Publicidade

Cuiabá, Segunda-feira 25/05/2020

Política de MT - A | + A

Crise do coronavírus 05.04.2020 | 15h00

Mauro pede equilíbrio a Bolsonaro para gerenciar crise da Covid-19

Facebook Print google plus

Christiano Antonucci / Secom - MT

Christiano Antonucci / Secom - MT

Mesmo aliado de primeira hora do presidente Jair Bolsonaro (sem partido) na defesa do isolamento vertical, o governador de Mato Grosso Mauro Mendes (DEM) destacou na quinta-feira (2) que falta um pouco de equilíbrio ao comandante do Palácio do Planalto para gerenciar a crise provocada pela pandemia do novo coronavírus.

 

Nesta semana, o presidente já desrespeitou pedido de isolamento do ministro da Saúde, Luiz Henrique Mandeta, e depois de pregar união na TV atacou aos governadores usando uma fake news para culpa-los de desabastecimento. 

 

O governador Mauro Mendes foi o entrevistado de quinta-feira (2) do Jornal do Meio Dia, da TV Vila Real canal 10.1. 

 

Leia também - Ao anunciar leitos, Mendes diz que PS é responsabilidade do MP

 

Questionado se o presidente vem errando e agravando o cenário, Mendes disse que não quer polemizar com ninguém e que vai usar toda sua energia para cuidar da questão da saúde em Mato Grosso.

 

Mas, criticou à postura do presidente de postar um vídeo falso no Twitter dizendo que as medidas de isolamento dos governadores e prefeitos já estavam causando desabastecimento e horas depois da crítica ter sido desmentida pela imprensa que foi ao Ceasa de Belo Horizonte e comprovou o oposto ter apagado o vídeo e a publicação com a crítica aos gestores.

 

"Meus Deus, ele tem que parar de ficar provocando todo mundo, toda hora ele dá uma cotovelada, toda hora ele solta uma farpa. Ontem ele postou um vídeo que acusava os governadores pelo desabastecimento. Horas depois, ficou provado que esse vídeo era fake news. Meu Deus, um presidente da República não pode postar fake news. Não quero fazer críticas ao presidente, aos prefeitos e nem a ninguém, mas tudo tem um limite!", observou o governador. 

 

Perfil de enfrentamento

Mauro disse que Bolsonaro chegou à Presidência da República fazendo um grande enfrentamento ao PT ao mesmo tempo um grande enfrentamento à classe política. "Não é fazendo enfrentamentos desnecessários que ele vai governar esse país, é hora de unir, de ter bom senso, chamar as pessoas para colaborar, temos que deixar divergências menores em prol de objetivos maiores", disse o governador Mauro Mendes. 

 

O governador citou o exemplo local, disse que tem muitas diferenças com o prefeito de Cuiabá, Emanuel Pinheiro (MDB). Porém, garantiu que não fará polêmica com o emedebista neste momento. "O momento é de pensar na população, se tiver que fazer debate, vamos fazer no momento certo", disse o governador.

 

 

 

Voltar Imprimir

Publicidade

Comentários

Enquete

A constante troca de ministros pelo presidente Jair Bolsonaro compromete a sua gestão?

Parcial

Edição digital

Segunda-feira, 25/05/2020

imagem
imagem
imagem
imagem
imagem
imagem

Publicidade

btn-4

Indicadores

Milho Disponível R$ 22,05 -2,00%

Algodão R$ 92,20 -0,25%

Boi a Vista R$ 137,30 -0,07%

Soja Disponível R$ 62,90 -2,48%

Publicidade

Classi fácil
btn-loja-virtual

Publicidade

Mais lidas

Publicidade

O Grupo Gazeta reúne veículos de comunicação em Mato Grosso. Foi fundado em 1990 com o lançamento de A Gazeta, jornal de maior circulação e influência no Estado. Integram o Grupo as emissoras Gazeta FM, FM Alta Floresta, FM Barra do Garças, FM Poxoréu, Cultura FM, Vila Real FM, TV Vila Real, o Instituto de Pesquisa Gazeta Dados, Gráfica Millenium e o Portal Gazeta Digital.

Copyright© 2019 - Gazeta Digital - Todos os direitos reservados Logo Trinix Internet

É proibida a reprodução do conteúdo desta página em qualquer meio de comunicação, eletrônico ou impresso, sem a devida citação da fonte.