Publicidade

Cuiabá, Quarta-feira 27/05/2020

Política de MT - A | + A

veja os vídeos 19.04.2020 | 15h46

Em Cuiabá, manifestantes pedem intervenção militar, volta do AI-5 e abertura do comércio

Facebook Print google plus

A Gazeta

A Gazeta

Atualizada às 18h01 - Manifestantes se reuniram em carreata, na tarde de domingo (19), pelas ruas de Cuiabá, pedindo intervenção militar e o retorno do Ato Institucional nº 5, conhecido como AI-5, baixado em dezembro de 1968, durante a ditadura militar no Brasil. Aproveitaram ainda para deixar claro o apoio ao presidente da república, Jair Bolsonaro e pediram a abertura do comércio da cidade.


A reportagem do acompanhou parte da carreata e encontrou o grupo em frente ao 44º Batalhão do Exército, na avenida Lava Pés. Vestidos de verde e amarelo, como já de costume, e com bandeiras brasileiras, seguravam cartazes com frases que pediam intervenção militar.

 

Leia também - De 70 agendamentos, só 20 pessoas aparecem para doar sangue em Cuiabá

 

"Intervenção militar já! Com Bolsonaro no poder!", pede uma das manifestantes com um cartaz na mão, na outra, ela segura outro, com a frase "SOS militares, fechem o Congresso e o STF".


Outra pauta do grupo, é o fim do isolamento social - decretado para minimizar a proliferação e contágio do coronavírus. Para isso, pedem a reabertura do comércio em geral e a retomada da rotina, isolando apenas os grupos de risco. 

 

Apesar de a recomendação da Organização Mundial da Saúde (OMS) e das entidades sanitárias é para que se evite aglomerações, os manifestantes parecem não se importar. Alguns fazem o uso de máscaras, como é recomendado. 

 

Polícia Militar os acompanhou durante o percurso, que seguiu até a porta da TV Centro América, afiliada da Rede Globo em Mato Grosso. Lá, um grupo de pessoas chegou a descer dos carros e na porta de emissora, passaram a gritar "Globo lixo" e "Fora Globo".

 

Políticos lamentam

Em post em sua página do Facebook, o ex-candidato ao governo de Mato Grosso, Rui Prado (PSDB), disse que não acreditou ao ver que pessoas - em sua grande maioria comprometidas com um Brasil melhor - defendendo a volta do AI-5, que ele classificou como "o mais duro de todos os atos institucionais emitidos pelo presidente Artur da Costa e Silva, em dezembro de 1968".


Ele lembrou ainda que o ato fez com que os parlamentares contrários ao militares perdessem ao cargo e na intervenção ordenadas pelo presidente nos estados e municípios, além da "suspensão de garantias constitucionais do cidadão que resultaram na institucionalização da tortura, comumente usada como instrumento pelo Estado", destacou.


Por fim, lembrou aos manifestantes que, se por acaso, o AI-5 estivesse em vigor hoje, a manifestação deles estaria sendo reprimida nesse momento. "Quero um Brasil que respeite suas instituições democráticas!".

 

O ex-governador Pedro Taques se manifestou em sua página do Instagram, ao publicar uma foto da constituição. "Contra os vícios da democracia, mais democracia!', disse. 

 

"É um absurdo defender a volta da ditadura. Não podemos concordar com a defesa da volta do AI 5. Pregar contra o Estado Democrático de Direito é crime de responsabilidade. Não há caminho, a não ser pela Constituição da República!', escreveu. 

 

Galeria de fotos

Vídeo

Voltar Imprimir

Publicidade

Comentários

Enquete

A constante troca de ministros pelo presidente Jair Bolsonaro compromete a sua gestão?

Parcial

Edição digital

Quarta-feira, 27/05/2020

imagem
imagem
imagem
imagem
imagem
imagem

Publicidade

btn-4

Indicadores

Milho Disponível R$ 20,20 -1,46%

Algodão R$ 91,31 -0,35%

Boi a Vista R$ 136,33 0,22%

Soja Disponível R$ 71,60 0,14%

Publicidade

Classi fácil
btn-loja-virtual

Publicidade

Mais lidas

Publicidade

O Grupo Gazeta reúne veículos de comunicação em Mato Grosso. Foi fundado em 1990 com o lançamento de A Gazeta, jornal de maior circulação e influência no Estado. Integram o Grupo as emissoras Gazeta FM, FM Alta Floresta, FM Barra do Garças, FM Poxoréu, Cultura FM, Vila Real FM, TV Vila Real, o Instituto de Pesquisa Gazeta Dados, Gráfica Millenium e o Portal Gazeta Digital.

Copyright© 2019 - Gazeta Digital - Todos os direitos reservados Logo Trinix Internet

É proibida a reprodução do conteúdo desta página em qualquer meio de comunicação, eletrônico ou impresso, sem a devida citação da fonte.