Publicidade

Cuiabá, Terça-feira 24/11/2020

Política de MT - A | + A

dinheiro na cueca 19.10.2020 | 15h42

Jayme afirma que Chico Rodrigues deveria se afastar de cargo

Facebook Print google plus

Luiz Leite

Luiz Leite

O senador Jayme Campos (DEM-MT), que é presidente do Conselho de Ética do Senado, disse em entrevista nesta segunda-feira (19) ao Jornal Hoje, da rede Globo, que o correligionário Chico Rodrigues (DEM-RR) deveria se licenciar do mandato por 121 dias, para esclarecer a verdade sobre o dinheiro encontrado na cueca do parlamentar.


Chico Rodrigues foi flagrado por policiais federais com R$ 33 mil na cueca, na semana passada. O dinheiro foi apreendido durante operação, que cumpriu mandados de busca e apreensão em sua residência.


Após a polêmica, partidos políticos protocolaram representação no Conselho de Ética no Senado, com objetivo de cassar o mandato do parlamentar. Na ocasião, Jayme demonstrou que Chico deveria se afastar do cargo.

 

Leia também - Chico Rodrigues pede dispensa da função de vice-líder do governo no Senado


"Se eu fosse ele [Chico Rodrigues], eu pediria uma licença por 121 dias para não ter nenhuma dúvida de que ele quer, de fato, esclarecer a verdade. E a verdade, com certeza, será na medida em que este inquérito poderá transformar em processo e ele, o que alega na própria representação, poderá certamente tentar coagir do exercício do mandato alguma pessoa ou outra, quem quer que seja, para que naturalmente não seja retratada a verdade", disse Jayme.


A representação será encaminhada à Advocacia-Geral do Senado. "É humanamente impossível, você não pode, em hipótese alguma, votar remotamente uma matéria tão importante como a cassação ou possível cassação ou alguma pena que possa receber o senador Chico Rodrigues", afirmou.


Vice-líder do governo no Senado, Chico Rodrigues (DEM-RR), alvo de operação da Polícia Federal nesta quarta-feira (14), em Boa Vista, escondeu dinheiro na cueca durante a abordagem dos policiais.


A investigação, sob sigilo, apura desvios de recursos públicos destinados ao combate à pandemia de covid-19, oriundos de emendas parlamentares. A ordem de busca e apreensão foi autorizada pelo ministro do STF (Supremo Tribunal Federal) Luís Roberto Barroso.


Foram encontrados R$ 30 mil dentro da cueca do vice-líder do governo. Ao todo, os valores descobertos na casa do senador chegariam a R$ 100 mil.

Voltar Imprimir

Publicidade

Comentários

cidao - 19/10/2020

olha só a cara de pau um sujo falando do mal lavado os campos nunca fizeram nada por varzea grande tanto é que o irmão dele é suplente a senador agora quer se promover com o mal feito dos outros.

1 comentários

1 de 1

Enquete

Você concorda com o retorno das aulas presenciais em fevereiro ou acha melhor esperar a vacina?

Parcial

Edição digital

Terça-feira, 24/11/2020

imagem
imagem
imagem
imagem
imagem
imagem

Publicidade

btn-4

Indicadores

Milho Disponível R$ 63,00 -0,79%

Algodão R$ 122,38 0,18%

Boi à vista R$ 257,07 -1,89%

Soja Disponível R$ 163,75 -0,15%

Publicidade

Classi fácil
btn-loja-virtual

Publicidade

Mais lidas

Publicidade

O Grupo Gazeta reúne veículos de comunicação em Mato Grosso. Foi fundado em 1990 com o lançamento de A Gazeta, jornal de maior circulação e influência no Estado. Integram o Grupo as emissoras Gazeta FM, FM Alta Floresta, FM Barra do Garças, FM Poxoréu, Cultura FM, Vila Real FM, TV Vila Real 10.1, TV Pantanal 22.1, o Instituto de Pesquisa Gazeta Dados, Gráfica Millenium e o Portal Gazeta Digital.

Copyright© 2020 - Gazeta Digital - Todos os direitos reservados Logo Trinix Internet

É proibida a reprodução do conteúdo desta página em qualquer meio de comunicação, eletrônico ou impresso, sem a devida citação da fonte.