Publicidade

Cuiabá, Segunda-feira 30/11/2020

Política de MT - A | + A

Caso do paletó na TV 29.10.2020 | 13h45

Emanuel admite cena forte, pede desculpas e nega propina

Facebook Print google plus

Reprodução

Reprodução

O prefeito de Cuiabá Emanuel Pinheiro (MDB), candidato à reeleição, usou todo o seu programa eleitoral desta quinta-feira (29) para se defender do caso conhecido nacionalmente como "Paletó", onde aparece em um vídeo recebendo maços de dinheiro. Ele foi gravado pelo chefe de gabinete do ex-governador Silval Barbosa, Sílvio Cesar Corrêa.  

 

Emanuel Pinheiro começa lembrando que quando a gravação ocorreu, em dezembro de 2013, ele era deputado estadual, 4 anos antes dele ter se tornado prefeito. "Eu estava lá naquele dia para receber pelas pesquisas que o então governador devia ao meu irmão. Ele estava precisando, me pediu pra ajudar a cobrar e eu concordei. Eu recebi parte da dívida em dinheiro. A outra parte ficou pra pagar depois", diz Emanuel no vídeo.  

 

Leia também - MPF investiga contratos emergenciais de R$ 608 mil na saúde em Cuiabá

 

Emanuel Pinheiro ainda lembra que o servidor público Valdecir Cardoso de Almeida, responsável por ter instalado a câmera que gravou os deputados estaduais, prestou depoimento e registrou em cartório, um depoimento afirmando Silvio tinha conhecimento da dívida com o irmão de Emanuel Pinheiro, Marco Polo de Freitas, o Popó, por serviços de pesquisas eleitorais.

 

Valdecir também aparece no vídeo relatando o que já disse em depoimento e na CPI do Paletó, da Câmara Municipal de Cuiabá, de que Emanuel teria entrado pela porta frente do gabinete e que não estava na lista de deputados que entraram por trás do gabinete.  

 

"Com Emanuel eu acho que foi injustiça. Eu ia fazer o quê? Eu iria tirar o Emanuel de lá? Não podia falar nada porque empregado é empregado. Quando eu vi o vídeo na televisão, em casa mesmo eu falei para a minha esposa, que Emanuel não tinha nada a ver com aquele pessoal que estava lá atrás", disse Valdecir no programa de Emanuel.

 

O prefeito ainda justifica que permaneceu em silêncio por muito tempo porque o processo estava em sigilo, e que parte da sociedade o "julgou negativamente".

 

"As imagens são fortes e peço desculpa por elas, mas esse incidente ficou no passado. Na prefeitura, a gente tem trabalhado muito e feito grandes obras, com total transparência. Nenhuma dessas obras teve qualquer tipo de questionamento. Quando houve problemas com auxiliares, como acontece em qualquer gestão, eu os afastei imediatamente", completou o prefeito se referindo aos 4 ex-secretários afastados pela Justiça por denúncias.

 

O programa de Emanuel busca reverter a forte rejeição que o candidato possui, conforme últimas pesquisas eleitorais, principalmente pelo vídeo.

 

Apesar da defesa, no mês passado Emanuel Pinheiro se tornou réu na Justiça Federal por conta do vídeo. Os delatores Silval Barbosa e Silvio Corrêa reafirmaram várias vezes o que disseram na delação, de que o dinheiro entregue aos deputados estaduais seria "mensalinho" para ter apoio na Assembleia Legislativa.  

 

Outros Programas

Já Roberto França (Patri), Abílio Júnior (Pode), Gisela Simona (Pros), Julier (PT), Aécio Rodrigues (PSL), Paulo Grando (Novo) e Gilberto Lopes (Psol) repetiram os seus respectivos programas.

Voltar Imprimir

Publicidade

Comentários

Enquete

Com o resultado da eleição, você acredita em uma Cuiabá melhor a partir de 2021

Parcial

Edição digital

Segunda-feira, 30/11/2020

imagem
imagem
imagem
imagem
imagem

Publicidade

btn-4

Indicadores

Milho Disponível R$ 61,50 -0,81%

Algodão R$ 126,42 0,73%

Boi à vista R$ 252,99 0,02%

Soja Disponível R$ 160,00 0,63%

Publicidade

Classi fácil
btn-loja-virtual

Publicidade

Mais lidas

Publicidade

O Grupo Gazeta reúne veículos de comunicação em Mato Grosso. Foi fundado em 1990 com o lançamento de A Gazeta, jornal de maior circulação e influência no Estado. Integram o Grupo as emissoras Gazeta FM, FM Alta Floresta, FM Barra do Garças, FM Poxoréu, Cultura FM, Vila Real FM, TV Vila Real 10.1, TV Pantanal 22.1, o Instituto de Pesquisa Gazeta Dados, Gráfica Millenium e o Portal Gazeta Digital.

Copyright© 2020 - Gazeta Digital - Todos os direitos reservados Logo Trinix Internet

É proibida a reprodução do conteúdo desta página em qualquer meio de comunicação, eletrônico ou impresso, sem a devida citação da fonte.