Publicidade

Cuiabá, Terça-feira 22/10/2019

Política de MT - A | + A

fevereiro a agosto 09.09.2019 | 19h07

Deputados de Mato Grosso gastam R$ 1,3 milhão do 'cotão'

Facebook Print google plus
Thalyta Amaral e Lázaro Thor Borges

redacao@gazetadigital.com.br

Chico Ferreira

Chico Ferreira

Os 8 deputados federais por Mato Grosso titulares e um suplente gastaram R$ 1,3 milhão da verba indenizatória de fevereiro a agosto. Somente em divulgação parlamentar foram R$ 325,58 mil mil. Por mês os deputados mato-grossenses têm direito a R$ 39,4 mil do "cotão".

 

No caso dessa verba, o parlamentar faz o gasto, comprova com notas e em até 90 dias recebe o reembolso. O valor do cotão varia entre os estados, porque leva em consideração o preço das passagens aéreas da capital do estado em que foi eleito até Brasília.

 

Leia também - Deputados federais de MT aprovam mudança no fundo partidário

 

Lidera os gastos da cota parlamentar com divulgação o líder da bancada de Mato grosso, Neri Geller (PP), com R$ 85.850, maior gasto do deputado federal desde fevereiro, quando assumiu o cargo. Dentro desse valor, Neri prestou contas de pagamentos para produção de vídeo, contratação de assessoria de imprensa e publicação de matérias em sites.

 

O segundo que mais gastou em divulgação parlamentar foi Emanuelzinho (PTB), com R$ 59,2 mil. Ele comprovou gastos com consultoria de marketing, produção de vídeo e impressão de convite.

 

De licença médica entre abril e junho, Carlos Bezerra (MDB) voltou à Casa de Leis e aplicou R$ 45 mil na divulgação de seu trabalho. Segundo a prestação de contas do parlamentar, o valor foi gasto com a produção de um jornal e administração de redes sociais.

 

Apesar de ter ficado como suplente pouco mais de dois meses, Valtenir Pereira (MDB) foi o quarto que mais investiu em divulgação, com R$ 40 mil entre março e junho. Desse total, R$ 24,1 mil foi gasto com duas impressões de materiais em uma gráfica na Capital. Os 18,5 mil restantes foram pagos para um microempresário de Jaciara (144 km ao sul de Cuiabá) monitorasse e administrasse as redes sociais.

 

Na lista dos parlamentares mato-grossenses ainda tem Rosa Neide (PT), que apresentou um gasto de R$ 23.140, com a impressão de 4 edições de seu boletim informativo. Já um dos que menos usou o recurso disponível do cotão, Nelson Barbudo (PSL) gastou R$ 14.401,74 com publicações em um site de notícias do interior e gestão de redes sociais.

 

Quem menos gastou nesse quesito foi Juarez Costa (MDB), que investiu R$ 9.500 na contratação de uma agência para assessoria e consultoria de redes sociais. Já José Medeiros (PODE) não gastou verba com divulgação parlamentar.

Voltar Imprimir

Publicidade

Comentários

Jornal do Meio Dia - JM

Jornal do Meio Dia - JM

GD

GD

Enquete

Qual sua opinião sobre o comportamento do governo federal frente ao derramamento de óleo no Nordeste?

Parcial

Edição digital

Terça-feira, 22/10/2019

imagem
imagem
imagem
imagem
imagem

Publicidade

btn-4

Indicadores

Milho Disponível R$ 24,85 1,84%

Algodão R$ 91,40 0,12%

Boi a Vista R$ 132,00 -0,75%

Soja Disponível R$ 67,80 -0,15%

Publicidade

Classi fácil
btn-loja-virtual

Publicidade

Mais lidas

Publicidade

O Grupo Gazeta reúne veículos de comunicação em Mato Grosso. Foi fundado em 1990 com o lançamento de A Gazeta, jornal de maior circulação e influência no Estado. Integram o Grupo as emissoras Gazeta FM, FM Alta Floresta, FM Barra do Garças, FM Poxoréu, Cultura FM, Vila Real FM, TV Vila Real, o Instituto de Pesquisa Gazeta Dados, Gráfica Millenium e o Portal Gazeta Digital.

Copyright© 2019 - Gazeta Digital - Todos os direitos reservados Logo Trinix Internet

É proibida a reprodução do conteúdo desta página em qualquer meio de comunicação, eletrônico ou impresso, sem a devida citação da fonte.