Publicidade

Cuiabá, Sábado 08/08/2020

Política de MT - A | + A

Deu em A Gazeta 10.07.2020 | 09h02

Fake news irritam os prefeitos no interior

Facebook Print google plus
Lázaro Thor Borges

lazaro@gazetadigital.com.br

Otmar de Oliveira

Otmar de Oliveira

Prefeitos do interior estão irritados com parlamentares estaduais e federais que têm repetido o discurso do presidente da República, Jair Bolsonaro, segundo o qual o governo federal repassou recursos suficientes para o combate a pandemia, mas os municípios não souberam utilizar o dinheiro.

 

O descontentamento dos prefeitos ficou evidente em reunião virtual realizada na última quarta-feira (8), organizada pela Associação Mato-grossense dos Municípios. A principal irritação foi com o deputado estadual Silvio Favero (PSL) que espalhou fake news na qual afirma que cada prefeito recebeu R$ 19 mil por pessoas mortas por covid-19.

 

Prefeitos de cidade como Juara, Juína, Araguaiana, Tangará, Poxoréu, Mirassol e muitos outros manifestaram seu descontentamento com Favero. Eles entendem que jogar a culpa nos municípios, em um dos momentos mais críticos da pandemia, é uma atitude desrespeitosa.

 

“Ontem muitos disseram que tem deputados mandando vídeos para os municípios dizendo que o presidente Bolsonaro já mandou tantos milhões para aquele município e já estão nas contas da prefeitura”, informou Neurilan Fraga (PL), presidente da AMM. “Não é bem assim: tem recursos já aprovados em portarias, porém não chegaram nos caixas das prefeituras”, explica

 

Dificuldades

Segundo os prefeitos, alguns parlamentares informaram como se recursos de reposição do FPM, recomposição do ISSQN e do ICMS fossem a mesma coisa do auxílio financeiro. Na verdade, em alguns municípios, o valor destinado para a secretaria de saúde é exíguo.

 

É o caso, por exemplo, da prefeitura de Itanhangá, que recebeu até o momento apenas R$ 24,3 mil específicos para a área da Saúde no combate à covid-19. De acordo com o prefeito, Edu Pascoski (PR), Favero deveria subir novamente à tribuna da ALMT para se desculpar.

 

Pascoski explica que mesmo os valores de reposição de FPM deverão ser gastos para pagamento de folha porque, no fechamento das contas, o município se encontra em dificuldades financeiras.

 

 

Leia mais notícias sobre Política MT na edição do Jornal A Gazeta

Voltar Imprimir

Publicidade

Comentários

Enquete

Após a reabertura dos shoppings, você voltou a frequentar como antes da pandemia?

Parcial

Edição digital

Sexta-feira, 07/08/2020

imagem
imagem
imagem
imagem
imagem
imagem

Publicidade

btn-4

Indicadores

Milho Disponível R$ 24,60 0,41%

Algodão R$ 96,72 -0,46%

Boi a Vista R$ 134,50 0,00%

Soja Disponível R$ 66,60 0,15%

Publicidade

Classi fácil
btn-loja-virtual

Publicidade

Mais lidas

Publicidade

O Grupo Gazeta reúne veículos de comunicação em Mato Grosso. Foi fundado em 1990 com o lançamento de A Gazeta, jornal de maior circulação e influência no Estado. Integram o Grupo as emissoras Gazeta FM, FM Alta Floresta, FM Barra do Garças, FM Poxoréu, Cultura FM, Vila Real FM, TV Vila Real 10.1, TV Pantanal 22.1, o Instituto de Pesquisa Gazeta Dados, Gráfica Millenium e o Portal Gazeta Digital.

Copyright© 2020 - Gazeta Digital - Todos os direitos reservados Logo Trinix Internet

É proibida a reprodução do conteúdo desta página em qualquer meio de comunicação, eletrônico ou impresso, sem a devida citação da fonte.