Publicidade

Cuiabá, Sexta-feira 04/12/2020

Política de MT - A | + A

Críticas 21.11.2020 | 11h36

Adversário diz que é mudança, mas representa a velha política, diz Emanuel

Facebook Print google plus

Marcus Mesquita

Marcus Mesquita

O prefeito de Cuiabá e candidato à reeleição, Emanuel Pinheiro (MDB), afirmou que seu adversário no 2º turno das eleições se aliou ao governo do Estado, que adota uma “postura totalitária” e tenta a todo custo tirar a força popular e democrática da prefeitura da capital.

 

“Querem nos tirar a todo custo da prefeitura porque não somos meninos de recados, porque queremos o apoio do povo cuiabano e queremos a população ao nosso lado. Então, é necessário entender bem quem são os nossos adversários e quem está patrocinando nossos adversários”, disse Emanuel.

 

“O governo do Estado trai Cuiabá sem nenhuma responsabilidade com o futuro da gente cuiabana. Não interessa o preparo ou experiência de quem vai assumir a prefeitura. O que importa pra eles é tirar a força popular e democrática do 15 da prefeitura de Cuiabá”, emendou o prefeito.

 

As declarações foram dadas na noite da última quinta-feira (19), durante um grande ato popular em apoio a candidatura de Emanuel, realizado no Hotel Fazenda Mato Grosso.

 

Ao longo do evento, o emedebista ressaltou que sua administração age com respeito ao servidor público, às mulheres e aos direitos consagrados das minorias.

 

Segundo Emanuel, o governador do Estado “tomado pelo ódio e pelo rancor”, busca o poder pelo poder e dominar, além do Estado, a prefeitura de Cuiabá como forma de atender a seus interesses políticos e seus privados.

 

“Essa é a gestão do amor, do agregar,  do construir, do fazer e do realizar pela população cuiabana. Por isso, temos que partir pra cima do modelo totalitário que está no Estado de Mato Grosso, que quer violentar os direitos da população cuiabana. Nossa gestão cuidou com todo zelo e amor de Cuiabá e está incomodando as maiores autoridades desse Estado”, disse o prefeito.

 

“A máscara está caindo e é importante divulgar isso em todos os cantos de Cuiabá. Quem está patrocinando o nosso adversário é o Palácio Paiaguás. E é isso minha gente, a máscara caiu. O ódio que toma conta de nossos adversários vai encontrar aqui um grupo unido, uma verdadeira família, que tem a melhor gestão, as melhores propostas”.

 

Emanuel ainda pediu que cada um dos presentes no encontro peça votos de seus familiares, amigos, colegas de trabalho, uma vez que, as conquistas alcançadas pela população nos últimos quase quatro anos merecem ter continuidade. 

 

“Não podemos deixar que um grupo contra servidor, contra as mulheres, contra as minorias, o grupo da intolerância possa querer desbancar os avanços na sociedade cuiabana”, afirmou.  

 

“Vamos à luta, minha gente. Não vamos nos dispersar. Os avanços até aqui conquistados são patrimônio do povo cuiabano e ninguém tem o direito de tomar as conquistas estabelecidas para a população cuiabana”, concluiu. 

 

Pinheiro lamentou o emprego da “velha política do toma lá dá cá” e reforçou a necessidade de que essas 'artinhas' de cunho meramente eleitoreiras ainda sejam empregadas no pleito de 2020 pela candidatura adversária. “É preciso que as pessoas procurem saber sobre as ideias, sobre as concepções defendidas. Pesquisem, busquem saber. Reflitam sobre o comportamento que vem sendo apresentado ao longo dos anos.  O candidato opositor veio com um discurso de que é novo,  da mudança, mas,  pelo poder se aliou ao Mauro Mendes, Roberto França e Fábio Garcia. Pesquisem que são eles. Caiu a máscara, caiu o discurso ”, pediu Emanuel.  

 

Emanuel encabeça a coligação “A Mudança Merece Continuar”, composta por 11 partidos - MDB, PP, PV, PSDB, REPUBLICANOS, PL, PTC, PCdoB, PMB, PTB e SOLIDARIEDADE - e tem como candidato a vice-prefeito, José Roberto Stopa (PV).

Voltar Imprimir

Publicidade

Comentários

Aurelina - 21/11/2020

Emanuel Pinheiro será derrotado.

Diane Astrong - 21/11/2020

Emanuel Pinheiro será derrotado.

2 comentários

1 de 1

Enquete

Com o resultado da eleição, você acredita em uma Cuiabá melhor a partir de 2021

Parcial

Edição digital

Sexta-feira, 04/12/2020

imagem
imagem
imagem
imagem
imagem
imagem

Publicidade

btn-4

Indicadores

Milho Disponível R$ 59,80 -0,33%

Algodão R$ 126,90 -0,91%

Boi à vista R$ 249,16 -1,37%

Soja Disponível R$ 153,00 -0,97%

Publicidade

Classi fácil
btn-loja-virtual

Publicidade

Mais lidas

Publicidade

O Grupo Gazeta reúne veículos de comunicação em Mato Grosso. Foi fundado em 1990 com o lançamento de A Gazeta, jornal de maior circulação e influência no Estado. Integram o Grupo as emissoras Gazeta FM, FM Alta Floresta, FM Barra do Garças, FM Poxoréu, Cultura FM, Vila Real FM, TV Vila Real 10.1, TV Pantanal 22.1, o Instituto de Pesquisa Gazeta Dados, Gráfica Millenium e o Portal Gazeta Digital.

Copyright© 2020 - Gazeta Digital - Todos os direitos reservados Logo Trinix Internet

É proibida a reprodução do conteúdo desta página em qualquer meio de comunicação, eletrônico ou impresso, sem a devida citação da fonte.