Publicidade

Cuiabá, Terça-feira 01/12/2020

Política de MT - A | + A

ETA COPIADA 27.10.2020 | 17h20

Flávio Frical acusa Emanuelzinho de copiar e superfaturar proposta para DAE

Facebook Print google plus
Izabelle Borges - Especial para o GD

izabelle@gazetadigital.com.br

Reprodução/Instagram

Reprodução/Instagram

Durante entrevista cedida ao Jornal do Meio Dia, da TV Vila Real, na manhã desta terça-feira (27), o candidato a prefeito de Várzea Grande Flávio Frical (PSB) acusou o concorrente Emanuelzinho (PTB) de copiar e superfaturar uma de suas propostas para melhoria de água e se diz contrário à privatização do Departamento de Água e Esgotos (DAE).

 

Ao ser questionado sobre o problema de água em Várzea Grande, o empresário respondeu que sua proposta é a criação de uma estação de tratamento de água (ETA) na região do Chapéu do Sol. Segundo ele, sua equipe faz esse estudo e planejamento há cerca de 6 meses.

 

A obra de Frical está prevista entre R$ 6 milhões e R$ 10 milhões, enquanto que, segundo o entrevistador, a mesma melhoria sairia por R$ 100 milhões nas estimativas de Emanuelzinho.

 

Leia também - Servidores de VG recebem nesta terça salário de outubro

 

Para Frical, seu orçamento é mais próximo à realidade e seu concorrente estaria superfaturando a proposta, além de copiar. “Não, com certeza ele está superfaturando a dele”, defendeu.

 

Justificando que o valor estaria realmente fora do normal, o empresário cita que a construção da ETA Cristo Rei, que segundo ele ‘está se falando’, custará R$ 30 milhões e terá a capacidade de 300 litros por segundo, enquanto que a do Chapéu do Sol será de 100 litros por segundo.

 

Problema de verbas

Já falando em como arrecadar o valor, o candidato explicou que é contrário à privatização do serviço de água e que pretende enxugar a máquina pública.

 

Sobre a privatização, Frical é taxativo ao dizer que não concorda. Segundo ele, a quantia de empresários tentando comprar o DAE mostra que o problema não é a empresa, mas sim a falta de gestão. Porém, disse que ‘poderia conversar’ sobre a privatização do tratamento de esgoto.

 

“Proposta nossa é nunca privatizar”, diz o candidato.

 

Frical defende que a empresa seria uma ‘cabidão de empregos’, onde diversos funcionários não trabalham de fato e pretende demitir essas pessoas. Pelas estimativas do candidato, cerca de 250 a 300 funcionários seriam necessários para prosseguir com o DAE sem privatizar, mas hoje a empresa possui 1300 pessoas em seu quadro.

 

Confira o vídeo na íntegra

Vídeo

Voltar Imprimir

Publicidade

Comentários

Enquete

Com o resultado da eleição, você acredita em uma Cuiabá melhor a partir de 2021

Parcial

Edição digital

Terça-feira, 01/12/2020

imagem
imagem
imagem
imagem
imagem
imagem

Publicidade

btn-4

Indicadores

Milho Disponível R$ 61,00 -0,81%

Algodão R$ 127,44 0,81%

Boi à vista R$ 254,60 0,64%

Soja Disponível R$ 154,00 -3,75%

Publicidade

Classi fácil
btn-loja-virtual

Publicidade

Mais lidas

Publicidade

O Grupo Gazeta reúne veículos de comunicação em Mato Grosso. Foi fundado em 1990 com o lançamento de A Gazeta, jornal de maior circulação e influência no Estado. Integram o Grupo as emissoras Gazeta FM, FM Alta Floresta, FM Barra do Garças, FM Poxoréu, Cultura FM, Vila Real FM, TV Vila Real 10.1, TV Pantanal 22.1, o Instituto de Pesquisa Gazeta Dados, Gráfica Millenium e o Portal Gazeta Digital.

Copyright© 2020 - Gazeta Digital - Todos os direitos reservados Logo Trinix Internet

É proibida a reprodução do conteúdo desta página em qualquer meio de comunicação, eletrônico ou impresso, sem a devida citação da fonte.