Publicidade

Cuiabá, Sábado 08/08/2020

Política de MT - A | + A

medida de urgência 01.07.2020 | 20h45

Cuiabá quer ajuda da União e do Governo para construir hospital de campanha

Facebook Print google plus

Chico Ferreira

Chico Ferreira

Coronavirus / COVID-19

A Prefeitura de Cuiabá aguarda uma resposta do governo federal e do governo do Estado para montar um hospital de campanha para atender os pacientes com covid-19. O anúncio foi feito pelo secretário municipal de saúde, Luis Antonio Possas de Carvalho, durante audiência na Câmara Municipal de Cuiabá. Segundo o secretário, 50 pessoas aguardam na fila por uma UTI em Cuiabá. 

 

Segundo ele, a prefeitura já definiu que o hospital de campanha para tratamento da covid-19 poderá ser construído no estacionamento do Hospital Municipal de Cuiabá (HMC). Segundo ele, a construção da unidade depende do aval do governador Mauro Mendes (DEM) e do presidente Jair Bolsonaro (sem partido) e destaca que a unidade seria comandada construídas pelos 3 entes da federação. 

 

Leia também - Balanço aponta que Cuiabá pode ter mais de 22 mil casos de coronavírus

 

O secretário disse que Cuiabá hoje conta com 90 leitos para tratamento de outras doenças, sendo 60 no HMC e 30 leitos no Hospital São Benedito. 

 

O comandante da saúde da Capital disse que o município conta 105 leitos para atendimento dos casos de covid-19, contou que foi possível fazer a ampliação graças aos equipamentos e que foram comprados a mais na época da construção do HMC. Segundo o secretário, serão abertos 40 novos leitos na próxima semana, se a cidade receber as 200 bombas de infusão que foram compradas pelo município. 

 

Uso de UTI pediátrica

O secretário foi questionado do motivo pelo qual as UTIs pediátricas não são disponibilizadas para atendimento dos casos de covid-19. Segundo ele, um grupo que existe dentro do antigo Pronto-socorro, hoje Hospital de Referência para Covid-19, se acha dono dos leitos e não libera o uso para adultos. Outro fato é que o Ministério Público já disse que vai ingressar na Justiça caso os leitos sejam disponibilizados.

 

Casos subindo 

O secretário disse que ainda não chegamos no pico da doença em Mato Grosso. Segundo ele, a curva está subindo e só foi achatada. Destaca que o melhor caminho é o distanciamento social. 

 

Voltar Imprimir

Publicidade

Comentários

Enquete

Após a reabertura dos shoppings, você voltou a frequentar como antes da pandemia?

Parcial

Edição digital

Sexta-feira, 07/08/2020

imagem
imagem
imagem
imagem
imagem
imagem

Publicidade

btn-4

Indicadores

Milho Disponível R$ 19,90 1,79%

Algodão R$ 90,17 -1,12%

Boi a Vista R$ 133,63 0,42%

Soja Disponível R$ 69,70 -0,43%

Publicidade

Classi fácil
btn-loja-virtual

Publicidade

Mais lidas

Publicidade

O Grupo Gazeta reúne veículos de comunicação em Mato Grosso. Foi fundado em 1990 com o lançamento de A Gazeta, jornal de maior circulação e influência no Estado. Integram o Grupo as emissoras Gazeta FM, FM Alta Floresta, FM Barra do Garças, FM Poxoréu, Cultura FM, Vila Real FM, TV Vila Real 10.1, TV Pantanal 22.1, o Instituto de Pesquisa Gazeta Dados, Gráfica Millenium e o Portal Gazeta Digital.

Copyright© 2020 - Gazeta Digital - Todos os direitos reservados Logo Trinix Internet

É proibida a reprodução do conteúdo desta página em qualquer meio de comunicação, eletrônico ou impresso, sem a devida citação da fonte.