Publicidade

Cuiabá, Quinta-feira 22/10/2020

Política de MT - A | + A

35 anos parado 12.09.2020 | 16h45

Mendes rebate MPF e pede mais tempo para concluir Hospital Central

Facebook Print google plus
Noelisa Andreola

noelisa@gazetadigital.com.br

Chico Ferreira

Chico Ferreira

O governador Mauro Mendes (DEM) pediu para não cumprir - pelo menos por 180 dias - a conclusão das obras do Hospital Central. O Ministério Público Federal (MPF), cobrou na Justiça o término da obra, que está parada há mais de 35 anos. O gestor alega que a licitação já está em andamento, porém demanda mais tempo. A retomada da construção tem orçamento previsto de R$ 102 milhões e prazo de até 22 meses para entrega.


"Nós estamos com a licitação na rua, já abrimos. Está cumprindo o rito das licitações. Tanto no [Hospital] Central quanto no Júlio Muller as licitações já foram abertas. Agora, existe uma legislação que estabelece um rito que deve ser seguido e lamentavelmente isso demanda tempo", explicou Mendes.

 

Leia também - Justiça Federal torna Emanuel Pinheiro réu por vídeo do paletó


O chefe do Executivo também criticou o fato das obras estarem paralisadas há tanto tempo, sendo que população mato-grossense necessita de mais hospitais. "São obras de alta complexidade, não é simples. Fizemos nos projetos tudo aquilo que já deveria ter sido feito. É um absurdo termos um hospital parado, quando a saúde foi o principal problema ao longo desses 35 anos. E ter um hospital aqui, na cara do povo, na cara do governador, na cara do Ministério Público, na cara do Tribunal de Contas'.


Conforme informações da gestão, na quarta-feira (16), será aberto o certame com os preços, para que em seguida escolham qual empresa irá ser contratada.


Trajetória
O Hospital Central teve sua construção lançada em 1984. Mas, devido aos cortes de recursos do governo federal, a obra foi paralisada em 1987.


A construção foi retomada em 1992, porém um desacordo entre o governo federal e o estadual não permitiu que a obra fosse concluída. Em 2004, foi retomada as obras mais uma vez, que foram paralisadas novamente no mesmo ano.


Em 2015, o Poder Executivo anunciou de novo o retorno das obras, assim como o projeto Cidade da Saúde, inacabados até hoje. (Com informações da asessoria). 

Voltar Imprimir

Publicidade

Comentários

Enquete

Como você avalia a ausência de um candidato convidado para debater com adversários?

Parcial

Edição digital

Quinta-feira, 22/10/2020

imagem
imagem
imagem
imagem
imagem
imagem

Publicidade

btn-4

Indicadores

Milho Disponível R$ 57,50 1,77%

Algodão R$ 118,67 3,64%

Boi a Vista R$ 242,24 0,00%

Soja Disponível R$ 156,30 0,35%

Publicidade

Classi fácil
btn-loja-virtual

Publicidade

Mais lidas

Publicidade

O Grupo Gazeta reúne veículos de comunicação em Mato Grosso. Foi fundado em 1990 com o lançamento de A Gazeta, jornal de maior circulação e influência no Estado. Integram o Grupo as emissoras Gazeta FM, FM Alta Floresta, FM Barra do Garças, FM Poxoréu, Cultura FM, Vila Real FM, TV Vila Real 10.1, TV Pantanal 22.1, o Instituto de Pesquisa Gazeta Dados, Gráfica Millenium e o Portal Gazeta Digital.

Copyright© 2020 - Gazeta Digital - Todos os direitos reservados Logo Trinix Internet

É proibida a reprodução do conteúdo desta página em qualquer meio de comunicação, eletrônico ou impresso, sem a devida citação da fonte.