Publicidade

Cuiabá, Terça-feira 29/09/2020

Política de MT - A | + A

Decreto polêmico 28.07.2020 | 07h46

Emanuel reconhece que horários impostos não são ideais

Facebook Print google plus

Assessoria

Assessoria

Ao anunciar restrições aos horários de funcionamento dos segmentos econômicos de Cuiabá na segunda-feira (27), o prefeito Emanuel Pinheiro (MDB) reconheceu que os horários impostos podem não ser os melhores para funcionamento das atividades econômicas.

 

As atividades econômicas não essenciais estavam fechadas por determinação da Justiça desde 25 de junho, medida imposta para conter o avanço do novo coronavírus na cidade. As atividades foram liberadas a funcionar na sexta-feira (24) depois que um decreto do governador Mauro Mendes (DEM) flexibilizou as medidas de distanciamento social. 

 

"Neste primeiro momento não é o [horário de funcionamento] ideal para essa ou aquela atividade. Mas, é o ideal para com responsabilidade e muita seriedade, monitorarmos o comportamento do vírus, com a volta ao trabalho de várias atividades econômicas", disse durante o anúncio. 

 

Por conta disso, o decreto terá validade inicial de 15 dias e poderá ser revisado semanalmente pelo prefeito. Dessa forma, serão feitas adequações. "Nós vamos monitorar diariamente, mas vamos tomar decisões a cada 7 dias", destacou o emedebista. 

 

Leia também - Comércio tem novo horário e frota de ônibus será de 100%

 

O prefeito definiu que o comércio de rua poderá funcionar das 9h às 17h; shoppings das 11h às 21h; conveniências de postos de combustíveis das 12h às 21h (de segunda a sábado); academias das 9h às 21h (de segunda a sábado); bares e restaurantes das 11h às 21h (de segunda a sábado) e salões de beleza das 10h às 20h (de segunda a sábado). O funcionamento do Shopping Popular será das 9h às 17h (de segunda a sábado); prestação de serviço em geral deve funcionar das 8h às 16h. 

 

As atividades econômicas de lanchonetes, padarias, açougues, sorveterias, cafeterias e congêneres, funcionarão de segunda a domingo das 06h30 às 19h. As indústrias podem funcionar sem qualquer restrição de horário.

 

Os cinemas, piscinas coletivas e campos de futebol devem permanecer fechados para evitar aglomeração. Conforme o prefeito, a frota de ônibus vai atuar com 100% da capacidade. Já o toque de recolher passa a ser das 22h às 5h da manhã. 

Voltar Imprimir

Publicidade

Comentários

Lourdes - 28/07/2020

Essa restrição de horários e a coisa descabida que existe uma total falta de gestão. As pessoas não vão ter opção de escolher um horário apropriado para ir fazer as compras, então vão todos ao mesmo tempo assim a aglomeração vai acontecer mesmo.

1 comentários

1 de 1

Enquete

Na sua opinião, por que tantos candidatos milionários querem entrar na política?

Parcial

Edição digital

Terça-feira, 29/09/2020

imagem
imagem
imagem
imagem
imagem
imagem

Publicidade

btn-4

Indicadores

Milho Disponível R$ 18,55 0,54%

Algodão R$ 95,03 0,14%

Boi a Vista R$ 133,00 0,23%

Soja Disponível R$ 64,60 0,16%

Publicidade

Classi fácil
btn-loja-virtual

Publicidade

Mais lidas

Publicidade

O Grupo Gazeta reúne veículos de comunicação em Mato Grosso. Foi fundado em 1990 com o lançamento de A Gazeta, jornal de maior circulação e influência no Estado. Integram o Grupo as emissoras Gazeta FM, FM Alta Floresta, FM Barra do Garças, FM Poxoréu, Cultura FM, Vila Real FM, TV Vila Real 10.1, TV Pantanal 22.1, o Instituto de Pesquisa Gazeta Dados, Gráfica Millenium e o Portal Gazeta Digital.

Copyright© 2020 - Gazeta Digital - Todos os direitos reservados Logo Trinix Internet

É proibida a reprodução do conteúdo desta página em qualquer meio de comunicação, eletrônico ou impresso, sem a devida citação da fonte.