Publicidade

Cuiabá, Quarta-feira 20/11/2019

Política de MT - A | + A

eleições 2020 24.06.2019 | 17h49

Deputado aponta deselegância de líder do DEM com prefeito

Facebook Print google plus
Pablo Rodrigo e Allan Mesquita

redacao@gazetadigital.com.br

Reprodução/Facebook

Reprodução/Facebook

Deputado federal e filho do prefeito de Cuiabá, Emanuel Neto (PTB), o Emanuelzinho, disse que o presidente regional do DEM e suplente de senador, Fábio Garcia (DEM), foi "deselgante" ao afirmar que o DEM não irá compor com MDB para apoiar a reeleição de Emanuel Pinheiro (MDB) ao Palácio Alencastro.

 

Para Emanuelzinho, não existe crise entre os emedebistas e democratas, e sim uma opinião isolada de Garcia.
"Acho que o DEM e o MDB são partidos muito maduros, historicamente, aqui no Estado de Mato Grosso", disse o parlamentar nesta segunda-feira (24).

Leia também -  Sorteados do Nico Baracat 2 e 3 realizam protesto no MPE

 

A declaração ocorre após Fábio Garcia ter descartado qualquer apoio do DEM ao prefeito Emanuel Pinheiro na semana passada. Após Emanuel ter dito que a aliança seria natural, já que ambos partidos caminharam juntos em 2018, o presidente do DEM disse que “não é nada natural o apoio do Democratas à reeleição do prefeito Emanuel Pinheiro” e que “os cuiabanos merecem um prefeito muito melhor para administrar a nossa cidade”.

 

Em resposta, Emanuel Pinheiro irozinou a fala de Garcia ao dizer que concordava com o suplente de senador e que, além de prefeito melhor, a capital precisaria também de "um suplente de senador muito melhor, de construtoras muito melhores”, lembrando da Engeglobal, que pertence ao pai de Fábio Garcia e que atrasou algumas obras da Copa do Mundo de 2014.

"Acho que os dois partidos têm que pensar no bem de Cuiabá e Mato Grosso. Não tem que ficar pensando em questões pessoais, rusgas pessoais. Pensar mais de maneira elevada. Nivelando por cima a construção de um projeto politico para o Estado e Cuiabá", Emanuelzinho.

 

Vice

pesar de pregar o entendimento entre DEM e MDB, Emanuel Neto disse que o PTB também quer ocupar espaço na gestão Emanuel Pinheiro e em uma possível aliança para 2020.

Segundo ele, a possível filiação do presidente da Câmara de Cuiabá, Misael Galvão ao PTB, demonstra que a sigla vem se fortalecendo e poderia ter Galvão como um possível vice em 2020.

 

"Quando Niuan Ribeiro (PSD) se tornou prefeito de Cuiabá, ele era do PTB, depois acabou migrando para outro partido. Então o PTB quer ocupar espaço (...) Temos o desejo de ocupar espaços para poder levar as propostas, levar companheirismo e a força política do PTB para a gestão municipal de Cuiabá", pontuou.

Voltar Imprimir

Publicidade

Comentários

Jornal do Meio Dia - JM

Jornal do Meio Dia - JM

GD

GD

Enquete

48% dos jogadores negros dizem ter sofrido racismo no futebol

Parcial

Edição digital

Quarta-feira, 20/11/2019

imagem
imagem
imagem
imagem
imagem
imagem

Publicidade

btn-4

Indicadores

Milho Disponível R$ 23,55 1,51%

Algodão R$ 99,52 -0,31%

Boi a Vista R$ 137,40 -0,29%

Soja Disponível R$ 67,50 -0,15%

Publicidade

Classi fácil
btn-loja-virtual

Publicidade

Mais lidas

Publicidade

O Grupo Gazeta reúne veículos de comunicação em Mato Grosso. Foi fundado em 1990 com o lançamento de A Gazeta, jornal de maior circulação e influência no Estado. Integram o Grupo as emissoras Gazeta FM, FM Alta Floresta, FM Barra do Garças, FM Poxoréu, Cultura FM, Vila Real FM, TV Vila Real, o Instituto de Pesquisa Gazeta Dados, Gráfica Millenium e o Portal Gazeta Digital.

Copyright© 2019 - Gazeta Digital - Todos os direitos reservados Logo Trinix Internet

É proibida a reprodução do conteúdo desta página em qualquer meio de comunicação, eletrônico ou impresso, sem a devida citação da fonte.