Publicidade

Cuiabá, Domingo 20/10/2019

Política de MT - A | + A

SESSÃO SECRETA da CPI 20.09.2019 | 10h35

Confira as 18 perguntas que seriam feitas para o doleiro Funaro

Facebook Print google plus
Jessica Bachega e Pablo Rodrigo

redacao@gazetadigital.com.br

Angelo Varela/ALMT

Angelo Varela/ALMT

Com a frustração do depoimento do doleiro e delator Lúcio Funaro, que acabou ocorrendo de reunião secreta da Comissão Parlamentar de Inquérito (CPI) da Renúncia e Sonegação Fiscal, o teve acesso a 18 perguntas que estavam previstas a reunião da CPI, no entanto, não se sabe se todas foram feitas, pois o conteúdo da reunião ainda está sob sigilo.

 

Leia também - Dilmar não descarta novas sessões secretas para CPI da Sonegação

 

Na lista, constam perguntas que envolvem nomes como o bicheiro João Arcanjo, o ex-ministro Blairo Maggi (PP), o senador Wellington Fagundes (PL), além de financiamento de campanhas em 2014, 2014 e do MDB. 

 

Confira as perguntas

 

1 - Senhor Lucio Bolonha Funaro, o senhor ficou conhecido por participar de esquemas de lavagem de dinheiro público. Seu nome já apareceu em esquemas investigados por CPIs e no denominado "Petrolão". A CPMI dos Correios já havia descoberto seus negócios escusos usando empresas como a Garanhuns entre outras. Destaca-se também no desvio de recursos de fundos de pensão. O senhor também atuou em esquemas no mercado cambial e derivativos. Dada esta sua influência, gostaria que detalhasse com quem e por quais motivos o senhor "operou" aqui no estado de Mato Grosso? 

 

2 - O senhor, grande operador do mercado de lavagem de dinheiro, mantinha contatos com o senhor João Arcanjo Ribeiro, vulgo Comendador. Quais as relações que o senhor mantinha com os doleiros e outros "agentes" financeiros para desviar os recursos e lavar o dinheiro? 

 

3 - Recentemente o PR, Partido da República, voltou a sua origem, voltando a ser PL, Partido Liberal. Durante a CPI dos Correios comprovou-se (pagina 730, volume 11, relatório final da CPMI dos Correios) que o senhor movimentou enorme soma de dinheiro, a partir da sua empresa Garanhuns, para Valdemar Costa Neto. Somente no ano de 2003 este valor alcançou mais de R$ 6 milhões. Gostaria que o senhor detalhasse o já comprovado intimo relacionamento que o senhor mantém com o atual Partido Liberal e o senhor Waldemar Costa Neto. Há indícios de transferências para os partidos aqui citados. Por favor, detalhe este relacionamento financeiro com parlamentares ou ex-parlamentares. Estas operações guardam alguma relação com o fisco do Estado de Mato Grosso? 

 

4 - O que o senhor poderia comentar sobre sua relação com Joesley Batista em relação aos negócios do grupo JBS em Mato Grosso? 

 

5 - Conforme se constata, houve intermediação em Brasília feita pelo ex-presidente Michel Temer, conforme estratégia bem sucedida traçada pelo senhor, para favorecer o grupo JBS com a indicação de nome para assumir o Ministério da Agricultura. Houve indicação sua ao governador/governadores de algum nome para assumir a secretaria de Agricultura, com o intuito desta pessoa facilitar os interesses do Grupo JBS aqui em Mato Grosso? 

 

6 - Aqui em Mato Grosso alguém chegou a pedir ao senhor para garantir recursos para comprar algum voto em determinada votação de assunto de interesse do governo na Assembleia Legislativa como o ex-deputado Eduardo Cunha solicitou ao senhor R$ 1 milhão para garantir o impeachment da presidente Dilma Rousseff? 

 

7 - Aqui em Mato Grosso alguém pediu para o senhor recursos para financiar alguma campanha política para vereador, deputado, senador ou governador como o ex-presidente Michel Temer solicitou ao senhor para a campanha de Gabriel Chalita a prefeitura paulistana em 2012? 

