Publicidade

Cuiabá, Terça-feira 07/04/2020

Política de MT - A | + A

crise do COVID-19 24.03.2020 | 12h20

Atraso de salários dos servidores é possibilidade, diz Mendes

Facebook Print google plus

Mayke Toscano/Secom-MT

Mayke Toscano/Secom-MT

O governador Mauro Mendes (DEM) afirmou, nesta terça-feira (24), que existe a possibilidade de atraso no salário dos servidores do Executivo, como consequência da crise causada pela pandemia do novo coronavírus. Segundo o gestor, a perspectiva é de uma queda de até 30% na arrecadação no próximo mês.

 

“Não gostaria que isso acontecesse, mas a possibilidade da arrecadação cair de 20% a 30%. Se anda pouca gente na rua, gasta menos combustível e entra menos ICMS do combustível. Há probabilidade de cair muito a receita”, esclareceu o governador.

 

Leia também - Estado proíbe bares e conveniências; restaurantes só delivery

 

Em entrevista à TVCA, Mendes reafirmou que os servidores não sairão ilesos da crise. “Não podemos ser uma ilha”. E que todos vão sofrer com a crise, mas, que para evitar danos maiores, é preciso que as empresas continuem trabalhando e gerando renda.

 

“Todos eles vão viver dificuldades. Não posso dizer nem sim, nem não. A minha vontade é pagar todo mundo e liberar de pagar ICMS. Mas como vou pagar salário se não entrar receita?”, argumentou.

 

De acordo com Mauro, para que a economia continue girando, é necessário que os servidores não parem, assim como a iniciativa privada. “Por isso digo aos servidores, precisamos continuar trabalhando. Se mandar todo mundo pra casa, quem vai rodar a folha de pagamento? No momento de crise, temos que tomar todos os cuidados, passar álcool em gel, manter distância das pessoas, mas precisamos continuar trabalhando”.

 

As consequências de se suspender o trabalho do comércio, indústria e outros setores, segundo Mauro, pode ser pior do que o próprio vírus. “Se pararmos de trabalhar, vamos morrer todo mundo de fome. Vai trazer consequências muito ruins para todos nós. Precisamos trabalhar e ter vida normal”.

Voltar Imprimir

Publicidade

Comentários

SILAINE FERRARI - 31/03/2020

Parabéns governador está certíssimo o mundo já enfrentou várias epidemias e não tínhamos álcool gel azitromicina e cloroquina...e todos continuavam guerreiramente trabalhando lutando...e agora...estamos sendo aterrorizados..pela mídia sou a favor da quarentena vertical só o grupo de risco deve cumprir!!!

Walter - 24/03/2020

Conversa afiada dele. O povo tá em casa mas ta gastando comprando ta vendendo por telefone ta pagando por apricativo isso aí é em consumo e deste consumo vai para o governo os impostos. Se o salário é pago o pessoal paga também água e Luz, abastecem o carro. Agora a crise vem se o governo nao6 pagar o salário dos servidores ai6 sim nao6 tem consumo e nao6 terá imposto

Luis - 24/03/2020

Pelo que eu sei só os servidores publicos estão trabalhando. Se o governo decretar para SERVIDORES FIQUEM EM CASA vira um deus nos acuda. Pessoal em quarentena reclusos em suas casas de campo vão levantar a voz e protestar. A medida certa é essa de ficar em casa só que tem que abranger todo mundo por 15 dias.

Márcia Santos - 24/03/2020

Declarações absurdas que contrariam toda a orientação da OMS. Realmente não somos uma ilha se outros Estados estão adotando medidas preventivas é porque não há sistema de saúde no Brasil que comporte tantos doentes. Nem a Europa saiu ilesa. O problema é a tradição de pagar salários baixíssimos como se fosse muito para a maioria da população. É o pobre que sustenta esses governos, num momento desses as famílias não tem reservas, e sim o Estado vai experimentar um pouco do que ele pratica.

HELO - 24/03/2020

E A VI DOS SEUS SECRETÁRIOS?

Elma - 24/03/2020

Bom aí vcs tiram conclusão que nenhum governador até agora nunca pensou em planejamento para mato grosso caso se tiver crise como nos ficaria ,ele só pensa nele dhro para ele não é problema , povo matogrossense vamos rever nosso conceito de política vamos começar a pensa nosso mt. Quem e rico sempre vai querer mas já está guardando para campanha.

EX ELEITOR DE TAQUES - 24/03/2020

REELEIÇÃO VEM AI . MAURO MENDES NUNCA MAIS

SERVIDOR REVOLTADO - 24/03/2020

ELE MOLHA A MÃO DO JUDICIÁRIO PRA QUANDO PRA QUANDO ELE PISAR NA BOLA NÃO SER PUNIDO. KKKKKKKKK

O servidor - 24/03/2020

Se hiuver atrazo do DIM DIM e so os servidores lamentar com alegria que papai do ceu agradece eu já previa esse comunicado do excelentíssimo governador

Laura - 24/03/2020

Criticaram tanto o presidente quando ele disse isso...Caiu a ficha???

13 comentários

1 de 2
Última

Enquete

A cloroquina está liberada para o tratamento dos pacientes do coronavírus no Brasil, mas a polêmica continua

Parcial

Edição digital

Terça-feira, 07/04/2020

imagem
imagem
imagem
imagem
imagem
imagem

Publicidade

btn-4

Indicadores

Milho Disponível R$ 22,10 -0,90%

Algodão R$ 95,26 -0,53%

Boi a Vista R$ 138,00 2,99%

Soja Disponível R$ 69,50 0,72%

Publicidade

Classi fácil
btn-loja-virtual

Publicidade

Mais lidas

Publicidade

O Grupo Gazeta reúne veículos de comunicação em Mato Grosso. Foi fundado em 1990 com o lançamento de A Gazeta, jornal de maior circulação e influência no Estado. Integram o Grupo as emissoras Gazeta FM, FM Alta Floresta, FM Barra do Garças, FM Poxoréu, Cultura FM, Vila Real FM, TV Vila Real, o Instituto de Pesquisa Gazeta Dados, Gráfica Millenium e o Portal Gazeta Digital.

Copyright© 2019 - Gazeta Digital - Todos os direitos reservados Logo Trinix Internet

É proibida a reprodução do conteúdo desta página em qualquer meio de comunicação, eletrônico ou impresso, sem a devida citação da fonte.