Publicidade

Cuiabá, Terça-feira 07/04/2020

Política de MT - A | + A

Democracia em risco 18.02.2020 | 19h13

Mauro Mendes e mais 5 que não assinam carta contra Bolsonaro

Facebook Print google plus

Christiano Antonucci / Secom - MT

Christiano Antonucci / Secom - MT

O governador Mauro Mendes (DEM) e mais governadores não assinaram a carta contra o presidente Jair Bolsonaro (sem partido) nesta segunda-feira (17). A carta foi entitulada de 'Defesa do Pacto Federativo' e lembra falas do presidente em que ataca os governadores, principalmente no episódio envolvendo o ICMS dos combustíveis e também no caso da morte do miliciano Adriano da Nóbrega, ocorrida na Bahia. 

 

A carta diz que as falas do presidente sobre os dois temas não contribuem com a evolução da democracia no Brasil. Na última semana, Bolsonaro disse que polícia do PT havia matado Adriano em episódio de queima de arquivo. 

 

Junto com Mauro Mendes não assinaram a carta os governadores Carlos Moisés (PSL-SC), Marcos Rocha (PSL-RO), Antonio Denarium (PSL-RR), Ronaldo Caiado (DEM-GO) e Ratinho Júnior (PSD-RR).

 

Leia também - Após pressão popular, vereador retira pedido para que CPI seja secreta

 

Já os que manifestaram apoio ao que estava escrito foram Gladson Cameli (Progressistas-AC), Renan Filho (MDB-AL), Waldez Góes (PDT-AP), Wilson Lima (PSC-AM), Rui Costa (PT-BA), Camilo Santana (PT-CE), Ibaneis Rocha (MDB-DF), Flávio Dino (PCdoB-MA), Reinaldo Azambuja (PSDB-MS), Romeu Zema (Novo-MG), Helder Barbalho (MDB-PA), João Azevêdo (PSB-PB), Paulo Câmara (PSB-PE), Wellington Dias (PT-PI), Wilson Witzel (PSC-RJ), Fátima Bezerra (PT-RN), Eduardo Leite (PSDB-RS), João Doria (PSDB-SP) e Belivaldo Chagas (PSD-SE).

 

O governador se manifestou por meio de sua assessori. Disse que  a "carta em questão falava do ICMS, que na visão do governador Mauro Mendes é um tema já deliberado, uma vez que ficou acordado com o Governo Federal que será debatido na Reforma Tributária; e também sobre um problema envolvendo uma declaração do presidente ao governador Rui Costa, e não cabe ao governador Mauro Mendes avaliar tal declaração”, finalizou. 

 

Nesta terça (18), o presidente rebateu a carta e disse que esperava que o documento fosse um pedido de investigação isenta sobre a morte de Adriano. 

Voltar Imprimir

Publicidade

Comentários

Enquete

A cloroquina está liberada para o tratamento dos pacientes do coronavírus no Brasil, mas a polêmica continua

Parcial

Edição digital

Terça-feira, 07/04/2020

imagem
imagem
imagem
imagem
imagem
imagem

Publicidade

btn-4

Indicadores

Milho Disponível R$ 17,00 -22,02%

Algodão R$ 91,56 -0,41%

Boi a Vista R$ 136,00 0,00%

Soja Disponível R$ 70,90 -1,39%

Publicidade

Classi fácil
btn-loja-virtual

Publicidade

Mais lidas

Publicidade

O Grupo Gazeta reúne veículos de comunicação em Mato Grosso. Foi fundado em 1990 com o lançamento de A Gazeta, jornal de maior circulação e influência no Estado. Integram o Grupo as emissoras Gazeta FM, FM Alta Floresta, FM Barra do Garças, FM Poxoréu, Cultura FM, Vila Real FM, TV Vila Real, o Instituto de Pesquisa Gazeta Dados, Gráfica Millenium e o Portal Gazeta Digital.

Copyright© 2019 - Gazeta Digital - Todos os direitos reservados Logo Trinix Internet

É proibida a reprodução do conteúdo desta página em qualquer meio de comunicação, eletrônico ou impresso, sem a devida citação da fonte.