Publicidade

Cuiabá, Segunda-feira 06/04/2020

Política de MT - A | + A

Vaga de Selma 18.02.2020 | 14h50

Cidadania tenta aumentar prazo para filiações em eleição suplementar

Facebook Print google plus

Otmar de Oliveira

Otmar de Oliveira

O Cidadania, partido liderado pelo ex-secretário de Estado Marco Marrafon, tenta junto ao Tribunal Regional Eleitoral (TRE) aumentar o prazo limite para as filiações em relação à eleição suplementar que será realizada em 26 de abril. Com parecer técnico positivo, a sigla aguarda a aprovação do Ministério Público Eleitoral (MPE) e do Pleno do TRE para agregar novos nomes antes das convenções partidárias, até 10 de março.

 

Pela legislação eleitoral os candidatos devem estar filiados até 6 meses antes das eleições. Porém, o Cidadania argumenta que a eleição suplementar não estava dentro do calendário e, portanto, não há como se exigir esse prazo de forma rígida.

“Existe um precedente no Tribunal Superior Eleitoral que fala sobre a flexibilização do prazo de filiação. Fizemos uma consulta ao Tribunal Regional Eleitoral falando da aplicabilidade desse precedente e o relatório da área técnica sinalizou por essa flexibilização”, argumenta Marrafon.

 

Leia também - 7 partidos se unem para definir chapa ao Senado com pesquisa

 

O precedente citado pelo presidente estadual do Cidadania é da eleição estadual suplementar em Tocantins, em 2018, por causa da cassação do então governador Marcelo Miranda (MDB) e sua vice Cláudia Lélis (PV). Na ocasião foram aumentados os prazos não só para filiação, mas também para mudança de domicílio eleitoral e desincompatibilização de cargos.

 

“Entendemos que já muitas pessoas que gostariam de participar da disputa, que estão preparados, mas que não estão filiados a nenhum partido ou gostariam e mudar de partido. Esse é um momento importante para renovação política e esperamos que o Ministério Público e o TRE apresentem a resposta a tempo das convenções”, analisa o presidente estadual do Cidadania.

Voltar Imprimir

Publicidade

Comentários

Enquete

A cloroquina está liberada para o tratamento dos pacientes do coronavírus no Brasil, mas a polêmica continua

Parcial

Edição digital

Segunda-feira, 06/04/2020

imagem
imagem
imagem
imagem
imagem
imagem

Publicidade

btn-4

Indicadores

Milho Disponível R$ 23,60 0,21%

Algodão R$ 90,02 0,51%

Boi a Vista R$ 134,00 -0,37%

Soja Disponível R$ 65,80 -0,30%

Publicidade

Classi fácil
btn-loja-virtual

Publicidade

Mais lidas

Publicidade

O Grupo Gazeta reúne veículos de comunicação em Mato Grosso. Foi fundado em 1990 com o lançamento de A Gazeta, jornal de maior circulação e influência no Estado. Integram o Grupo as emissoras Gazeta FM, FM Alta Floresta, FM Barra do Garças, FM Poxoréu, Cultura FM, Vila Real FM, TV Vila Real, o Instituto de Pesquisa Gazeta Dados, Gráfica Millenium e o Portal Gazeta Digital.

Copyright© 2019 - Gazeta Digital - Todos os direitos reservados Logo Trinix Internet

É proibida a reprodução do conteúdo desta página em qualquer meio de comunicação, eletrônico ou impresso, sem a devida citação da fonte.