Publicidade

Cuiabá, Domingo 23/02/2020

Política de MT - A | + A

em tramitação 18.01.2020 | 07h48

Deputado quer evitar casos de importunação sexual nos ônibus de Mato Grosso

Facebook Print google plus

Otmar de Oliveira

Otmar de Oliveira

Tramita na Assembeia Legislativa um projeto de lei que cria a campanha "Meu Corpo não é Coletivo", para divulgar e buscar dimunir os casos de importunação sexual nos ônibus de Mato Grosso. O autor da proposta é o deputado Thiago Silva (MDB) que se diz preocupado com o aumento de relato dos casos no estado e quer estancar o problema.

 

Ele conta que o intuito da lei é prevenir e combater atitudes de importunação sexual em coletivos e ônibus que circulam no estado. “Queremos evitar qualquer tipo de conduta que traga constrangimento para nossas mulheres e crianças nos coletivos de MT. Vamos realizar uma campanha de conscientização divulgando quais as penas e a lei severa para este tipo de atitude”, disse o parlamentar.

 

Leia também - UFMT oferece mais de 6 mil vagas com matrícula online

 

Segundo o artigo 3º do projeto de lei, a campanha de combate ao assédio, terá as seguintes diretrizes: “ I - A criação de campanhas educativas e preventivas relativas ao assédio, à importunação e à violência sexual contra a mulher, sofridos no interior dos ônibus. II – A confecção de material gráfico com informações sobre o assédio, a importunação e a violência sexual, contendo ainda os telefones dos órgãos responsáveis pelo atendimento das vítimas e incentivando a realização de denúncias em caso de ocorrência das condutas tipificadas; III – A capacitação e a formação permanente dos servidores e prestadores de serviço sobre o assédio, a importunação e a violência sexual; IV – A divulgação das políticas públicas voltadas para o atendimento das vítimas de assédio, de importunação e de violência sexual”.

 

"Este projeto vem de encontro com a demanda já existente e acredito que seja importante essa orientação por meio de campanha de divulgação, logo apoio o projeto", disse a comerciante Maria Dantas.

Voltar Imprimir

Publicidade

Comentários

Marcos - 19/01/2020

Creio que tem que colocar mais ônibus em circulação. Pois muitos motoristas fazem de propósito Entulhar o povo, não há como não ocorrer algo. Mais ônibus já ajuda.

ELIZEU - 18/01/2020

PROJETO PIADA.SERA QUE ESSE DEPUTADO ANDA DE ÔNIBUS....

Roger - 18/01/2020

Sou contra assédio sexual em ônibus, mas esse deputado deveria passar uma semana indo e voltando de ônibus de sua casa até a assembleia legislativa nos horários de pico para ele vêr como os ônibus vão lotado. Por que ele não cria um projeto proibindo os passageiros ir de pé nos ônibus?

3 comentários

1 de 1

Enquete

Número de delações premiadas significa que MT está sendo passado a limpo?

Parcial

Edição digital

Domingo, 23/02/2020

imagem
imagem
imagem
imagem
imagem
imagem

Publicidade

btn-4

Indicadores

Milho Disponível R$ 24,10 1,26%

Algodão R$ 93,40 0,24%

Boi a Vista R$ 134,00 0,00%

Soja Disponível R$ 69,50 0,00%

Publicidade

Classi fácil
btn-loja-virtual

Publicidade

Mais lidas

Publicidade

O Grupo Gazeta reúne veículos de comunicação em Mato Grosso. Foi fundado em 1990 com o lançamento de A Gazeta, jornal de maior circulação e influência no Estado. Integram o Grupo as emissoras Gazeta FM, FM Alta Floresta, FM Barra do Garças, FM Poxoréu, Cultura FM, Vila Real FM, TV Vila Real, o Instituto de Pesquisa Gazeta Dados, Gráfica Millenium e o Portal Gazeta Digital.

Copyright© 2019 - Gazeta Digital - Todos os direitos reservados Logo Trinix Internet

É proibida a reprodução do conteúdo desta página em qualquer meio de comunicação, eletrônico ou impresso, sem a devida citação da fonte.