Publicidade

Cuiabá, Quarta-feira 28/10/2020

Política de MT - A | + A

AO CONTRÁRIO DE MENDES 19.09.2020 | 14h01

Botelho afirma que não apoiará Carlos Fávaro para o Senado

Facebook Print google plus
Thalyta Amaral e Noelisa Andreola

redacao@gazetadigital.com.br

Luiz Leite/Gazeta Digital

Luiz Leite/Gazeta Digital

O presidente da Assembleia Legislativa de Mato Grosso (ALMT), Eduardo Botelho (DEM), afirmou que não apoiará o senador interino Carlos Fávaro (PSD), na eleição suplementar para ocupar a vaga deixada pela ex-juíza Selma Arruda (Pode), que teve seu mandato cassado por uso de caixa 2. A declaração foi feita à imprensa neste sábado (19).


"Eu não vejo nele [Fávaro] representando a Baixada. Não vejo ele como quem olha para a agricultura familiar, não vejo ele como representante do povo. Por isso eu não tenho a tranquilidade de apoiar um candidato que representa só o agronegócio. Tem que apoiar o agronegócio, mas tem que representar também o pequeno, o feirante, o trabalhador da zona rural", afirmou.

 

Leia também - 'Sem recursos, coronel leiloa quadro para pagar despesas'


A opinião vai contra a do governador Mauro Mendes (DEM), que obteve liberação do partido para caminhar ao lado de Carlos Fávaro na corrida pela vaga no Legislativo, mesmo que Júlio Campos, da mesma sigla, tenha formado chapa com Nilson Leitão (PSDB) para ocupar a vaga de primeiro suplente.


Botelho ainda reforçou que não existe nenhum racha no partido, por mais que tenha ficado evidente nessas últimas semanas as diversas divergências internas.


"O DEM não está estremecido. Desde o começo, quando Júlio Campos era candidato do DEM, já estava definido que algumas pessoas iam ficar liberadas para apoiar outros candidatos. E assim aconteceu agora. Colocamos ele como primeiro suplente, mas o DEM liberou para apoiar outros candidatos, dentro de um combinado, não existe briga".


Questionado se o fato do ex-governador Pedro Taques ter entrado na disputa há poucos dias teria o feito repensar seu apoio, o deputado respondeu: "Na minha opinião não muda nada, não vejo que ele tenha chances reais de ganhar. Mesmo que tenha um grande percentual. Foi um dos melhores senadores que Mato Grosso já teve, mas não tem grupo. Eu acho que as chances dele são pequenas".

Voltar Imprimir

Publicidade

Comentários

Margarida Barros - 26/09/2020

Pode criticar o Favaro, é normal, pois todos nós sabemos que o seu candidato ao Senado, será o Nilson Leitão, que tem como 1° Suplente o seu parente e amigo Júlio Campos, do seu DEM. Vamos apenas aguardar Botelho.

Luis Carlos - 19/09/2020

Pedro Taques não precisa de grupo e sim de votos. Senado da República é lugar de legisladores. Foi um péssimo Governador, mas um excelente Senador. Único com capacidade de representar o Estado de Mato Grosso no Senado

2 comentários

1 de 1

Enquete

Com abertura do comércio, bares, igrejas e retomada de festas, você já retomou à rotina?

Parcial

Edição digital

Quarta-feira, 28/10/2020

imagem
imagem
imagem
imagem
imagem
imagem

Publicidade

btn-4

Indicadores

Milho Disponível R$ 61,60 0,16%

Algodão R$ 128,61 1,39%

Boi à vista R$ 247,18 2,04%

Soja Disponível R$ 165,00 0,92%

Publicidade

Classi fácil
btn-loja-virtual

Publicidade

Mais lidas

Publicidade

O Grupo Gazeta reúne veículos de comunicação em Mato Grosso. Foi fundado em 1990 com o lançamento de A Gazeta, jornal de maior circulação e influência no Estado. Integram o Grupo as emissoras Gazeta FM, FM Alta Floresta, FM Barra do Garças, FM Poxoréu, Cultura FM, Vila Real FM, TV Vila Real 10.1, TV Pantanal 22.1, o Instituto de Pesquisa Gazeta Dados, Gráfica Millenium e o Portal Gazeta Digital.

Copyright© 2020 - Gazeta Digital - Todos os direitos reservados Logo Trinix Internet

É proibida a reprodução do conteúdo desta página em qualquer meio de comunicação, eletrônico ou impresso, sem a devida citação da fonte.