Publicidade

Cuiabá, Sábado 26/09/2020

Política de MT - A | + A

DISPUTA DO ALENCASTRO 15.09.2020 | 20h04

Abílio oficializa candidatura e diz que não quer ganhar por 'WO'

Facebook Print google plus
Janaiara Soares e Khayo Ribeiro

redacao@gazetadigital.com.br

Assessoria

Assessoria

O vereador Abílio Júnior (Podemos) oficializou sua candidatura à disputa pela Prefeitura de Cuiabá e defendeu que não quer ganhar por 'WO', que é quando um concorrente vence de forma fácil por baixa dos adversário. A cerimônia que sacramentou o parlamentar à eleição foi realizada na tarde desta terça-feira (14), no Hotel Fazenda Mato Grosso, em Cuiabá.

 

À imprensa, Abílio afirmou que preza pela pluralidade de ideias em debate durante a corrida pela cadeira do Palácio Alencastro. Para o candidato, somente por meio da disputa de perspectivas a democracia cresce. O comentário a respeito da suposta vitória por WO foi feito após o vereador ser questionado sobre a saída de Fábio Garcia da disputa.

 

Leia também - PSOL sacramenta candidatura de Gilberto Lopes para Prefeitura de Cuiabá

 

Abílio foi questionado se espera uma reação de aproximação de Roberto França para composição de chapa. "Procurar nossa chapa é improvável e até estamos contando com a candidatura do Roberto França, assim como contava com a candidatura do Fábio Garcia e conta com a candidatura do Emanuel. Eu espero que o Emanuel não desista e que o Fábio também não. A gente não quer ganhar por WO", assegurou o vereador.

 

Abertamente opositor ao prefeito de Cuiabá, Emanuel Pinheiro (MDB), o vereador chegou a apontar que o emedebista estaria baixando o nível da eleição com sua possível candidatura à reeleição.

 

A chapa do Podemos, encabeçada por Abílio e que tem como vice-prefeito o também vereador Felipe Wellaton, acredita que está cada dia mais difícil para o prefeito se afastar das acusações de corrupção que pairam seu governo, sobretudo no que diz respeito ao caso do vídeo em que foi flagrado escondendo dinheiro no paletó.

 

Na convenção partidária, o Podemos também sacramentou a candidatura do deputado federal José Medeiros à disputa para o Senado, que também será realizada em novembro deste ano.

 

Sem suplência fechada, Medeiros disse acreditar na força da mudança concentrada pelo governo de Jair Bolsonaro. O apontamento do deputado foi feito em um cenário de disputa no qual o próprio presidente apoiou abertamente a candidatura de outra concorrente ao Senado de Mato Grosso, a tenente-coronel Rúbia Fernanda.

 

"Estamos juntos [o deputado e Bolsonaro], amanhã devo conversar com ele e dia 18 devo conversar com ele. Estamos juntos, continuo vice-líder dele lá na Câmara. Estivemos juntos no primeiro turno, no segundo turno da eleição. Estive junto com ele na apuração e estarei junto a ele no Senado", afirmou Medeiros.

Voltar Imprimir

Publicidade

Comentários

Enquete

Onze candidatos disputam o Senado, você acha que o número amplia o leque de propostas ou mostra a desunião da classe política?

Parcial

Edição digital

Sexta-feira, 25/09/2020

imagem
imagem
imagem
imagem
imagem
imagem

Publicidade

btn-4

Indicadores

Milho Disponível R$ 21,20 -0,70%

Algodão R$ 119,38 -0,23%

Boi a Vista R$ 133,33 0,00%

Soja Disponível R$ 67,60 0,00%

Publicidade

Classi fácil
btn-loja-virtual

Publicidade

Mais lidas

Publicidade

O Grupo Gazeta reúne veículos de comunicação em Mato Grosso. Foi fundado em 1990 com o lançamento de A Gazeta, jornal de maior circulação e influência no Estado. Integram o Grupo as emissoras Gazeta FM, FM Alta Floresta, FM Barra do Garças, FM Poxoréu, Cultura FM, Vila Real FM, TV Vila Real 10.1, TV Pantanal 22.1, o Instituto de Pesquisa Gazeta Dados, Gráfica Millenium e o Portal Gazeta Digital.

Copyright© 2020 - Gazeta Digital - Todos os direitos reservados Logo Trinix Internet

É proibida a reprodução do conteúdo desta página em qualquer meio de comunicação, eletrônico ou impresso, sem a devida citação da fonte.