Publicidade

Cuiabá, Sexta-feira 14/08/2020

Política de MT - A | + A

Pode chegar a 180 dias 23.03.2020 | 17h59

Mauro decreta situação de emergência em MT por 90 dias

Facebook Print google plus

Christiano Antonucci - Secom-MT

 Christiano Antonucci - Secom-MT

Com o agravamento da crise provocada pelo coronavírus em Mato Grosso, o governador Mauro Mendes (DEM) decretou situação de emergência em Mato Grosso. O decreto 420/2020 saiu em edição extra do Diário Oficial do Estado publicado nesta segunda-feira (23). 

 

O decreto do governador leva em conta a lei de quarentena que foi sancionada em fevereiro pelo presidente Jair Bolsonaro (sem partido) e também a declaração pela Organização Mundial de Saúde (OMS) do coronavírus como uma pandemia, em 11 de março de 2020. Mauro considera ainda que já há casos registrados em Mato Grosso. 

 

Com ele, o Estado pode adotar medidas de prevenção, preparação, mitigação, respostas e recuperação frente à epidemia do novo coronavírus, causador da Covid-19.

 

Leia também - Estado proíbe bares e conveniências; restaurantes só delivery

 

O decreto tem duração de 90 dias, podendo ser prorrogado por até 180 dias.

 

O governador ainda determina que a Secretaria de Trabalho, Assistência Social e Cidadania (Setasc) poderá abrir uma conta especial para o recebimento de doações em dinheiro para ajudar pessoas carentes a passarem pelo período de Covid-19. 

 

Já são 6 casos de Covid-19 em Mato Grosso e 210 são considerados suspeitos. Mato Grosso já pediu ajuda da União na questão econômica e a Secretaria de Estado de Saúde (SES) trabalha junto com o Ministério da Saúde nas ações contra o avanço do coronavírus. 

 

Foi decretado o fechamento de locais com aglomeração de pessoas, bares, conveniências. Restaurantes só poderão atender para entrega, evitando o contato físico entre as pessoas. Linhas de ônibus interestadual foram suspensas e a ordem é que as pessoas fique em casa e lavem bem as mãos.

Voltar Imprimir

Publicidade

Comentários

Rodolfo - 23/03/2020

Bacana, está decretando estado de emergência por risco de contaminação mas o nosso grandioso governador liberou que consumidor busque seu pedido direto no comércio. Qual a lógica de pedir para ficar em casa e ao mesmo tempo pedir para buscar o pedido? Acorda governador! A lógica seria ARRECADAÇÃO do orçamento? E onde fica a saúde das pessoas ?

1 comentários

1 de 1

Enquete

Toda a polêmica envolvendo a morte da adolescente é por dúvida se o tiro foi acidental?

Parcial

Edição digital

Sexta-feira, 14/08/2020

imagem
imagem
imagem
imagem
imagem
imagem

Publicidade

btn-4

Indicadores

Milho Disponível R$ 21,65 0,70%

Algodão R$ 90,56 0,57%

Boi a Vista R$ 133,50 0,38%

Soja Disponível R$ 67,10 0,15%

Publicidade

Classi fácil
btn-loja-virtual

Publicidade

Mais lidas

Publicidade

O Grupo Gazeta reúne veículos de comunicação em Mato Grosso. Foi fundado em 1990 com o lançamento de A Gazeta, jornal de maior circulação e influência no Estado. Integram o Grupo as emissoras Gazeta FM, FM Alta Floresta, FM Barra do Garças, FM Poxoréu, Cultura FM, Vila Real FM, TV Vila Real 10.1, TV Pantanal 22.1, o Instituto de Pesquisa Gazeta Dados, Gráfica Millenium e o Portal Gazeta Digital.

Copyright© 2020 - Gazeta Digital - Todos os direitos reservados Logo Trinix Internet

É proibida a reprodução do conteúdo desta página em qualquer meio de comunicação, eletrônico ou impresso, sem a devida citação da fonte.