Publicidade

Cuiabá, Sábado 05/12/2020

Política de MT - A | + A

Disputa ao Senado 26.10.2020 | 14h25

Na Euclides desafia Fávaro, Lucimar pede votos para Nilson e Selma Arruda para Reinaldo

Facebook Print google plus

Reprodução

Reprodução

No programa eleitoral dos candidatos ao Senado desta segunda-feira (26), o advogado Euclides Ribeiro (Avante) desafiou o senador interino Carlos Fávaro (PSD) a explicar porque votou contra o projeto de dei que estabelecia o teto de 30% ao ano para juros de cartão de crédito e cheque especial, durante o período de emergência sanitária da covid-19.  "Desafio Carlos Fávaro explicar para o povo porque votou contra a redução de juros", disse em seu programa,

 

Antes, o ex-governador Pedro Taques (SD), que teve a sua candidatura indeferida por unanimidade pelo Tribunal Regional Eleitoral (TRE), lembrou que enquanto foi senador (2011-2014) apresentou o projeto de Lei que torna a corrupção como crime hediondo.

 

Carlos Fávaro focou o seu programa falando dos direitos das mulheres. Segundo ele, nos meses em que está no Senado interinamente, apresentou a proposta de atendimento psicológico virtual para mulheres vítimas de violência doméstica, e aumento da pena para condenado por violência contra mulher.

 

O deputado federal José Medeiros (Pode) voltou a trazer um vídeo que o presidente Jair Bolsonaro o elogia, e voltou a reafirmar que sua candidatura é de direita. "Quem está com Bolsonaro, está do nosso lado", disse. Já Nilson Leitão (PSDB) destacou novamente a sua experiência como parlamentar e trouxe a prefeita de Várzea Grande, Lucimar Campos (DEM) pedindo voto. Ela é uma das prefeitas mais bem avaliada em Mato grosso.

 

A coronel Fernanda (Patri) também focou em políticas para mulheres, como financiamento de casas para mulheres vítimas de violência e viúvas. Feliciano Azuaga (Novo), Procurador Mauro (Psol) e Elizeu Nascimento (DC) repetiram seus programas eleitorais da semana passada.

 

Reinaldo Morais (PSC) trouxe a ex-senadora Selma Arruda (Sem partido) como cabo eleitoral. Ela foi cassada por caixa 2 e abuso de poder econômico, o que fez com que a Justiça Eleitoral convocasse novas eleições.

 

Já Valdir Barranco usou o seu programa eleitoral na violência, defendendo a menor circulação de armas e combate ao tráfico na fronteira.

Voltar Imprimir

Publicidade

Comentários

Edição digital

Sexta-feira, 04/12/2020

imagem
imagem
imagem
imagem
imagem
imagem

Publicidade

btn-4

Indicadores

Milho Disponível R$ 59,70 -0,17%

Algodão R$ 126,18 -0,57%

Boi à vista R$ 249,16 -1,37%

Soja Disponível R$ 153,00 0,00%

Publicidade

Classi fácil
btn-loja-virtual

Publicidade

Mais lidas

Publicidade

O Grupo Gazeta reúne veículos de comunicação em Mato Grosso. Foi fundado em 1990 com o lançamento de A Gazeta, jornal de maior circulação e influência no Estado. Integram o Grupo as emissoras Gazeta FM, FM Alta Floresta, FM Barra do Garças, FM Poxoréu, Cultura FM, Vila Real FM, TV Vila Real 10.1, TV Pantanal 22.1, o Instituto de Pesquisa Gazeta Dados, Gráfica Millenium e o Portal Gazeta Digital.

Copyright© 2020 - Gazeta Digital - Todos os direitos reservados Logo Trinix Internet

É proibida a reprodução do conteúdo desta página em qualquer meio de comunicação, eletrônico ou impresso, sem a devida citação da fonte.