Publicidade

Cuiabá, Quinta-feira 22/10/2020

Política de MT - A | + A

flagrado com R$ 20 mil 26.09.2020 | 09h01

Mesmo com decisão, ex-secretário não paga fiança e continua preso

Facebook Print google plus

Michel Alvim/Reprodução

Michel Alvim/Reprodução

Atuzalizada às 10h - Mesmo com a decisão para sua soltura na noite de sexta-feira (25), o  ex-secretário adjunto de Administração Sistêmica da Casa Civil, Wanderson de Jesus Nogueira continua preso no Centro de Custódia de Cuiabá. Segundo a defesa dele, até às 10 horas deste sábado (26) ele não havia sido solto porque ainda não havia pago fiança. No entanto, o pagamento deve ser feito ainda hoje.

 

Atualizada às 9h01 - Preso na noite de quinta-feira (24) pelo Grupo de Atuação Especial Contra o Crime Organizado (Gaeco), por suspeita de receber propina de uma empresa, o ex-secretário adjunto de Administração Sistêmica da Casa Civil, Wanderson de Jesus Nogueira conseguiu liberdade provisória na noite de sexta-feira (25) com o argumento de ser do grupo de risco para a covid-19 e também por possuir "predicados pessoais favoráveis".

 

A decisão é do juiz Jurandir Florêncio de Castilho Júnior, que determinou fiança de 30 salários mínimos, ou seja, R$ 31.350, além de uso de tornozeleira eletrônica e proibição de acesso aos órgãos do Poder Executivo.

 

Leia também - Gaeco acompanhou ex-secretário do Paiaguás até prédio

 

Wanderson foi preso após denúncia anônima de recebimento de propina de uma construtora. Com ele foram encontrados R$ 20 mil em dinheiro, sobre os quais foram dadas respostas evasivas sobre a origem. Ele estava na Casa Civil desde 2019, mas foi exonerado após a prisão.

 

Em sua decisão, o magistrado afirma que não vê elementos que permitam "supor que, em liberdade, o autuado se furtará à aplicação da lei". E que sobre os possíveis danos ao erário "se faz necessário também a aplicação da medida cautelar de prestação da fiança".

Voltar Imprimir

Publicidade

Comentários

Enquete

Como você avalia a ausência de um candidato convidado para debater com adversários?

Parcial

Edição digital

Quinta-feira, 22/10/2020

imagem
imagem
imagem
imagem
imagem
imagem

Publicidade

btn-4

Indicadores

Milho Disponível R$ 57,50 1,77%

Algodão R$ 118,67 3,64%

Boi a Vista R$ 242,24 0,00%

Soja Disponível R$ 156,30 0,35%

Publicidade

Classi fácil
btn-loja-virtual

Publicidade

Mais lidas

Publicidade

O Grupo Gazeta reúne veículos de comunicação em Mato Grosso. Foi fundado em 1990 com o lançamento de A Gazeta, jornal de maior circulação e influência no Estado. Integram o Grupo as emissoras Gazeta FM, FM Alta Floresta, FM Barra do Garças, FM Poxoréu, Cultura FM, Vila Real FM, TV Vila Real 10.1, TV Pantanal 22.1, o Instituto de Pesquisa Gazeta Dados, Gráfica Millenium e o Portal Gazeta Digital.

Copyright© 2020 - Gazeta Digital - Todos os direitos reservados Logo Trinix Internet

É proibida a reprodução do conteúdo desta página em qualquer meio de comunicação, eletrônico ou impresso, sem a devida citação da fonte.