Publicidade

Cuiabá, Sexta-feira 07/08/2020

Política de MT - A | + A

servidores do Legislativo 02.07.2020 | 11h45

Câmara derruba veto da RGA e ameaça recursos para Cuiabá

Facebook Print google plus

Reprodução

Reprodução

Por 16 votos a 4, a  Câmara de Vereadores de Cuiabá derrubaram o veto do prefeito Emanuel Pinheiro (MDB) e mantiveram a concessão da Revisão Geral Anual (RGA) em 4,30% para os servidores da Câmara de Cuiabá.  

 

A derrubada seguiu o entendimento da Comissão de Constituição e Justiça da Câmara, que alega que a concessão do benefício não desrespeita a Lei Complementar 101, que garante ajuda aos Estados e Distrito Federal e municípios, afetados pela calamidade pública decorrente da pandemia da covid-19.  

 

Emanuel Pinheiro havia vetado o aumento com base no entendimento da Procuradoria Geral do Município de que a recomposição salarial poderá afetar o repasse da União de R$ 168 milhões em ajuda para o combate à pandemia do novo coronavírus.  

 

Leia também - Terceiro vereador de Cuiabá testa positivo para coronavírus

 

Antes da votação, o presidente da Câmara, Misael Galvão (PTB), pediu para os demais vereadores votarem a favor da derrubada do veto sob alegação de que a reposição não iria prejudicar no repasse dos recursos para a Capital.

 

No artigo 8 da Lei que foi aprovada pelo Congresso Nacional, proibe Estados e municípios, de "conceder, a qualquer título, vantagem, aumento, reajuste ou adequação de remuneração a membros de Poder ou de órgão, servidores e empregados públicos e militares, exceto quando derivado de sentença judicial transitada em julgado ou de determinação legal anterior à calamidade pública", diz trecho da lei.  

 

Ainda de acordo com o inciso 6º do artigo, também proibe a criação ou majoração de "auxílios, vantagens, bônus, abonos, verbas de representação ou benefícios de qualquer natureza, inclusive os de cunho indenizatório, em favor de membros de Poder, do Ministério Público ou da Defensoria Pública e de servidores e empregados públicos e militares, ou ainda de seus dependentes, exceto quando derivado de sentença judicial transitada em julgado ou de determinação legal anterior à calamidade", completa o artigo.  

 

Com a derrubada, Cuiabá poderá ser acionada pela União e ter a ajuda financeira suspensa nos próximos dias

Voltar Imprimir

Publicidade

Comentários

Enquete

Após a reabertura dos shoppings, você voltou a frequentar como antes da pandemia?

Parcial

Edição digital

Sexta-feira, 07/08/2020

imagem
imagem
imagem
imagem
imagem
imagem

Publicidade

btn-4

Indicadores

Milho Disponível R$ 18,00 -0,83%

Algodão R$ 116,64 1,07%

Boi a Vista R$ 135,50 0,00%

Soja Disponível R$ 76,20 0,26%

Publicidade

Classi fácil
btn-loja-virtual

Publicidade

Mais lidas

Publicidade

O Grupo Gazeta reúne veículos de comunicação em Mato Grosso. Foi fundado em 1990 com o lançamento de A Gazeta, jornal de maior circulação e influência no Estado. Integram o Grupo as emissoras Gazeta FM, FM Alta Floresta, FM Barra do Garças, FM Poxoréu, Cultura FM, Vila Real FM, TV Vila Real 10.1, TV Pantanal 22.1, o Instituto de Pesquisa Gazeta Dados, Gráfica Millenium e o Portal Gazeta Digital.

Copyright© 2020 - Gazeta Digital - Todos os direitos reservados Logo Trinix Internet

É proibida a reprodução do conteúdo desta página em qualquer meio de comunicação, eletrônico ou impresso, sem a devida citação da fonte.