicidade

Comentários

Enquete

Os políticos estão interessados na crise climática mundial?

Parcial

Edição digital

Sábado, 14/12/2019

imagem
imagem
imagem
imagem
imagem
imagem

Publicidade

btn-4

Indicadores

Milho Disponível R$ 21,80 -0,91%

Algodão R$ 96,32 0,55%

Boi a Vista R$ 133,00 0,45%

Soja Disponível R$ 67,70 0,15%

Publicidade

Classi fácil
btn-loja-virtual

Publicidade

Mais lidas

Publicidade

O Grupo Gazeta reúne veículos de comunicação em Mato Grosso. Foi fundado em 1990 com o lançamento de A Gazeta, jornal de maior circulação e influência no Estado. Integram o Grupo as emissoras Gazeta FM, FM Alta Floresta, FM Barra do Garças, FM Poxoréu, Cultura FM, Vila Real FM, TV Vila Real, o Instituto de Pesquisa Gazeta Dados, Gráfica Millenium e o Portal Gazeta Digital.

Copyright© 2019 - Gazeta Digital - Todos os direitos reservados Logo Trinix Internet

É proibida a reprodução do conteúdo desta página em qualquer meio de comunicação, eletrônico ou impresso, sem a devida citação da fonte.