Publicidade

Cuiabá, Domingo 12/07/2020

Política de MT - A | + A

GASTOS NA PANDEMIA 18.05.2020 | 16h36

Emanuel tacha CPI de 'politicagem'

Facebook Print google plus

João Vieira

João Vieira

O prefeito de Cuiabá Emanuel Pinheiro (MDB) chamou de "politicagem" o pedido de criação da "CPI do Coronavírus", proposta pela oposição para investigar os gastos, contratos e ações da  gestão municipal durante a pandemia da covid-19.  De acordo com o prefeito, os recursos recebidos da União para investir em ações de combate ao novo coronavírus ainda não foram gastos pela prefeitura.

 

"Os gastos serão fiscalizados pelo Tribunal Contas ou pelo Ministério Público, pelo amor de Deus. Eu quero união de todos. Tem gente morrendo. Tem gente sofrendo, estamos em uma pandemia. Controle tem que ter o tempo todo, não só para esse recurso, mas para todos os recursos", afirmou Emanuel durante entrevista ao programa Tribuna da Vila Real FM nesta segunda-feira (18).  

 

Leia também - Emanuel avalia reabertura de bares e restaurantes em Cuiabá

 

Para Emanuel, a oposição quer trazer o debate eleitoral para agora, porém, ele tem evitado falar em eleição, e que espera a mesma postura dos vereadores da capital. "A oposição faz parte, mas vamos nos unir. Nunca a cidade precisou tanto da união de todos e da maturidade das forças políticas", completa.  

 

Apesar do requerimento contar com 10 assinaturas, a CPI poderá ser arquivada. Pelo menos é o que a base do prefeito está se mobilizando para fazer o pedido. Isso porque atualmente estão funcionando 5 CPIs no parlamento cuiabano, limite máximo de investigação em andamento permitido, conforme o regimento interno da Casa.  

 

Porém os 10 vereadores que assinaram o pedido da nova CPI, alegam que o requerimento é válido e que Mesa Diretora apenas abra a nova investigação quando uma das CPIs estiver concluída.    

 

"CPI do coronavírus"  

 

O novo pedido de CPI foi articulado pelo vereador Abílio Júnior (PSC) e busca investigar cerca de R$ 26,7  milhões entre  recebimento e gastos nas últimas semanas.  O vereador  lembra que a prefeitura recebeu R$ 23,9 milhões do governo federal para investir em ações de combate à covid-19, além de R$ 2 milhões da própria Câmara encaminhada ao Executivo.  

 

A CPI ainda irá investigar o decreto de ‘bonificação’ dos servidores da Saúde feita pela Secretaria Municipal de Saúde, além da falta de servidores em policlínicas

Voltar Imprimir

Publicidade

Comentários

Enquete

Você acredita na eficácia das barreiras sanitárias implantadas em Cuiabá?

Parcial

Edição digital

Domingo, 12/07/2020

imagem
imagem
imagem
imagem
imagem
imagem

Publicidade

btn-4

Indicadores

Milho Disponível R$ 22,00 0,46%

Algodão R$ 93,28 -0,16%

Boi a Vista R$ 134,86 -0,84%

Soja Disponível R$ 67,65 -1,60%

Publicidade

Classi fácil
btn-loja-virtual

Publicidade

Mais lidas

Publicidade

O Grupo Gazeta reúne veículos de comunicação em Mato Grosso. Foi fundado em 1990 com o lançamento de A Gazeta, jornal de maior circulação e influência no Estado. Integram o Grupo as emissoras Gazeta FM, FM Alta Floresta, FM Barra do Garças, FM Poxoréu, Cultura FM, Vila Real FM, TV Vila Real 10.1, TV Pantanal 22.1, o Instituto de Pesquisa Gazeta Dados, Gráfica Millenium e o Portal Gazeta Digital.

Copyright© 2020 - Gazeta Digital - Todos os direitos reservados Logo Trinix Internet

É proibida a reprodução do conteúdo desta página em qualquer meio de comunicação, eletrônico ou impresso, sem a devida citação da fonte.