Publicidade

Cuiabá, Domingo 08/12/2019

Política de MT - A | + A

Eleições 2020 20.07.2019 | 12h17

Ex-deputado Zeca Viana se filia ao partido de José Medeiros

Facebook Print google plus

Divulgação/Assessoria

Divulgação/Assessoria

O ex-deputado estadual Zeca Viana se filou, nesta sexta-feira (19), no Podemos. O deputado federal José Medeiros, presidente do Podemos de Mato Grosso, foi quem convidou o ex-deputado do PDT para filiar na sigla. Além de Viana, o sociólogo Hélio Silva, mais conhecido como Papa Corrupto, também deixou o PDT e aderiu ao partido liderado por Medeiros.

 

“Para o Podemos é uma grata satisfação receber a adesão de uma liderança com a envergadura política do ex-deputado Zeca Viana. Descontente com a postura do PDT, que se tornou uma espécie de anexo do PT, Zeca decidiu filiar ao Podemos. Aqui ele encontrará um partido aberto para que ele possa exercer toda sua liderança política”, destaca o parlamentar.

 

Leia também - Divergências entre Mauro e Emanuel são rusgas passageiras, diz Bezerra

 

De acordo com o ex-deputado Zeca Viana, as divergências ideológicas resultaram em sua saída do PDT, partido que presidiu em Mato Grosso. “O PDT está na contramão da história e o maior exemplo é o fato de punir os deputados federais do partido que votaram a favor da reforma da previdência. Não tinha como ficar nesse partido. Estou muito feliz em caminhar com Medeiros no Podemos. Tenho certeza que posso contribuir com o fortalecimento da legenda em Mato Grosso”.

 

Medeiros também comemora a filiação de outras lideranças oriundas do PDT, como é o caso do sociólogo Hélio Silva. “Antes da Lava Jato e dos movimentos de combate a corrupção, Hélio saiu candidato, em 2006, levantando a bandeira da probidade e da anticorrupção. Para quem não se lembra, ele fazia campanha em um carro com uma grade onde simbolicamente prendia os corruptos de Mato Grosso. Fico feliz em receber no partido um quadro como o Silva. Além do Zeca e Hélio, também convidamos o ex-secretário adjunto Samir Katumata e outras lideranças do PDT e de outros partidos”.

 

Considerado um partido novo, o Podemos, segundo Medeiros, passa por um processo de consolidação em todo o Estado, sendo mais de 80 comissões provisórias.

 

“Temos municípios como Cuiabá, Várzea Grande, Alta Floresta, Rondonópolis, Nova Xavantina, Vila Rica, Cáceres, Primavera do Leste, Lucas do Rio Verde, Guarantã do Norte e Pontes e Lacerda que já estão se organizando para eleger diretórios municipais definitivos. Em todos eles estamos trabalhando para lançar candidatopróprio a prefeito nas eleições do ano que vem. Nosso objetivo é fortalecer o Podemos e, principalmente, atrair pessoas que estejam comprometidas em trabalhar para melhorar Mato Grosso e consequentemente a vida da população”, frisa Medeiros.

Voltar Imprimir

Publicidade

Comentários

Iris Xavier - 23/07/2019

O bom é que vai limpando o partido.

1 comentários

1 de 1

Jornal do Meio Dia - JM

Jornal do Meio Dia - JM

Enquete

Racismo, fake news e ganância são alguns dos sambas-enredo deste ano. O Carnaval deve ser politizado?

Parcial

Edição digital

Domingo, 08/12/2019

imagem
imagem
imagem
imagem
imagem
imagem

Publicidade

btn-4

Indicadores

Milho Disponível R$ 19,05 1,33%

Algodão R$ 97,23 -0,18%

Boi a Vista R$ 137,00 0,24%

Soja Disponível R$ 68,80 -0,29%

Publicidade

Classi fácil
btn-loja-virtual

Publicidade

Mais lidas

Publicidade

O Grupo Gazeta reúne veículos de comunicação em Mato Grosso. Foi fundado em 1990 com o lançamento de A Gazeta, jornal de maior circulação e influência no Estado. Integram o Grupo as emissoras Gazeta FM, FM Alta Floresta, FM Barra do Garças, FM Poxoréu, Cultura FM, Vila Real FM, TV Vila Real, o Instituto de Pesquisa Gazeta Dados, Gráfica Millenium e o Portal Gazeta Digital.

Copyright© 2019 - Gazeta Digital - Todos os direitos reservados Logo Trinix Internet

É proibida a reprodução do conteúdo desta página em qualquer meio de comunicação, eletrônico ou impresso, sem a devida citação da fonte.