Publicidade

Cuiabá, Domingo 12/07/2020

Política de MT - A | + A

Cassação de Jânio Calistro 26.05.2020 | 18h11

Família Campos e deputado não vão à oitiva na Câmara

Facebook Print google plus

Otmar de Oliveira

Otmar de Oliveira

Convocados para depor como testemunhas no processo de cassação do vereador Jânio Calistro (DEM), nesta quarta-feira (27), na Câmara de Vereadores de Várzea Grande, o senador Jayme Campos, a prefeita de Várzea Grande, Lucimar Sacre de Campos, o presidente da Assembleia Legislativa, Eduardo Botelho e o ex-governador Júlio Campos, todos do DEM,  não devem comparecer pertante a Comissão Processante. 

 

A família Campos de luto pela morte prematura de uma sobrinha não deve comparecer e o presidente da Assembleia Legislativa também não colocou na sua agenda o depoimento. Para esta quarta, Botelho tem pelo menos 3 sessões e mais a apresentação do secretário de Saúde, Gilberto Figueiredo, sobre o balanço da covid-19 em Mato Grosso.

 

Júlio Campos afirmou que não irá comparecer à oitiva de defesa do processo que pode levar à cassação do vereador. O democrata disse que a família Campos está abalada pela morte de sua sobrinha com apenas 35 anos de idade. A defesa do vereador pode ficar prejudicada com esvaziamento das testemunhas. 

 

Segundo Júlio, não há qualquer intimação da Câmara de Vereadores marcando o dia e horário para que ele fosse ouvido. Destaca também que não houve pedido da defesa de Calistro para que ele fosse arrolado como testemunha de defesa do vereador no caso que pode levar à sua cassação. 

 

Leia também - Lúdio critica flexibilização de importação de resíduos tóxicos

 

Mesmo com a convocação, os políticos com mandato podem se recursar a comparecer, "o que será respeitado pela comissão ante ao postulado Constitucional da não incriminação". Também serão ouvidos no dia 27 os delegados que coordenaram a Operação Cleanup, na qual Jânio foi preso em dezembro de 2019.

 

Depois que a denúncia foi recebida, Comissão Processante analisou os documentos e encontrou "indícios de que o vereador Calistro Lemes do Nascimento teria incindido na prática de ato incompatível com o decoro parlamentar, relacionado ao suposto envolvimento com o tráfico ilícito de entorpecentes" em Várzea Grande.

Voltar Imprimir

Publicidade

Comentários

Enquete

Você acredita na eficácia das barreiras sanitárias implantadas em Cuiabá?

Parcial

Edição digital

Domingo, 12/07/2020

imagem
imagem
imagem
imagem
imagem
imagem

Publicidade

btn-4

Indicadores

Milho Disponível R$ 22,55 2,27%

Algodão R$ 91,92 0,44%

Boi a Vista R$ 137,25 0,33%

Soja Disponível R$ 69,10 0,14%

Publicidade

Classi fácil
btn-loja-virtual

Publicidade

Mais lidas

Publicidade

O Grupo Gazeta reúne veículos de comunicação em Mato Grosso. Foi fundado em 1990 com o lançamento de A Gazeta, jornal de maior circulação e influência no Estado. Integram o Grupo as emissoras Gazeta FM, FM Alta Floresta, FM Barra do Garças, FM Poxoréu, Cultura FM, Vila Real FM, TV Vila Real 10.1, TV Pantanal 22.1, o Instituto de Pesquisa Gazeta Dados, Gráfica Millenium e o Portal Gazeta Digital.

Copyright© 2020 - Gazeta Digital - Todos os direitos reservados Logo Trinix Internet

É proibida a reprodução do conteúdo desta página em qualquer meio de comunicação, eletrônico ou impresso, sem a devida citação da fonte.