Publicidade

Cuiabá, Domingo 20/10/2019

Política de MT - A | + A

MUDANÇA PARTIDÁRIA 12.10.2019 | 10h17

Misael aguarda aval de Galindo para marcar ato de filiação ao PTB

Facebook Print google plus

João Vieira

João Vieira

Presidente da Câmara de Vereadores de Cuiabá, Misael Galvão, ainda no PSB, afirma que definirá com o presidente estadual do PTB, o ex-prefeito Chico Galindo, a data do seu ato de filiação na legenda.

 

"Nós vamos encaminhar, já na próxima semana, a desfiliação ao PSB e se filiar ao PTB. Depois vamos sentar e marcar a data do ato de filiação, que deverá contar com mais novos filiados", disse Galvão ao

 

Leia também - Deputado admite prorrogar CPI e Silval será ouvido esse ano

 

A decisão ocorreu após o Tribunal Regional Eleitoral (TRE) de Mato Grosso ter acatado, por unanimidade, o pedido de desfiliação do PSB, com aval da própria direção estadual da sigla, essa semana. 

 

A desfiliação já era negociada desde julho, quando o presidente estadual do PSB, deputado Max Russi, afirmou que os vereadores do partido na Capital estavam pensando em deixar a legenda. Na época, Russi disse que não iria impedir a desfiliação e nem exigiria os mandatos, já que foram eleitos pela legenda em 2016. 

 

Nos bastidores, a informação é de que Misael Galvão se filiou ao PTB para compor uma possível chapa de reeleição do prefeito Emanuel Pinheiro (MDB). No entanto, Misael desconversa e diz que a sua prioridade é a reeleição e a administração Câmara municipal. 

 

"O meu foco é a gestão da Câmara e tentar me reeleger, mas estou indo como soldado do partido. Então não posso dizer que não. Mas garanto que não tivemos nenhuma conversa nesse sentido", explica. 

 

Mais um 

 

Quem também pode se filiar ao PTB é o vereador Adevair Cabral (PSDB), que estaria em rota de colisão com parte da executiva estadual do PSDB. O impasse seria em relação ao posicionamento dos tucanos em Cuiabá.

 

Adevair, que compõe a base de Emanuel, defende que a legenda caminhe junto com o emedebista em 2020. Já parte da direção estadual quer candidatura própria.

 

Adevair também já teria colocado, nos bastidores, o seu nome a disposição para uma eventual composição na chapa majoritária, sendo vice de Emanuel. Por isso sua ida ao PTB facilitaria o projeto.

 

No entanto, o vereador estaria tentando a liberação no ninho tucano para sua desfiliação, ou então esperar a janela partidária em março de 2020, para deixar o PSDB.

Voltar Imprimir

Publicidade

Comentários

Jornal do Meio Dia - JM

Jornal do Meio Dia - JM

GD

GD

Enquete

Qual será o resultado das discussões sobre fake news no Congresso Nacional?

Parcial

Edição digital

Domingo, 20/10/2019

imagem
imagem
imagem
imagem
imagem
imagem

Publicidade

btn-4

Indicadores

Milho Disponível R$ 24,65 -1,00%

Algodão R$ 90,05 -0,45%

Boi a Vista R$ 127,00 0,79%

Soja Disponível R$ 64,80 0,00%

Publicidade

Classi fácil
btn-loja-virtual

Publicidade

Mais lidas

Publicidade

O Grupo Gazeta reúne veículos de comunicação em Mato Grosso. Foi fundado em 1990 com o lançamento de A Gazeta, jornal de maior circulação e influência no Estado. Integram o Grupo as emissoras Gazeta FM, FM Alta Floresta, FM Barra do Garças, FM Poxoréu, Cultura FM, Vila Real FM, TV Vila Real, o Instituto de Pesquisa Gazeta Dados, Gráfica Millenium e o Portal Gazeta Digital.

Copyright© 2019 - Gazeta Digital - Todos os direitos reservados Logo Trinix Internet

É proibida a reprodução do conteúdo desta página em qualquer meio de comunicação, eletrônico ou impresso, sem a devida citação da fonte.