 

8 - Se tem conhecimento que funcionava em Mato Grosso, ou em outro Estado, o mecanismo para a concessão de incentivo fiscal com relação aos frigoríficos ou outros setores empresariais e de que forma isto impactava na livre concorrência? 

 

9 - Na CPI do BNDES o sr. mencionou a participação do sr. Fernando Mendonça como operador de incentivos fiscais no estado de Mato Grosso. O senhor tem conhecimento do papel por ele desempenhado, qual o montante movimentado e quais pessoas ele trata sobre este esquema nos governos passados? 

 

10 - O sr. tem conhecimento de até quando perdurou esquema operado por Fernando Mendonça, e se houve a substituição dele por outro operador e até quando a JBS ou outra empresa que tenha conhecimento se beneficiou de concessões espúrias de incentivos fiscais?. 

 

11 - Foi constatado através de recente depoimento da CPI do BNDES seu conhecimento sobre a delação do ex- governador do Silval Barbosa. O sr. sabe se ele omitiu algum fato relevante ou omitiu ou mesmo protegeu o envolvimento de mais alguém? 

 

12 - Como funcionava o esquema de contrapartida das concessões indevidas dos incentivos fiscais como funcional o pagamento das propinas, se eram feitos através de empresas? Como funciona? 

 

13 - Quais os nomes dos agentes públicos, inclusive políticos, favorecidos por este esquema, que o senhor tem conhecimento? 

 

14 - O senhor era considerado homem de confiança da direção nacional do MDB e tinha contato regulares como ex-presidente Michel Temer e com o ex-deputado Eduardo Cunha. Aqui em nosso Estado, quem era o seu principal   contato no MDB? 

 

15 - Que negócios o senhor intermediou aqui em Mato Grosso em conluio com políticos do MDB e de outros partidos em atendimento ao comando político do mesmo partido (MDB)? 

 

16 - Tanto o ex-ministro Blairo Maggi quanto seu assessor especial, Lázaro Borges, são acusados de irregularidades em contrato com o Departamento Nacional de Infraestrutura de Transportes(DNIT) para a recuperação de rodovia em Mato Grosso do Sul, de acordo com o Ministério Público Federal. Qual a sua participação na lavagem de dinheiro desta operação e no desvio de recursos para o exterior? 

 

17 - Qual o seu relacionamento financeiro com o senhor Lázaro Borges ou sua empreiteira, ENPA? Consta que o senhor Lázaro Borges financiou a campanha para o Senado Federal do senhor Wellington Fagundes em 2014. Que tipo de participação o senhor teve nesta campanha? 

 

18 - Quais servidores do Ministério da Agricultura na gestão Blairo Maggi o senhor conhecia ou indicou?

Voltar Imprimir

Publicidade

Comentários

Jornal do Meio Dia - JM

Jornal do Meio Dia - JM

GD

GD

Enquete

Qual será o resultado das discussões sobre fake news no Congresso Nacional?

Parcial

Edição digital

Domingo, 20/10/2019

imagem
imagem
imagem
imagem
imagem
imagem

Publicidade

btn-4

Indicadores

Milho Disponível R$ 19,90 0,25%

Algodão R$ 91,22 -0,77%

Boi a Vista R$ 136,00 0,00%

Soja Disponível R$ 61,40 -1,29%

Publicidade

Classi fácil
btn-loja-virtual

Publicidade

Mais lidas

Publicidade

O Grupo Gazeta reúne veículos de comunicação em Mato Grosso. Foi fundado em 1990 com o lançamento de A Gazeta, jornal de maior circulação e influência no Estado. Integram o Grupo as emissoras Gazeta FM, FM Alta Floresta, FM Barra do Garças, FM Poxoréu, Cultura FM, Vila Real FM, TV Vila Real, o Instituto de Pesquisa Gazeta Dados, Gráfica Millenium e o Portal Gazeta Digital.

Copyright© 2019 - Gazeta Digital - Todos os direitos reservados Logo Trinix Internet

É proibida a reprodução do conteúdo desta página em qualquer meio de comunicação, eletrônico ou impresso, sem a devida citação da fonte.