Publicidade

Cuiabá, Quarta-feira 21/10/2020

Política de MT - A | + A

candidato em Sinop 30.09.2020 | 08h52

Juarez Costa assume amizade com Silval, mas afirma que dinheiro era lícito

Facebook Print google plus
Noelisa Andreola

noelisa@gazetadigital.com.br

Câmara Federal

Câmara Federal

O deputado federal e candidato a prefeito de Sinop (500 km ao norte de Cuiabá), Juarez Costa (MDB), respondeu às críticas e ataques que vêm recebendo nas redes sociais, por ter sido citado pelo ex-governador Silval Barbosa (sem partido) em sua delação. Ele assumiu sua amizade com Silval e garantiu que o dinheiro recebido fez parte de negócios lícitos, que constam em sua declaração do imposto de renda. 

 

Juarez afirmou que está "preocupado com propostas" e não com os ataques que vem sofrendo desde antes do inicio do processo eleitoral. "O povo de Sinop é politizado. Povo quer proposta. E nós temos uma gama de propostas na palma da mão e coisas realizáveis para acontecer. É isso que vamos trabalhar, propostas".

 

Leia mais - '5 nomes concorrem à Prefeitura de Tangará da Serra'


Em relação à delação do ex-governador Silval Barbosa (sem partido), no qual foi citado por ter recebido "mensalinho" de R$ 3 milhões, desviados dos cofres do Estado na campanha que o elegeu em 2008, ele respondeu que teve apenas negócios com o ex-governador.


"Primeiro é estranho que na delação uma pessoa perguntou do meu nome para o governador. Eu tive negócios, está claro, está no meu imposto de Renda, questão de rádio que vendi, então não tem nada a ver".


O parlamentar ainda se defendeu e disse que tinha uma amizade com Silval, já que o ajudou a trazer recursos para Mato Grosso. "Foi perguntado sobre o meu nome [nos depoimentos da delação]. Tinha uma amizade com o governador. Estava sempre presente em Sinop porque eu busquei R$ 1,5 bilhão de recursos a nível federal para realizar obras no município. Então é até estranho alguém perguntar paro o delator se ele tinha alguma coisa comigo".


Juarez ainda enfatizou dizendo que seu caso foi uma "coisa montada" e que a população sinopense não se importa. "Vocês acompanharam a grampolândia que teve aí. Seis meses depois foi descoberto quem fez a grampolândia. E comigo foi uma coisa montada. Então a sociedade já conhece essa história em Sinop e isso não tem importância".


Ataques que vem sofrendo
No dia 1º de setembro, Juarez foi alvo de diversas mensagens. Ao todo, 39 números de estados diferentes compartilharam um vídeo contendo a matéria "Delatados do Silval enfrentarão as urnas" , com a frase " Sinop vai aceitar esse candidato?".

Voltar Imprimir

Publicidade

Comentários

Enquete

Como você avalia a ausência de um candidato convidado para debater com adversários?

Parcial

Edição digital

Quarta-feira, 21/10/2020

imagem
imagem
imagem
imagem
imagem
imagem

Publicidade

btn-4

Indicadores

Milho Disponível R$ 57,50 1,77%

Algodão R$ 118,67 3,64%

Boi a Vista R$ 242,24 0,00%

Soja Disponível R$ 156,30 0,35%

Publicidade

Classi fácil
btn-loja-virtual

Publicidade

Mais lidas

Publicidade

O Grupo Gazeta reúne veículos de comunicação em Mato Grosso. Foi fundado em 1990 com o lançamento de A Gazeta, jornal de maior circulação e influência no Estado. Integram o Grupo as emissoras Gazeta FM, FM Alta Floresta, FM Barra do Garças, FM Poxoréu, Cultura FM, Vila Real FM, TV Vila Real 10.1, TV Pantanal 22.1, o Instituto de Pesquisa Gazeta Dados, Gráfica Millenium e o Portal Gazeta Digital.

Copyright© 2020 - Gazeta Digital - Todos os direitos reservados Logo Trinix Internet

É proibida a reprodução do conteúdo desta página em qualquer meio de comunicação, eletrônico ou impresso, sem a devida citação da fonte.