Publicidade

Cuiabá, Segunda-feira 30/11/2020

Política de MT - A | + A

veja vídeo 29.10.2020 | 07h20

‘Eu te imploro Aécio, me acione na Justiça’, desafia Professor LAC

Facebook Print google plus

Reprodução

Reprodução

A saída nada amigável de Luiz Antônio de Carvalho, o Professor LAC (PRTB), da chapa de Aécio Rodrigues (PSL) ganhou um novo capítulo, com a divulgação de um vídeo com o direito de resposta do docente. Ele afirma que Aécio ofendeu o PRTB. “Eu te imploro Aécio, me acione na Justiça”, disse o Professor LAC, garantindo que não quer que o assunto acabe logo.

 

No vídeo de quase 15 minutos, Luiz Antônio conta a sua versão sobre a saída do PRTB, que teve um motivo pessoal. “O meu caráter não compatibiliza com a sua personalidade”, afirmou se referindo ao ex-aliado. E que, por não acreditar em Aécio, desistiu do “sonho da majoritária".

 

Leia também - Não faz o menor sentido, diz Abílio sobre ataque de Botelho

 

Carvalho também responde ao vídeo em que Aécio diz ter sido “apunhalado pelas costas” com a saída do PRTB da coligação. Segundo o candidato do PSL, em vez de motivos pessoais, o Professor LAC saiu da chapa para conseguir um cargo na equipe de Abílio, em uma “negociata da velha política”.

“O mais grave pra mim foi acusação do meu partido. Aécio Rodrigues acusou nosso partido de fazer negociata, fazer parte da velha política, que tem interesse financeiro. Quero lembrar você Aécio, que o nosso partido renunciou ao fundo partidário, que nosso partido é formado por pessoas de bem, que é o partido do general Mourão, nós nos sentimos bastante ofendidos”, atacou o Professor LAC.

 

Sobre as acusações feitas por Aécio, Luiz Antônio avisa que o PRTB tomará as medidas cabíveis. “Pode ter certeza que o nosso partido vai te acionar na Justiça. Você vai ter que provar as negociatas que foram feitas, o interesse financeiro”.

 

Porém, além do processo do partido, ele afirma que quer que Aécio o acione judicialmente a respeito dos gastos que o PSL afirma ter feito para os vereadores do PRTB. “Por favor, eu te imploro, me acione na Justiça. Porque eu sou favorável para que esse processo vá para a Justiça Eleitoral, que vire inquérito da Polícia Federal".

 

Ele também respondeu sobre a acusação de que ele teria trocado a saída da chapa por um cargo na gestão de Abílio. “O senhor disse que o motivo que me levou a deixar a coligação é porque tinha uma promessa de um cargo de secretário na Secretaria Municipal de Educação. Não tem nada disso. Foi questão pessoal, o meu caráter não compatibiliza com, a sua personalidade. Você parece que ficou meio enciumado que o nosso grupo apoiou o Abílio. Mas por que não apoiar o Abílio? Você queria que nós apoiássemos você?”

Voltar Imprimir

Publicidade

Comentários

Jorge1 - 30/10/2020

Que cobra criada! Vôte!

BENEDITO TABORELLI - 29/10/2020

Esse cidadão nem voto tem aqui em cuiaba. Fica esse briga.

2 comentários

1 de 1

Enquete

Com o resultado da eleição, você acredita em uma Cuiabá melhor a partir de 2021

Parcial

Edição digital

Segunda-feira, 30/11/2020

imagem
imagem
imagem
imagem
imagem

Publicidade

btn-4

Indicadores

Milho Disponível R$ 61,50 -0,81%

Algodão R$ 126,42 0,73%

Boi à vista R$ 252,99 0,02%

Soja Disponível R$ 160,00 0,63%

Publicidade

Classi fácil
btn-loja-virtual

Publicidade

Mais lidas

Publicidade

O Grupo Gazeta reúne veículos de comunicação em Mato Grosso. Foi fundado em 1990 com o lançamento de A Gazeta, jornal de maior circulação e influência no Estado. Integram o Grupo as emissoras Gazeta FM, FM Alta Floresta, FM Barra do Garças, FM Poxoréu, Cultura FM, Vila Real FM, TV Vila Real 10.1, TV Pantanal 22.1, o Instituto de Pesquisa Gazeta Dados, Gráfica Millenium e o Portal Gazeta Digital.

Copyright© 2020 - Gazeta Digital - Todos os direitos reservados Logo Trinix Internet

É proibida a reprodução do conteúdo desta página em qualquer meio de comunicação, eletrônico ou impresso, sem a devida citação da fonte.