Publicidade

Cuiabá, Sábado 15/08/2020

Política de MT - A | + A

Deu em A Gazeta 02.08.2020 | 07h26

Botelho assume disputa e cobra definição do DEM

Facebook Print google plus
Janaiara Soares e Pablo Rodrigo

redacao@gazetadigital.com.br

Fablício Rodrigues/AL-MT

Fablício Rodrigues/AL-MT

Cotado para ser o ‘nome do DEM’ nas próximas eleições municipais, o deputado estadual Eduardo Botelho, presidente da Assembleia Legislativa, já discursa como candidato a prefeito da Capital. Em entrevista ao jornal A Gazeta, ele diz que solicitou uma reunião decisiva com os diretórios estadual e municipal nos próximos 15 dias para que seja definido entre ele e Fabio Garcia, com quem deve concorrer internamente.

 

A ânsia por uma definição seria para que, depois disso, se começasse a construir as alianças políticas. Botelho acredita que seu nome seria o que mais agregaria setores da política. “Depois dessa definição, nós vamos dar um start nas conversações com as lideranças dos outros partidos. Eu não desisti, continuo à disposição. O importante é construir um projeto novo para Cuiabá, que na minha visão precisa abranger industrialização da cidade, agricultura familiar e geração de emprego”, ressaltou o deputado estadual.

 

Botelho, apesar de ser muito próximo de Emanuel Pinheiro (MDB), que atualmente está à frente da Prefeitura de Cuiabá e não definiu se disputa a reeleição, é filiado ao partido do governador Mauro Mendes (DEM), desafeto do gestor da Capital. O deputado, porém, descarta a possibilidade de sua candidatura ser uma forma de conciliação entre os políticos.

 

O fator Emanuelzinho
Emanuel, porém, estaria num fogo cruzado. Isso porque o PTB formalizou oficialmente ao senador Jayme Campos (DEM) o interesse em construir a candidatura de Emanuelzinho com o DEM em Várzea Grande. Nos bastidores, se comenta que essa articulação afeta a reeleição de Pinheiro em Cuiabá, uma vez que seu filho já estaria concorrendo a prefeito na cidade vizinha.

 

O grupo de Jayme teria outros nomes além de Emanuelzinho interessados em concorrer ao cargo que atualmente é ocupado por Lucimar Campos (DEM), seriam eles, José Hazama, atual vice e filiado ao DEM, o empresário Julio Pacheco (DEM) e o empresário Kalil Baracat (MDB).

 

Leia mais notícias sobre Política de MT na edição do Jornal A Gazeta

Voltar Imprimir

Publicidade

Comentários

Marcio Eça - 02/08/2020

Já foi definido o nome no DEM é o de Fábio Garcia, Botelho até estava animado mais depois que a família fez as contas entre a política e os contratos milionários com a prefeitura de Cuiabá advinha quem venceu a parada?

1 comentários

1 de 1

Enquete

Toda a polêmica envolvendo a morte da adolescente é por dúvida se o tiro foi acidental?

Parcial

Edição digital

Sexta-feira, 14/08/2020

imagem
imagem
imagem
imagem
imagem
imagem

Publicidade

btn-4

Indicadores

Milho Disponível R$ 19,60 1,55%

Algodão R$ 94,51 -0,49%

Boi a Vista R$ 140,17 -0,41%

Soja Disponível R$ 67,00 -1,47%

Publicidade

Classi fácil
btn-loja-virtual

Publicidade

Mais lidas

Publicidade

O Grupo Gazeta reúne veículos de comunicação em Mato Grosso. Foi fundado em 1990 com o lançamento de A Gazeta, jornal de maior circulação e influência no Estado. Integram o Grupo as emissoras Gazeta FM, FM Alta Floresta, FM Barra do Garças, FM Poxoréu, Cultura FM, Vila Real FM, TV Vila Real 10.1, TV Pantanal 22.1, o Instituto de Pesquisa Gazeta Dados, Gráfica Millenium e o Portal Gazeta Digital.

Copyright© 2020 - Gazeta Digital - Todos os direitos reservados Logo Trinix Internet

É proibida a reprodução do conteúdo desta página em qualquer meio de comunicação, eletrônico ou impresso, sem a devida citação da fonte.