Publicidade

Cuiabá, Segunda-feira 21/10/2019

Política de MT - A | + A

'Era Pós-Riva' 08.10.2019 | 19h49

Desde 2015 não existe 'mensalinho' na AL, afirma Botelho

Facebook Print google plus

Otmar de Oliveira

Otmar de Oliveira

Assim que soube do vazamento da proposta de delação do ex-deputado José Riva (sem partido), o atual presidente da Assembleia Legislativa, deputado Eduardo Botelho (DEM) conta que o procurou para saber a veracidade das informações. No entanto, não obteve êxito na confirmação, porém acredita que as declarações atribuídas ao ex-parlamentar não arranha a imagem da Assembleia Legislativa, mas dos deputados estaduais 'delatados'. 

 

Para Botelho, a instituição Assembleia Legislativa de Mato Grosso é mais forte e precisa ser preservada. No entanto, o parlamentar preferiu não dizer se a Mesa Diretora deve tomar uma atitude contra os "delatados" por Riva porque nem o ex-deputado e nem os membros do Ministério Público Estadual confirmam a autenticidade da proposta de delação vazada pela imprensa. 

 

Leia Também - CPI da Energisa conta com 18 assinaturas e será aberta pela AL

 

"Primeiro nós temos que aguardar para ver a autenticidade dessa proposta, falei com membro do MPE e eles não confirmaram, falei com o deputado Riva e ele não confirmou. O documento não está assinado e estamos na onda dos fakes. Temos que ter cautela antes de tecer qualquer comentário ou julgamento", disse Botelho dizendo que trabalha com a hipótese do documento não ser real.

 

O deputado negou a existência de um "mensalinho" na Assembleia. Segundo ele, desde 2015 quando assumiu não houve pagamento por fora para garantir governabilidade as gestões. "Já ouviram alguém falar de mensalinho aqui dentro depois que estamos aqui? Não tem! Se tivesse, acaba alguém falando. São 24 deputados, um fala, outro fala, na política você não consegue manter segredo, não adianta", disse. 

 

Botelho destacou ainda que o mesalinho supostamente citado por Riva era deconhecimento público, porque na época, nos bastidores da política já se comentava a existência de um pagamento para manter a governabilidade. "Não existe mensalinho dentro da Assembleia", finalizou.  

 

 

Voltar Imprimir

Publicidade

Comentários

Jornal do Meio Dia - JM

Jornal do Meio Dia - JM

GD

GD

Enquete

Qual sua opinião sobre a educação domiciliar?

Parcial

Edição digital

Segunda-feira, 21/10/2019

imagem
imagem
imagem
imagem
imagem
imagem

Publicidade

btn-4

Indicadores

Milho Disponível R$ 20,45 0,74%

Algodão R$ 90,55 -0,65%

Boi a Vista R$ 132,50 0,89%

Soja Disponível R$ 68,50 -0,22%

Publicidade

Classi fácil
btn-loja-virtual

Publicidade

Mais lidas

Publicidade

O Grupo Gazeta reúne veículos de comunicação em Mato Grosso. Foi fundado em 1990 com o lançamento de A Gazeta, jornal de maior circulação e influência no Estado. Integram o Grupo as emissoras Gazeta FM, FM Alta Floresta, FM Barra do Garças, FM Poxoréu, Cultura FM, Vila Real FM, TV Vila Real, o Instituto de Pesquisa Gazeta Dados, Gráfica Millenium e o Portal Gazeta Digital.

Copyright© 2019 - Gazeta Digital - Todos os direitos reservados Logo Trinix Internet

É proibida a reprodução do conteúdo desta página em qualquer meio de comunicação, eletrônico ou impresso, sem a devida citação da fonte.