Publicidade

Cuiabá, Domingo 12/07/2020

Política de MT - A | + A

um ano 31.01.2020 | 13h55

Governo reequilibra as contas públicas e retoma confiança da sociedade

Facebook Print google plus

Andre Romeu/Gcom-MT

 Andre Romeu/Gcom-MT

O governo de Mato Grosso fez um balanço do período de janeiro de 2019 a janeiro de 2020, em relação às ações realizadas pela atual gestão.

 

O cenário encontrado no dia primeiro de janeiro do ano passado era de centenas de obras paralisadas, dívidas equivalentes a 10 megas senas da virada (R$ 3,5 bilhões), salário do servidor público atrasado, além do não pagamento do 13º, viaturas da polícia paradas por falta de pagamento e unidades hospitalares sucateadas.

 

A situação financeira fez com que uma série de medidas necessárias fosse adotada para consertar o Estado. As medidas aprovadas pela Assembleia Legislativa, ainda no mês de janeiro de 2019, propiciaram que o Estado pudesse controlar o crescimento da máquina pública e reduzisse o seu custo, junto com o trabalho de toda a equipe de secretários e servidores públicos.

 

Leia também - Governo descarta rever legislação tributária aprovada em 2019

 

Como reflexo disso, foi possível retomar mais de 200 obras na infraestrutura e educação e pagar 14 folhas salariais, sendo 12 salários do ano de 2019 e duas folhas de 13º salário (2018 e 2019).

 

“Em um ano são muitas conquistas, mesmo em um período em que tivemos que lutar contra o crescimento da máquina e do gasto público. Temos muito a fazer ao longo desse ano e estou muito confiante de que 2020 será um ano de grandes realizações”, afirmou o governador.

 

O governo também conseguiu equilibrar o pagamento com os fornecedores e prestadores de serviço, o que está facilitando a contratação dos serviços pelo preço praticado no mercado, com custos menores.

 

“Podemos dizer que hoje trabalhar com o Estado é confiável. O estado realmente tem planejamento e aquilo que combina com os seus fornecedores tem sido executado”, destacou Cristino Milhomem, que é empresário e fornecedor.

 

Nesse período de 13 meses, o Estado não recebeu o Fundo de Apoio a Exportação (FEX), de 2018 e 2019, que equivaleria a quase R$ 1 bilhão, e nenhum outro recurso extraordinário. De acordo com o governador Mauro Mendes, o que aconteceu foi gestão dos recursos públicos, muito trabalho e planejamento.

 

“Nós tivemos a coragem para tomar as medidas necessárias para consertar Mato Grosso. Nossa equipe de secretários e os servidores públicos trabalharam muito e todos deram sua parcela de contribuição”, ressaltou.

 

No setor da saúde, segundo Mauro Mendes, os avanços já estão sendo percebidos e a saúde está começando a funcionar. Os prefeitos passaram a receber os repasses obrigatórios dentro do prazo compactuado, o que contribui diretamente para melhorar a saúde pública nos municípios.

 

Também foi inaugurado, após a requisição administrativa, o Hospital Estadual Santa Casa e um novo conceito de fazer saúde pública foi instalado em Mato Grosso. E esse conceito está sendo apmplicado para todo o Estado, pois o Governo já está com obras de reforma e modernização em 4 hospitais regionais (Alta Floresta, Sinop, Rondonópolis e o Metropolitano de Várzea Grande). Além disso, o Regional de Sorriso está em fase de licitação.

 

“Internei ontem e hoje já operei. Se eu fosse esperar como antigamente ia demorar quanto tempo? Mudou cem por cento, entendeu?”, afirmou o aposentado Domingos Sávio, que passou por um procedimento cirúrgico no Hospital Estadual Santa Casa.

Voltar Imprimir

Publicidade

Comentários

Enquete

Você acredita na eficácia das barreiras sanitárias implantadas em Cuiabá?

Parcial

Edição digital

Domingo, 12/07/2020

imagem
imagem
imagem
imagem
imagem
imagem

Publicidade

btn-4

Indicadores

Milho Disponível R$ 21,65 -0,46%

Algodão R$ 96,59 0,55%

Boi a Vista R$ 137,10 0,07%

Soja Disponível R$ 67,60 0,00%

Publicidade

Classi fácil
btn-loja-virtual

Publicidade

Mais lidas

Publicidade

O Grupo Gazeta reúne veículos de comunicação em Mato Grosso. Foi fundado em 1990 com o lançamento de A Gazeta, jornal de maior circulação e influência no Estado. Integram o Grupo as emissoras Gazeta FM, FM Alta Floresta, FM Barra do Garças, FM Poxoréu, Cultura FM, Vila Real FM, TV Vila Real 10.1, TV Pantanal 22.1, o Instituto de Pesquisa Gazeta Dados, Gráfica Millenium e o Portal Gazeta Digital.

Copyright© 2020 - Gazeta Digital - Todos os direitos reservados Logo Trinix Internet

É proibida a reprodução do conteúdo desta página em qualquer meio de comunicação, eletrônico ou impresso, sem a devida citação da fonte.